Estamos recrutando redatores, clique aqui e se candidate, vagas limitadas!

Lembra do que eu falei sobre o sentido no último artigo? Nesse episódio eles deram um pequeno foco a isso, mas mesmo assim eu achei digno de menção, já que antes eu reclamei. Mas sobre o mais importante, o novo estilo da Phos, eu definitivamente NÃO gostei, e achei EXTREMAMENTE REPENTINO. Gosto muito de animes com evolução ao nível de Game of Thrones, mas elas tem que ser digeríveis, e não algo que acontece de uma hora pra outra. Sim, eu sei que no anime teve um time lapse bem grandinho, mas o mais importante é o que levou para a gente!

Ler o artigo →

Voltamos pro mesmo patamar de “tá, beleza, já acabou o episódio?”. E isso me preocupa demais, já que aqui no anime, não temos o tempo para enrolação e envolvimento, como temos no mangá. Aqui a grana gasta é alta e há limite para quantos episódios podemos fazer, o que implica em menos enrolação e mais evolução. Mas o nível de rendimento aqui está alto, eu tenho certeza que pra fechar a história completa precisariam de, nesse ritmo, no mínimo mais uns 50 episódios, mas não vai chegar a isso, eu creio que está marcado para ter 24!

Ler o artigo →

Entre os muitos elogios que esse episódio merece, um deles é a luta. Muito bem animada e bastante dramática, Antarcticite contra os Tsukijin pelas suas memórias (com o Sensei principalmente), foi muito linda. Além disso, os muitos mistérios sem explicação que cada vez só aumentam, e junto a eles a minha vontade de ver o anime também cresce.

Ler o artigo →

Começamos o episódio com a ótima notícia de que conseguiram achar todos os pedaços das Ametistas, ainda bem! Além disso, descobrimos qe as pedras hibernam no inverno, e enquanto elas dormem, uma outra delas assume a patrulha sozinha, a Antarc! Mas esse ano a Phos resolveu ficar acordada, por ter peso demais na consciência e não conseguir dormir.

Ler o artigo →

E eu que achei que a mãe do Hiro passaria por poucas e boas na mão dele, aparentemente estava enganado. Ela se matou depois de descobrir o que o filho estava sendo acusado de ter feito. E querendo ou não, o papel dela foi sim importante, já que sua morte motivou o Hiro a continuar as atrocidades que vinha fazendo, e agora ele está com o dobro de ódio.

Ler o artigo →

As pernas novas realmente foram o foco do episódio. Aparentemente ela, no começo, não tinha controle, mas adquiriu o mesmo em menos de cinco minutos depois. Deixaram ela finalmente participar de algo que ela queria, mas não foi como ela esperava. O mais surpreendente disso tudo foi o motivo que ela disse ter para querer tanto fazer tudo isso. Aparentemente ela é “apaixonada”, do jeito dela, pelo professor, esse que vem se tornando cada vez mais uma incógnita, e eu vou tentar refletir um pouco sobre ele aqui.

Ler o artigo →