Beatiarus é um mangá bem interessante que não é muito conhecido por aqui. Publicado pela Panini, a obra possui atualmente 7 volumes e nesse artigo eu irei contar um pouco sobre o primeiro deles. Lembrando que o preço de capa do mangá é de 15,90 reais (o último volume está saindo por R$ 22,90) e está disponível para compra em várias lojas e livrarias. E sim, o preço deu uma “bela” aumentada mas isso é esperado da editora Panini.

Ler o artigo →

Ayakashi Triangle é a mais nova serialização de Kentaro Yabuki (criador de To LOVE-Ru e Black Cat, e ilustrador de Darling in the FranXX e Hatena Illusion), autor veterano na Weekly Shonen Jump e um mestre quando o assunto é ecchi (ao menos nesse quesito).

Essas primeiras impressões estão um pouco atrasadas, mas vou me esforçar para tornar o artigo interessante e convencer você a dar uma chance a este belo (mas que não é nada de novo) mangá.

Ler o artigo →

Não é surpresa para ninguém a minha simpatia pelos otome games que se tornam animes, portanto nada mais natural que eu me animar com essa produção, principalmente pelo seu enredo mais incomum e a novidade no estúdio que decidiu trazê-la a vida.

Mr Love: Queen’s Choice ou Koi to Producer: EVOL x LOVE, deriva de um jogo para celular bem popular e que trata da história de uma garota simples, que apenas está tentando manter inteira a empresa da sua família, mas acaba arrolada numa trama cheia de mistérios com poderes sobrenaturais, ação e perigos, além do romance que eventualmente se forma no caminho.

Ler o artigo →

Sim, o título é um click bait safado, desculpa, mas o anime ajudou, né.

Gibiate é um anime original pensado por várias figuras do entretenimento, inclusive o Sugizo, guitarrista de duas das maiores bandas do Japão, que eu amo de paixão, o Luna Sea e o X Japan.

Deve ter sido por isso que eu curti a trilha sonora, mas ao mesmo tempo a achei meio brega. Aliás, Gibiate me pareceu algo dos anos oitenta trazido aos dias de hoje. E com um CG de dar dó, fim de carreira.

Na história uma pandemia transforma pessoas em monstros. Parece proposital lançar isso com o que está acontecendo agora no mundo e sei que no anime usar máscara não faz diferença, mas use, pelo menos se o coronavírus se mantiver só uma gripezinha mortal…

Ler o artigo →

Oregairu finalmente retornou após 5 longos anos desde sua segunda temporada. Muitas coisas aconteceram desde então, como por exemplo os vários adiamentos do último volume da light novel e claro, a impaciência de todos os fãs que queriam saber sobre a conclusão da história. Particularmente eu amo essa obra e para mim ela é facilmente uma forte candidata ao top 10 geral de todos os animes que eu já vi. Por isso, se você ainda não viu as temporadas iniciais, corra porque vale a pena!

Ler o artigo →

O novo anime (que na verdade é só o segundo cour da segunda fase de Alicization) de Sword Art Online vai disputar o topo da temporada com Re: Zero 2 e Oregairu 3? Será?

Em popularidade talvez, quando o negócio é qualidade a disputa dele é com Peter Grill ou o anime do Maou, se duvidar até Ninja Collection vai ser melhor.

É, sou tudo menos alguém encantado por SAO, mas curto um guilty pleasure. Vamos a ele!

Ler o artigo →

Ninja Collection é uma espécie de spin-off de Yami Shibai que foi divulgado do nada pouco antes do início ds temporada de verão de 2020 e tem uma história simples, além de duração curta. É um anime de shinobis (ninjas) que lidam com o oculto, mas o que ninjas têm a ver com Yami Shibai mesmo?

Ler o artigo →

Uzaki-chan wa Asobitai! é um anime do estúdio ENGI (Hataage! Kemono Michi) que adapta o mangá de comédia de Take. Na história acompanhamos Hana Uzaki, uma baixinha simpática, barulhenta e peituda que vive chamando seu senpai, Shinichi Sakurai, que só quer ficar sozinho, para sair.

Lembra um pouco Karakai Jouzu no Takagi-san, mas tem uma pegada diferente já que trata de universitários e tem ecchi, além da heroína fazer as coisas mais por impulso que de caso pensado. Hana dá toda a pinta que gosta do senpai, mas não parece agir tendo em mente conquistá-lo. Vamos ao texto!

Ler o artigo →

Kanojo, Okarishimasu (Ren-a-Girlfriend) é um anime do estúdio TMS Entertainment baseado no mangá de Reiji Miyajima, que sai na Weekly Shounen Magazine (casa de sucessos como Koe no Katachi e Domestic na Kanojo), a “número 2” no mercado de mangás.

Na história acompanhamos o universitário Kazuya, que foi dispensado pela namorada e entrou em um app de aluguel de namoradas. É cada ideia maluca que japonês tem, será que não conhecem o Tinder?

Lá ele solicita os serviços de Chizuru, uma beldade que interpreta o papel da namorada perfeita. Isso gera dúvidas em Kazuya até o ponto em que a situação escala e confusões começam a acontecer.

Ler o artigo →

Deca-Dence é um anime original do estúdio Nut (o mesmo de Youjo Senki), e na história acompanhamos a simpática Natsume, uma Tanker, alguém que trabalha dando apoio aos Gears, guerreiros que lutam na superfície contra os Gadolls, monstros que dizimaram quase toda a humanidade.

Os últimos sobreviventes desse mundo habitam uma fortaleza móvel chamada Deca-Dence, a única esperança da humanidade. Natsume sonha em se tornar uma Gear para acabar com a guerra, mas em seu caminho terá que lidar com muitas surpresas e adversidades.

A sinopse não é daora? O anime é mais e agora vamos falar sobre ele!

Ler o artigo →