Estamos recrutando redatores, clique aqui e se candidate, vagas limitadas!

Apesar de Takagi ter motivos para ser a semente de todo o mal, nada justifica o que fez até hoje. Aquilo que, na cabeça dela, nunca ia ser convertido em algo que a faria se arrepender (até mesmo por conta da falta de pulso firme da professora anterior), hoje ela já se pergunta o porquê tem feito, e uma coisa lhe veio à cabeça: a sociedade quer que a gente haja de uma certa maneira, e por isso vou contra a maré e fazer com que tudo saia a perder. O problema é que ela não contava com um novo professor, o qual fez com que Takagi e as outras meninas que participaram diretamente ou indiretamente do bullying recebessem advertências.

Ler o artigo →

Este anime que teve como base o mangá Houshin Engi (Soul Hunter ou Caçador de Almas em tradução livre) de Ryuu Fujisaki, escrito entre 11 de junho de 1996 e 24 de outubro de 2000, é um reboot daquele mesmo anime que passava na Locomotion, de segunda à sexta, às 18:30. A versão mais antiga, dirigida e produzida entre 3 de julho de 1999 e 25 de dezembro de 1999 (temporadas de verão/inverno e outono/primavera) tinha como nome Senkaiden Houshin Engi (Romances of Sealed Gods (Romances dos Deuses Selados) ou Soul Hunter: Battle of the Immortals (Caçador de Almas: Batalha de Imortais)) e para mim essa versão foi muito boa. Tão boa que conseguia ver repetidas vezes não importasse o episódio.

Ler o artigo →

Como descrever o que senti no primeiro episódio deste anime?
“O Amor vem Logo Após a Chuva” ou apenas “Após a chuva” conta com uma narrativa normal de qualquer anime de romance. Apesar da diferença de idade da protagonista, Tachibana, que tem 17 anos, e Kondou, com seus 45 anos, ainda podemos sentir que aquele clima de sentimentos ainda perdura sobre a protagonista.

Ler o artigo →

Olá, gente! E venho aqui com o último artigo de Osake!

Este foi um episódio de “aquecimento para bebidas mais pesadas”, porque com certeza Sora é especialista em enganar. Vamos dizer que Chisato tenha chegado cansadona do trabalho e quer descansar bastante. Pela rotina da protagonista sabemos que ela chega em casa e seu marido já prepara um coquetel ou alguma coisa assim, só que alcoólica (isto só não aconteceu no sexto episódio, quando teve que se concentrar 100% no projeto que ela deveria apresentar ao diretor de sua empresa), mas não acontece do jeito que a mulher quer. O que será que aconteceu? Será que, se ele demorasse mais um pouco, ela ficaria muito bolada?

Ler o artigo →

Aê! Olá, pessoas! Eu não sei dizer se este anime FINALMENTE terminou ou se ele se encerrou de maneira digna, porque eu gostei de muitas coisas que foram mostradas neste episódio. Poderia dizer que foram mostradas muitas coisas palpáveis aos fãs de animes, e principalmente cenas que conhecemos bastante. Também poderia dizer que a parte em que mais me diverti foi a que apareceu o EYECATCH, que são as pequenas imagens (podem ser tanto em movimento, quanto paradas, como neste anime) que aparecem para mostrar que chegou na metade do episódio.

Também há muitas coisas que eu gostaria de comentar sobre o final de Animegataris, então escreverei até me contentar e encontrar várias outras coisas boas que infelizmente não encontrei em tantos outros episódios.

Ler o artigo →

Oi, pessoal! Chegamos na metade da segunda temporada! Acredito que, no próximo sábado, não terá mais um episódio por causa do recesso do Ano Novo, mas em janeiro terá mais uma leva de episódios, completando 22, assim como na primeira temporada.

Este episódio é muito interessante e sentimental. Além de estar rolando uma partida para saber quem vai competir em um dos principais torneios de shogi contra um dos melhores jogadores, também acontecem duas coisas: o anúncio de uma partida comemorativa entre Kiriyama e Souya, e também a despedida do pessoal do terceiro ano do Clube de Ciências e Shogi.

Ler o artigo →