Usagi Drop

O que é família? Aparentemente não é uma pergunta muito complicada de se responder, mas devido aos mais variados tipos de respostas, acaba se tornando complicado achar um conceito definitivo. Na verdade o conceito de família é mutável e com inúmeros significados, portanto não há um modelo único de família. Do modelo “tradicional” até o mais improvável, todas elas deveriam, na teoria, ser o primeiro lugar onde se deve achar afeto, amor e um lugar seguro. Nem todas as famílias são que nem aquelas mostrada em comerciais de margarinas (felizes, harmoniosas e sem quaisquer problemas).

Assim como na vida real, todas os animes desta lista apresentam relações familiares variadas e com suas próprias singularidades.

 

Crianças Lobo

Crianças Lobo

Crianças Lobo, ou no original japonês Ookami Kodomo no Ame to Yuki, conta a história de Hana e seus dois filhos, Ame e Yuki. O pai das crianças é um homem-lobo e ele morre no começo do filme, quando seus filhos ainda são bebês. Nesse início Crianças Lobo mostra a tremenda dificuldade que Hana, uma humana normal, tem para criar seus dois filhos meio-lobo, mais hiperativos que crianças normais e com o risco adicional de serem descobertos.

Por essas razões todas, financeiras e de privacidade, a família se muda para o interior, onde Ame e Yuki têm mais espaço. Isso não significa necessariamente menos problemas, mas sim problemas diferentes. Na parte final do anime, Ame e Yuki são adolescentes e precisam lidar com problemas e mudanças típicas da idade. Além, claro, do fato de viverem na fronteira entre o mundo dos lobos e o dos seres humanos. Hana tem motivos de sobra para se orgulhar do trabalho que faz, mas ela irá descobrir que chega uma hora que o melhor que uma mãe pode fazer é não fazer nada.

 

Amaama to Inazuma

Amaama to Inazuma

Kouhei Inuzuka é um professor que perdeu a esposa e que tem cuidar sozinho de sua filha Tsumugi. Preocupado com a alimentação da garotinha, ele se interessa em aprender a cozinhar para poder fazer comidas gostosas e saudáveis. Através da culinária, pai e filha acabam fortalecendo ainda mais seus laços.

Dentro dessa história vale destacar a participação de uma das alunas de Kouhei que sente a ausência da mãe, pelo fato da mesma ser muito ocupada, mas que encontra no seu professor e na filha dele o aconchego familiar que ela tanto procura.

Primeiras impressões de Amaama to Inazuma.

 

Michiko to Hatchin

Michiko to Hatchin

Michiko foi presa quando ainda estava grávida, e sua filha, Hatchin, foi dada para adoção. Não que a mulher se preocupe muito com isso. Na verdade, ela passou esses anos todos atrás das grades pensando em outra pessoa, não em Hatchin, mas sim no pai da garota, a quem ama loucamente. Michiko foge da prisão e vai atrás de sua filha, a quem sequestra da família adotiva que a criava, e seu objetivo é apenas usar a criança para reunir-se com o amor de sua vida.

Hatchin não hesita muito antes de fugir com Michiko apesar dela ter entrado com uma moto dentro da cozinha. Ela nunca foi amada ou sequer bem tratada por aquela família mesmo, e ver aquela mulher lhe estendendo a mão a faz ter esperança de que finalmente poderá conhecer o amor materno que nunca teve. A relação entre as duas será complicada enquanto viajam o país em busca do pai de Hatchin. Como curiosidade, Michiko to Hatchin é ambientado em um país fictício mais ou menos inspirado no Brasil, o que é muito interessante de se ver, tanto pelo que acertam quanto pelo que erram.

 

Aishiteruze Baby

Aishiteruze Baby

Arima Kippei é um garoto arredio e mulherengo que vive apenas para si e pela esbórnia, sem dar importância ao significado da palavra responsabilidade – em qualquer aspecto que ela possa ser aplicada. Sua vida muda ao receber de sua família a missão de ser o guardião da pequena Yuzu, que perdeu o pai e tinha sido abandonada pela mãe.

Ao longo do tempo que passa com a menina o protagonista aprende lidar com o fato de que precisa pensar em alguém além dele mesmo e com isso vai gradualmente evoluindo como pessoa, levando ambos a aprenderem como superar barreiras, preconceitos e principalmente a serem felizes como a família que se tornam, numa história divertida, tocante e doce.

