Estamos recrutando redatores, clique aqui e se candidate, vagas limitadas!

Esses dois episódios a serem comentados tem algo em comum, que é o fato de não estarem conectados diretamente à história central, servindo para desenvolver melhor algumas personagens. Tais episódios até parecem fillers mas não os considero dessa forma devido a sua importância de trabalhar mais certas personagens, enquanto a definição que nós conhecemos de fillers é enrolação.

Ler o artigo →

Finalmente, Garo: Vanishing Line parece estar entrando em algo maior! Até agora o que a temporada atual tinha nos entregado eram apenas episódios básicos com poucos acontecimentos importantes nos episódios que viriam depois. Mas o episódio 7 nos entrega acontecimentos interessantes, um novo personagem intrigante e misterioso, não por ele em si, mas por ser o Cavaleiro Negro e por ser visualmente muito parecido com Luke, talvez eu esteja errado, mas quando vi o Cavaleiro Negro só pensei no pai do Luke.

Ler o artigo →

Começamos o episódio com a ótima notícia de que conseguiram achar todos os pedaços das Ametistas, ainda bem! Além disso, descobrimos qe as pedras hibernam no inverno, e enquanto elas dormem, uma outra delas assume a patrulha sozinha, a Antarc! Mas esse ano a Phos resolveu ficar acordada, por ter peso demais na consciência e não conseguir dormir.

Ler o artigo →

Neste episódio, vemos que quem mais pode fazer a diferença são as pessoas que estão ao nosso lado. Apesar de Kiriyama não ser da família Kawamoto, ele está sendo de grande ajuda para que Hinata consiga seguir em frente e libere toda a sua raiva.

O que me faz pensar que, quando ela chora, não é de ódio das meninas, mas sim de raiva, que é um sentimento muito mais brando e menos destruidor. O que ela quer é que as meninas percebam o erro que cometeram ao praticarem tanto bullying com a Chiho que a fez mudar de escola e nunca mais falassem dela. E a situação está tão feia que nem mesmo coragem ela tem de começar a estudar no novo local, mesmo estando no fim do ano letivo.

Ler o artigo →

Quando falam em frutas tropicais, a banana é uma das primeiras a serem lembradas por ser bastante conhecida. Além de gostosa, ela é também pode ter conotação sexual graças ao seu formato fálico no qual foi bem aproveitado pela personagem Miu que soube muito bem erotizar a fruta.

Mas o que tem haver banana com o episódio? A resposta é simples, na primeira parte do sétimo episódio, o café adotou uma temática tropical para agradar os clientes e que foi simplesmente divertido. Ver a Maika se perdendo dentro do seu próprio local de trabalho foi engraçado. 

Ler o artigo →

E eu que achei que a mãe do Hiro passaria por poucas e boas na mão dele, aparentemente estava enganado. Ela se matou depois de descobrir o que o filho estava sendo acusado de ter feito. E querendo ou não, o papel dela foi sim importante, já que sua morte motivou o Hiro a continuar as atrocidades que vinha fazendo, e agora ele está com o dobro de ódio.

Ler o artigo →