Depois de um tempão sem publicar nada sobre mangás, volto pela segunda vez no mês para comentar sobre tudo o que li. Infelizmente, com a correria do dia a dia, não foram muitas coisas que acompanhei, mas o que consegui seguir com pelo menos um capítulo vou comentar!

No artigo passado, não tinha saído o capítulo 67 de “Ao no Hako”, ou seja, o que deveria ter lançado dia 4 ou 5 de setembro, não foi ao ar, desfalcando. Li apenas dois dos quatro capítulos que saíram mas, como é rápido de ler, já já chego lá! Estou atrasada em “Kuroiwa” também, acho que em dois capítulos da mesma forma que o mangá supracitado.

Enfim, é agora que vem o artigo de verdade!

Ler o artigo →

Já vimos muitos animes com animais, também muitos com humanos. Certo, mas e animes que os bichos de estimação contracenam com os humanos na maior parte do tempo, e quem têm até um espaço só para eles em pelo menos um episódio? Conseguem listar vários com esse tipo de trama?

Esta lista é especialmente para os bichos de estimação que conseguem seu momento de fama em vários momentos do anime, roubando pelo menos um pouco mais que a metade do episódio para sabermos mais um pouco do seu dia a dia.

Ler o artigo →

E chegou sexta-feira, dia de mais um quadro de mangás que li durante a semana (quase nenhum desta vez, mas vida que segue) para não perder o costume.

Já fui de ler muito mais, e os primeiros artigos deste quadro já mostravam isso. No entanto, deixar de postar não é opção, a não ser que alguma coisa aconteça. Li um capítulo de três mangás diferentes, mas coisas importantes aconteceram em cada um (até mesmo em “Kuroiwa Medaka”, acredite se quiser), um menos, outro mais, mas é o que tenho para comentar.

Sem mais delongas!

Ler o artigo →

Quem já não ouviu alguém virar e falar: “Nossa, a vida está tão corrida que nem tempo para ver anime tenho mais”? Ou então que usa o único tempo que tem para tirar um cochilo e já tem que voltar para o batente daqui a meia hora. Para quem ainda gosta de anime, mas não dá para curtir muito tempo, é importante dar uma olhada nesta lista!

Todos os animes aqui listados são curtas de, no máximo, 7 minutos (a menor duração é de um minuto por episódio), e abrange a todos os tipos de gostos, desde drama diário a, até mesmo, uma comédia bem leve. Inclusive, não apenas fizemos questão de fazer a lista, como também escolhemos animes curtas originais, ou seja, que não foram adaptados de mangás, Light Novel ou qualquer outro tipo de mídia.

Ler o artigo →

Os capítulos lidos desta semana têm um “quê” de parecidos quando o sentimento é manter a imagem, e quem acompanha pelo menos algum deles, sabe do que estou falando. Evitar com que as pessoas falem mal é algo muito difícil, e quando escrevo “manter a imagem”, é no sentido de que a situação não fique tão ruim a ponto da pessoa mais próxima não sofra bullying. Acredite se quiser, até mesmo no “mundo perfeito” de “Kuroiwa Medaka”, onde a pessoa mais linda do colégio não é alvo de gente maldosa de verdade, tem um pouco disso.

Então é algo de que ninguém está totalmente protegido e a situação fica difícil demais em um determinado momento. Enfim, vamos ao que interessa.

Ler o artigo →

Venho mais uma vez com mais atualizações dos mangás que venho lendo durante semana. A impressão que tenho é que a quantidade de capítulos que leio está diminuindo a cada semana, mas isso vem de acordo com a minha vontade de ler/atualização das obras.

Como eu já disse anteriormente, há algumas que estou em dia, mas a maioria tenho que arranjar disposição para conseguir chegar até onde está. Será que algum dia vou conseguir chegar até onde “Oshi no Ko” e “Kono Oto Tomare!” estão atualmente, por exemplo? Ainda estou em uma batalha ferrenha para atualizar “Hananoi-kun” também, já que não gosto tanto assim da obra como já gostei.

Enfim, sem mais delongas, vamos ao que interessa!

Ler o artigo →

Vocês conhecem aquelas piadas, não é mesmo? “Perdeu tudo, está morando de aluguel!” ou então “A que ponto chegamos! Tal personagem está trabalhando em tal lugar para pagar o aluguel.” Isso REALMENTE acontece em dois animes desta lista. Nos outros animes, os personagens trabalham porque querem mesmo, ou para complementar algum tipo de loucura, ou para tudo ser fator de trocadilhos.

A maioria é anime de comédia, mas isso não quer dizer que os personagens não tenham seus dramas pessoais. E aí? Estão prontos para pedirem seus respectivos pratos, ou apenas para tomar um chá relaxante? Acompanhem a lista e vejam qual anime mais batem com a sua vibe!

Ler o artigo →

Semana passada não houve artigo dos mangás que estou lendo na semana por motivos de viagem. Além disso, alguns capítulos de mangás não foram publicados em determinadas semanas, a exemplo de “Kuroiwa” e “Ao no Hako”.

Sem mais delongas, vamos ao que importa!

Ler o artigo →

Na verdade, não é tão difícil ver personagens da categoria, porém, boa parte das vezes, infelizmente, são apresentados como piada. Quando não é alguém que já se descobriu e é muito tarado, é alguém que se descobre a partir de um fato que aconteceu um dia (como foi o caso de Kushidori Madoka, de “Chio-chan no Tsuugakuro”(“O caminho da Escola de Chio-chan”)).

Isto o que eu descrevi acima é no caso de obras que não são Boys Love ou Girls Love, que retrata desde o início o amor entre duas pessoas e a história discorre sobre isso, sem precisar apelar muitas das vezes.

A lista a seguir contém animes que não retratam personagens LGBTQIA+ de forma pejorativa.

Ler o artigo →

Eu fico pensando: como é difícil permanecer em dia com alguns mangás. PPPPPP é um mangá que gosto, porém leio a passos de tartaruga. Ainda estou 20 capítulos atrasada, mas gosto do ritmo que estou lendo. “Oshi no Ko” é outro que estou super atrás, mas também gosto. Já os mangás que estou em dia, sinto um alívio por ter conseguido chegar, já que tanta água correu, tanta coisa aconteceu…

Gosto muito de ler mangás, e poder descrever isso aqui me deixa muito feliz! Vamos para a lista de mangás e capítulos que li esta semana!

Ler o artigo →