Jojo’s Bizarre Adventure: Stone Ocean finalmente ganhou vida, e dessa vez de forma diferente, tendo seus 12 primeiros episódios lançados antes da exibição na TV. A Netflix ficou a cargo da empreitada e dá para dizer que não foi uma má ideia essa overdose de Jojo, e já sem censura.

Como e quando serão lançados os próximos episódios ainda é um mistério, a única certeza que tenho é de que essa temporada teve um primeiro cour muito bom e promete muito mais. Temos uma heroína e um vilão a altura do legado da historia mais bizarra de todos os tempos.

 

“Após se envolver em um acidente de carro, Jolyne Kujo (filha de Jotaro Kujo, protagonista da parte 3) é jogada em uma prisão nos Estados Unidos, a Green Dolphin Street, na qual estranhos eventos reavivem uma ameaça do passado que persegue a linhagem Joestar por gerações.”

 

Ler o artigo →

Blade Runner: Black Lotus é um anime derivado da franquia Blade Runner, que tem origem no livro “Androides Sonham com Ovelhas Elétricas?” de Philip K. Dick, proeminente autor de ficção científica.

A franquia é marcante pelo filme de 1982, mas também pela sequência de 2017, Blade Runner 2049 (dirigido por Dennis Villeneuve, que dirige outro clássico sci-fi, DUNA), tendo tido várias séries em quadrinhos e alguns curtas, sendo um deles animado, Blade Runner: Black Out 2022.

Black Lotus é a primeira série animada ambientada no universo e é uma parceria entre Crunchyroll e Adult Swin (como Fena: Pirate Princess), terá 13 episódios e é produzida por um estúdio japonês (com direção japonesa, portanto, é anime sim!), o Sola Digital Arts (Ultraman).

 

“Na história acompanhamos Elle, uma garota que acorda sem memórias no deserto e parte para Los Angeles atrás de respostas. Levando consigo apenas um dispositivo misterioso e flashes de memórias, Elle precisará lidar com todos os perigos que ameaçam sua sobrevivência.”

 

Ler o artigo →

Entre monstros sobrenaturais, demônios e uma sociedade tecnológica super desenvolvida que conta com a ajuda de poucos humanos com poderes especiais – vulgo espers -, essa estreia traz mais um daqueles enredos onde essa turma especial precisa combater um mal maior e por vezes mais enigmático do que devia ser. A pergunta agora é, será que isso presta?

Ler o artigo →

Senpai ga Uzai ou My Senpai Is Annoying é mais uma das estreias dessa temporada (e que provavelmente já deve ter o segundo episódio lançado) e promete uma história bem bacana, se for seguir a ideia apresentada na estreia.

A história aqui é bem simples. Seguimos Futaba Igarashi, uma mulher que trabalha com vendas e está em seu segundo ano na empresa atual. E é nessa empresa que o seu grande (e bota grande nisso) veterano trabalha. O problema? Ele é irritante.

Com uma sinopse simplista e bem resumida, vamos adiante!

Ler o artigo →

Ancient Girls Frame (Dou Shen Ji na China e Toushinki G’s Frame no Japão) é um anime original do estúdio Seven Stone Entertainment que fala de garotas colegiais salvando o mundo usando robôs gigantes alienígenas.

A produção é chinesa, mas também tem dublagem japonesa (que deve ir sendo lançada aos poucos). Segue a sinopse extraída da Funimation (streaming oficial do anime).

 

“Quando criaturas monstruosas do espaço aterrorizam a Terra, um grupo de soldadas escolhidas, chamadas Ancient Girls, é a última esperança da humanidade.”

 

Ler o artigo →

Ousama Ranking (Ranking of Kings) é um anime do Wit Studio programado para 23 episódios que adapta o mangá de Sousuka Tooka. Segue a sinopse extraída da Funimation (streaming oficial do anime).

 

“Incapaz de ouvir ou falar, o Príncipe Bojji parte numa aventura para provar que é um herdeiro digno com a ajuda de uma sombra chamada Kage.”

 

Ler o artigo →

Can I Make Your Ears Happy in 180 Seconds? (180 Byou de Kimi no Mimi wo Shiawase ni Dekiru ka?) é um anime curto dos estúdios EKACHI EPILKA e Indivision cujo tema é o ASMR. Você não sabe o que é isso? Me acompanhe então!

Ler o artigo →

Depois de uma leve pausa da sua segunda temporada, World Trigger retorna nos preparando para toda a ação frenética que virá com as mudanças causadas pelos últimos eventos. De brinde essa estreia acaba nos revelando não só mais algumas figuras “novas” da Tamakoma, como ainda aprofunda outras que nem sabíamos que faziam parte dela. Estão animados para esse retorno? Eu definitivamente estou e vamos para o artigo!

Ler o artigo →

Um país sem otakices, dois “Japões” em conflito, com repressão e explosões pra tudo quanto é lado. Nessa guerra interdimensional contra tudo o que é bom – viva os otakus – o que podemos esperar da estreia desse anime que não esconde a sua galhofa, mas que tenta dar um charme especial a essa loucura?

Ler o artigo →