Estamos recrutando redatores, clique aqui e se candidate, vagas limitadas!

Alô, pessoal! Como estão nesta terça-feira? Venho com mais um artigo de Sangatsu no Lion para vocês!

Este episódio foi igualmente sentimental e, embora também se foque no problema que a Hina-chan está passando, não a mostra mais chorando. O que posso dizer é que Kiriyama já vê as três irmãs como família e ele, como um bom amigo, está tentando fazer de tudo para que Hinata seja feliz e se sente em uma dívida enorme com ela.

E Akari, que não sabe o que fazer nessa situação adversa que sua irmã está passando, está refletindo bastante sobre o que deveria fazer, e admira muito o seu avô por ter dado uma declaração daquelas no episódio anterior.

Ler o artigo →

As pernas novas realmente foram o foco do episódio. Aparentemente ela, no começo, não tinha controle, mas adquiriu o mesmo em menos de cinco minutos depois. Deixaram ela finalmente participar de algo que ela queria, mas não foi como ela esperava. O mais surpreendente disso tudo foi o motivo que ela disse ter para querer tanto fazer tudo isso. Aparentemente ela é “apaixonada”, do jeito dela, pelo professor, esse que vem se tornando cada vez mais uma incógnita, e eu vou tentar refletir um pouco sobre ele aqui.

Ler o artigo →

Finalmente eu posso chegar aqui e dizer que a história de Inuyashiki progrediu. O encontro, adiantado a nós pela abertura, entre o Inu e o amigo do Hiro aconteceu e, mesmo que o amigo não tenha capacidade para fazer nada demais, provavelmente essa aliança dos dois será um dos pontos mais importantes do anime, talvez o Inu descubra como utilizar seus poderes graças a ele. E o Hiro? Quando decide mudar, acaba na merda. Eu estou curioso para saber se ele cumprirá sua promessa de não matar mais ninguém, seria interessante ver ele se livrando dos problemas sem usar da violência.

Ler o artigo →

Mantendo a consistência e o realismo a história continua avançando de forma bastante objetiva, dando forma a coisas que vinham sendo construídas e tomando contornos interessantes, mesmo que ainda bem previsíveis. Vamos a mais um episódio de “Só porque estou usando demais esse trocadilho não quer dizer que vocês não vão ler o resto do artigo”, né? Né? Espero que sim!

Ler o artigo →