Quando os autores de Shingeki no Kyojin e Blue Lock elogiam um mangá é porque ele deve ser interessante e é justamente esse o caso de Kin to Tetsu (Fungus and Iron), uma distopia tão peculiar quanto cativante de autoria de Ayaka Katayama em lançamento na revista Bessatsu Shounen Magazine.

Na história acompanhamos Dante, uma garoto que se diferencia em tudo de seus companheiros de setor. Dante vive em um mundo distópico no qual não são os humanos que estão no topo da cadeia alimentar e sim os fungos. A organização Morchella controla tudo, mas existe um grupo rebelde chamado Aether e durante uma missão Dante entra em contato com uma de suas integrantes, Aoi, uma mulher, algo nunca antes visto por ele. A partir desse evento o mundo de Dante muda para sempre.

Ler o artigo →

Tsumuji Magari x Spring é um mangá de Tanuki Yumeno (um experiente autor de hentais) lançado na revista Weekly Young Magazine (Akira, Chobits, Prison School).

Izumi é um colegial que herda a casa do falecido avô, na qual existe uma misteriosa fonte termal em que youkais de todo o Japão se reúnem. Lá ele reencontra uma youkai que conheceu na infância e assim sua aventura erótica e sobrenatural tem início.

Ler o artigo →

Otome no Itari é um one-shot de Io Sakisaka (Ao Haru Ride, Strobe Edge e Omoi, Omoware, Furi, Furare) lançado na revista Bessatsu Margaret.

Desde que entrou no colegial Kohane presta atenção no solitário Kiryu que não conversa com ninguém da sala e sempre se isola. Um dia ela o segue e vai parar na biblioteca, passando a conhecer mais o garoto a partir daquele ponto.

Ler o artigo →

Sakura, Saku é o mais novo mangá de Io Sakisaka (Ao Haru Ride, Strobe Edge e Omoi, Omoware, Furi, Furare) lançado na revista Bessatsu Margaret.

Saku procura por um garoto de sobrenome Sakura que a ajudou quando ninguém mais o fez. Movida pela gentileza dessa pessoa Saku muda de vida e passa a se encarar mais como uma “personagem principal”, alguém que tem o seu valor por sempre ajudar ao próximo. Um dia, na cerimônia de entrada do colégio, Saku conhece Haruki “Sakura” e isso começa a mover as engrenagens do destino.

Ler o artigo →

Megami no Café Terrace (Goddess Café Terrace) é o mais novo mangá de Seo Kouji (Kimi no Iru Machi, Suzuka, Fuuka, Hitman), um verdadeiro mestre do romcom dramático, a sair na Weekly Shounen Magazine.

Na história acompanhamos Kusakabe Hayato, um garoto que passou na Toudai (a universidade mais prestigiada do Japão), mas tinha problemas de relacionamento com a vó, deixando a casa dela ainda três anos antes. Um dia ela falece e ele precisa retornar ao lar, um café caindo aos pedaços em que moram cinco garotas contratadas por ela para atuarem como garçonetes e que, a maneira delas, acabam ajudando Hayato a se reencontrar com seus sentimentos.

Ler o artigo →

Você já deve estar de saco cheio da pandemia do coronavírus, e quem não está, não é? Mas foi pensando nela e no quão inusitado seria explorar o assunto pandemia na ficção que alguém no Japão teve uma ideia de criar um mangá situado em um mundo diferente no qual… o padrão é viver a vida de máscara até dentro de casa (como faço porque convivo diariamente com várias pessoas do grupo de risco e seguro morreu de…).

Enfim, New Normal (“O Novo Normal”, frase que você deve ter ouvido muito no noticiário nos últimos meses) é um mangá de Akito Aihara (Bimajyo no Ayano-san) que conta a história de Hata e Natsuki em um mundo diferente após ter passado por uma pandemia.

Na história andar de máscara é o normal e existem várias outras consequências da pandemia. Natsuki, que tem interesse em como era o mundo pré-pandêmico, acaba sendo vista sem máscara por Hata, o que faz os dois se aproximarem e compartilharem um interesse em comum.

Ler o artigo →

Quem nunca teve um relacionamento “peculiar”, para o bem ou para o mal, que atire a primeira pedra. Você já se envolveu com alguém comprometido ou compartilhou uma amizade por um motivo muito específico? Ou pior, já teve um relacionamento tóxico? Espero que esse último tenha ficado no passado, afinal, ninguém merece estar ao lado de quem só bota você para baixo (e o mesmo vale se for o contrário).

Enfim, que tal uma lista com 6 mangás que abordam relacionamentos peculiares por diferentes motivos, cada um a sua maneira? A lista é dominada por mangás do excêntrico Oshimi Shuuzou (que eu adoro), mas os mangás de outros autores não ficam atrás e também provém uma visão interessante sobre relacionamentos que fogem do comum (ou ao menos fogem do que a gente imagina que seja o comum).

Sem mais delongas, indico a você que desenvolva um relacionamento aberto com esses mangás para lá de interessantes.

Ler o artigo →

Nine Dragons’ Ball Parade (Kowloon’s Ball Parade) é o mais novo mangá de esportes da Weekly Shounen Jump e que, por tabela, é lançado em inglês e espanhol no app Manga PLUS da Shueisha. A história é de Mikiyasu Kamada e as ilustrações de Ashibi Fukui.

Na história acompanhamos Tamao Azukida, um garoto franzino e inteligente, mas muito dedicado, que tem o sonho de se tornar jogador de basebol de um grande time do colegial. Na peneira para se juntar a esse time ele conhece Tao Ryudo, um talentoso arremessador que decide compartilhar seu sonho com Azukida.

Ler o artigo →

Kiruru Kill Me é o mais novo mangá de Yasuhiro Kano (Kiss x Death) lançado na Shounen Jump+, a plataforma digital da Shueisha no Japão, e no Manga PLUS, em inglês e espanhol, no ocidente.

Na história acompanhamos o jovem ricaço Aoi Nemo e a assassina de aluguel Akaumi Kiruru. Aoi se apaixona a primeira vista pela moça, mas ao invés de cortejá-la contrata seus serviços para que ela tente matá-lo e assim ele consiga se aproximar de sua amada. Isso que é um amor de matar, não?

Ler o artigo →