 

Uchi no Musume

Uchi no Musume

Mesmo em mundos de fantasia podem existir coisas que são semelhantes ao mundo real. Uma delas é o conceito de família. Dale é um aventureiro que encontra uma menina meio-demônio chamada Latina que estava perdida na floresta durante uma de suas missões. Ele decide leva-la consigo e acaba a adotando. Uchi no Musume é uma bonita história sobre adoção e mostra que o amor ultrapassa quaisquer barreiras, quer sejam culturais, linguísticas ou de raça.

Primeiras impressões de Uchi no Musume.

 

Udon no Kuni no Kiniro Kemari

Udon no Kuni no Kiniro Kemari

Os pais são pessoas importantes cujo valor muitas vezes não é compreendido, por mais afeto e dedicação que dispensem aos filhos. Souta é um rapaz que representa a vertente negativa desse problema, mas que agora na fase adulta e sem seus pais vivos guarda consigo várias frustrações pela relação mal resolvida que tinha com seu pai. Frustrações essas que com a aparição de Poco, em toda sua fofura, acabam vindo à tona.

A história vai desvendando os fantasmas pessoais do protagonista, ao passo em que ele vai desenvolvendo sua divertida e encantadora convivência com o pequenino – entendendendo cada vez mais o significado da figura paterna -, consequentemente também o fazendo rever seu comportamento e tomar decisões importantes que mudarão sua vida para sempre depois desse encontro inesperado.

Primeiras impressões de Udon no Kuni no Kiniro Kemari.

 

Usagi Drop

Usagi Drop

Esse anime é um bom exemplo de história paternal. Nessa história acompanhamos um homem solteiro que tem sua vida mudada depois de descobrir no enterro de seu avô que o velho tinha uma filha pequena (seis anos de idade). Como ninguém da família quis assumir a responsabilidade pela menina, o protagonista, um homem jovem e solteiro, resolve cuidar da garota e nesse processo acaba aprendendo a se tornar um pai.

 

Binbou Shimai Monogatari

Binbou Shimai Monogatari

Às vezes irmãos se digladiam e disputam espaço, em outros momentos já partilham uma convivência mais pacífica, mas independente desse cotidiano o sentimento que deve imperar sempre é o de amor fraterno. Binbou Shimai Monogatari veio exatamente com o objetivo de mostrar o quão unida uma família – em todas as suas formas – pode ser, mesmo em meio a tudo de ruim que pode vir sobre ela, se utilizando das literalmente pobres e órfãs irmãs Yamada e seus amigos como espelho.

O anime, apesar de dramático em algumas horas, possui sempre uma ambientação leve e agradável que te faz adentrar o universo da dupla e admirar a força dessa história, que está exatamente nos exemplos que elas dão àqueles que as cercam, junto ao zelo e o amor que compartilham entre si e irradiam das formas mais simples possíveis.

 

Mawaru Penguindrum

Mawaru Penguindrum

A história de Mawaru Penguindrum é tão confusa quanto se pode esperar de uma história de Kunihiko Ikuhara (Utena, Yurikuma Arashi, Sarazanmai). De fato, talvez seja a história mais confusa do autor. Mas ela gira em torno dos irmãos Takakura e o forte vínculo que há entre eles apesar de tudo, e isso mais do que a qualifica para essa lista.

Himari tem a saúde muito frágil, o que é motivo de preocupação para Shouma e Kanba, seus irmãos. Os três vivem sozinhos e são muito pobres. Um dia Himari colapsa e, ao vestir uma touca de pinguim, ela ressuscita, mas agora em seu corpo habita também a Princesa do Cristal, que ordena aos irmãos que encontrem o misterioso “penguindrum”. Em uma das missões eles conhecem Ringo, que nasceu no dia em que sua irmã mais velha Momoka morreu, levando ao fim de sua própria família.

 

Alice to Zouroku

Alice to Zouroku

Alice é uma garota com super-poderes que fugiu de um laboratório e encontrou abrigo graças a um dono de uma floricultura chamado Zouroku. A diferença de idade entre os dois é enorme, portanto a relação entre os dois é semelhante a de um avô e sua neta. Zouroku inclusive possui uma neta de sangue com quem vive e que acaba se tornando uma amiga-irmã de Alice. É interessante também o fato dele ensinar a garota a controlar seus poderes educando-a por meio de valores morais, disciplina, bom senso e uma boa dose de amor e carinho.

Primeiras impressões de Alice to Zouroku.

 

Tokyo Magnitude 8.0

Tokyo Magnitude 8.0

Talvez você tenha pequenas desavenças com sua família. Todo mundo tem. Mirai também tinha e um dia escreveu em seu celular: “queria que o mundo acabasse”. Como se os deuses estivessem recebendo sua mensagem, nesse exato instante começa um arrasador terremoto de magnitude 8 em Tóquio. Quando o mundo parou de tremer, Mirai só pensou em Yuuki, seu irmão, que havia ido sozinho ao banheiro dentro de um shopping center! Com a ajuda de uma mulher chamada Mari os irmãos se reencontram e começam sua longa jornada de volta para casa.

