O anime de Mahou Tsukai no Yome adapta um mangá em lançamento com 9 volumes e que está saindo no Brasil pela editora Devir, uma compra que indico bastante caso você tenha gostado do que viu no anime. E do que se trata essa obra? Da jornada de crescimento pessoal de uma jovem garota, cuja existência foi permeada por tragédias relacionadas a magia dada a condição que ela herdou de sua família. Ela é uma Sleigh Beggy, alguém capaz de gerar e absorver grandes quantidades de magia. E é nesse cenário mágico, ao lado de uma criatura bastante peculiar, que começa a história de Chise.

Ler o artigo →

Parafraseando o título do próprio episódio nomeei este artigo, e isso se deve a minha crença de que boas histórias sempre têm finais que provocam reflexões que remetem ao amor – mesmo que a sua ausência –, assim sendo, com essa não poderia ser diferente e mesmo com um final que não muito me agradou em comparação ao que acho que poderia ter tido, a sua mensagem não se perde, pelo contrário, pois a obra realmente foi bem sucedida em promover essa máxima, “ame e deixe amar.”

Ler o artigo →

Objetivamente, esse episódio não chegou a ser ruim, contudo, se o compararmos ao anterior ele foi decepcionante, pois não trabalhou tão bem o vilão como deveria, tendo como seu melhor momento o início com o Elias recebendo a ajuda das fadas. Enfim, vamos falar agora dessa penúltima aventura!

Ler o artigo →

Esse episódio se preocupou em mostrar um pouco melhor o passado da adorável Chise, o que não me preocupou quanto ao futuro do anime, mas acho que poderia ter sido mais bem feito e ficou um pouquinho aquém dos anteriores, contudo, ainda longe de me fazer não o achar muito bom. Do passado a Chise se reafirma no presente rumo a um futuro em que os seus problemas se resolverão?

Ler o artigo →

A magia desse anime definitivamente não se perdeu, aliás, ela se torna ainda mais exuberante. Ao sacar mão de seu principal “vilão”, Mahou Tsukai começa a fazer seus preparativos para o fim e pouco a pouco vai apresentando novos personagens sem esquecer de aprofundar os antigos. Nesse anime tudo está conectado e todos os esforços de todos os lados contribuem para o final esperado.

Ler o artigo →

Mahou Tsukai continua agitado como nos episódios anteriores, mas dessa vez foca seus esforços em desenvolver e aprofundar laços tendo a Chise no centro dessas relações, e tudo isso em meio a época mais propícia aos bons sentimentos: as festas de fim de ano. Vamos falar de magia e amizade?

Ler o artigo →

Devido a alguns intempéries envolvendo a equipe do blog, Mahou Tsukai no Yome quase ficava sem redator para o seu segundo cour, mas graças à colaboração do Flávio – que vai assumir Ryuuou no Oshigoto! para que eu possa comentar este anime –, foi possível dar continuidade a prazerosa tarefa que será comentar uma obra de tamanha qualidade. Seja bem-vinda de volta, noiva do velho mago!

Ler o artigo →

Bom dia!

Está oficialmente aberta a segunda temporada do Café com Anime! Para quem ainda não conhece o projeto, o Café com Anime é um bate-papo sobre alguns animes da temporada entre eu (o Fábio “Mexicano” Godoy) e o Diego, do É Só Um Desenho, o Vinícius Marino, do Finisgeekis, e o Gato de Ulthar, do Dissidência Pop.

Cada blog irá hospedar os bate-papos semanais sobre os episódios de um anime diferente. Aqui no Anime21 eu vou cobrir Violet Evergarden, e meus amigos… leia a conversa sobre nossas expectativas para a temporada (que começou dia primeiro de janeiro e terminou hoje, dia dez) para descobrir o que cada um deles irá cobrir!

Ler o artigo →

Um começo pacato e reflexivo. Um desfecho que enriquece e aprofunda. Mas a principal surpresa está no meio. Não no sentido da surpresa que nos pega desprevenido, mas sim da forma como tudo é conduzido e trazido até nós de uma maneira tão pensada. Tudo tem seu lugar nos arranjos que vão se formando ao longo do anime e os detalhes tomam igualmente seu lugar ao sol nesse palco. As interações nos trazem os benefícios da vivência de um autor que experimenta na medida certa e que sabe a hora de se render a um bom clichê. As idas e vindas das vidas nessa obra se pautam em plausibilidade contextual e a partir de um centro muito bem definido podem reverberar seus temas, motivações e conflitos com a riqueza exata para a situação. Isso é Mahou Tsukai no Yome.

Ler o artigo →

A história de Elias continua sendo contada, e suas conexões com Lindel bem como com sua mestra, por meio de flashbacks e conversas à luz de fogueiras e até chaminés. Quando a linha do passado se cruza com a do presente, tudo o que nos resta fazer é esperar para conferir o que foi feito, dito ou pensado, e como isso interfere na construção atual desses indivíduos tão complexos e ímpares.

Ler o artigo →