Eu cobri a primeira temporada de Sangatsu no Lion assim que saiu, então não seria diferente com a segunda. Com tantas saudades que senti do anime, o meu encantamento foi maior que eu imaginava. Aquelas paletas de cores de tons pastéis e muitas vezes escuras vindo à tona, com seus personagens ora depressivos, ora alegres e dedicados.

A aula de shogi para o clube de ciências e shogi foi bem interessante. A história dos gatinhos para proteger o rei e promover a torre (dentre as outras peças, exceto o próprio rei e o guardião de ouro) voltou! E a dificuldade do povo novato também. HUISDSHFI

Além disso, tivemos um pouco de ciência após um jogo de bocas famintas realizado por Souya e Kamikura, ambos tentando recuperar a histamina enquanto exercitavam o cérebro.

Com tanta distração, Kiriyama, o nosso protagonista, finalmente conseguiu relaxar e aproveitar o momento. Até mesmo depois de um jogo estimulante e a seguinte pergunta: “Você gosta de jogar Shogi?”. Todos que assistimos a primeira temporada inteira sabemos que ele tem diversas dúvidas, principalmente às quais giram em torno de sua profissão. Mesmo sem querer seguir esse futuro, ele tenta estudar e agarrar com unhas e dentes a vitória, mesmo que saiba que não é possível.

E o sorriso das irmãs Kuwamoto continua sendo um calmante para o coração de Kiriyama e de todos nós. As cores ficaram extremamente bonitas neste episódio, mas posso dizer que, quando elas apareceram, toda aquela escuridão que parecia envolver o protagonista sumiu, e podemos observar pela mudança intensa, transformando a noite em dia, e a escuridão em luz.

Devo dizer também que a abertura e o encerramento ficaram muito bonitos, mostrando os personagens, cada qual com suas qualidades, medos e defeitos. Foi algo bonito de se ver, e espero que esta adaptação continue me surpreendendo, embora eu leia o mangá e saiba de tudo o que está acontecendo. lol

Discussão