Será que seus pais estão bem? Será que eles vão conseguir chegar em casa bem? Yuuki ainda é uma criança, Mirai é a mais velha mas não o suficiente para ser capaz de guiar os dois nessa situação de vida ou morte. Sem Mari os dois teriam morrido. Mari, por sua vez, tem sua própria família em casa com quem se preocupar – uma filha quase bebê e a mãe, idosa. Preocupações e reflexões sobre família são parte integral da narrativa, causando em mais de um momento abalos tão potentes quanto os tremores secundários do terremoto, e alguns choques maiores do que ver grandes marcos de Tóquio colapsando.

Resenha de Tokyo Magnitude 8.0.

 

Watashi ni Tenshi ga Maiorita

Watashi ni Tenshi ga Maiorita!

Miyako Hoshino (também conhecida como Mya-nee) é uma garota com fobia social que por meio de sua irmã mais nova (Hinata Hoshino) conseguiu fazer amizades e superar, mesmo que gradativamente, sua dificuldades de interagir com as pessoas. As irmãs Hoshino são do tipo bastante unidas apesar da enorme diferença de idade entre elas, que poderia ser algo que atrapalhasse a convivência delas por serem de gerações diferentes, portanto, na teoria, de gostos distintos.

Hinata é o tipo de irmã grudenta e que apresenta uma grande admiração pela sua irmã mais velha. Mesmo Miyako não sendo perfeita, sua irmã a acha a melhor irmã do mundo, e apesar dessa devoção quase cega, ela percebe as dificuldades de relacionamentos de Miyako, a ajudando a superar sua timidez excessiva.

Primeiras impressões de Watashi ni Tenshi ga Maiorita!.

 

Shounen Maid

Shounen Maid

Esse anime conta a história de um menino que perdeu a mãe e que agora terá que morar com um tio rico, diga-se de passagem, oriundo da parte materna da família – é o irmão mais novo de sua falecida mãe. É natural o menino se sentir desconfortável em morar com alguém que ele mal conhece. O personagem principal decide ajudar o tio realizando tarefas domésticas como forma de compensação por ele estar lhe oferecendo moradia e alimentação. Aos poucos, o protagonista vai conhecendo cada vez mais seu tio e, consequentemente, sua família.

 

Sangatsu no Lion

Sangatsu no Lion

Em se tratando de família, não podemos nos esquecer da família Kuwamoto. Formada por uma menina em fase pré-escolar, uma no ensino fundamental/médio, uma mulher que trabalha no bar da tia e um idoso cheio de energia, a família ajuda Kiriyama a superar os seus medos e traumas extremamente depressivos, tornando-o hoje uma pessoa melhor.

Sangatsu no Lion conta a história de Kiriyama Rei, um jogador profissional de shogi, que desde criança se agarra ao esporte porque é a única forma de sobrevivência que ele consegue ter para seguir em frente. Kiriyama infelizmente foi adotado por uma família cheia de rancores, e toda a mágoa, o medo e a depressão de seus meio-irmãos acabam indo para dentro dele, até que a família Kuwamoto lhe mostra outras possibilidades.

Primeiras impressões de Sangatsu no Lion.

Primeiras impressões da segunda temporada de Sangatsu no Lion.

Resenha de Sangatsu no Lion.

 

Clannad: After Story

Clannad: After Story

Esse anime é famoso por fazer muitas pessoas chorarem (ou no mínimo lacrimejarem) de emoção. E não é à toa, pois uma de suas partes mais emocionantes apresenta uma bonita e impactante história familiar. A família retratada nesta obra passa por sérias provações, igual ou semelhante a de muitas famílias que existem no mundo. Mas mesmo em meio às dificuldades, os laços familiares falam mais alto e tudo acaba se ajeitando.

 

  1. Avatar

    Ahhh, como já chorei com títulos muito bons ai, ainda mais com Crianças Lobos no qual você começa logo com ele, dando aquele “baque” na cara mesmo.
    Apesar de eu ter assistidos alguns, outros acabaram passando sem nem eu perceber. Adorei o mini resumo de cada, você conseguiu sim passar o que a história (pelo menos dos que eu assistir) de cada um é.
    Apesar de que as aparências enganam e são títulos bem tristes…

    Obrigada por isso, vocês me surpreendem a cada dis que passa. ♥️

Comentários