Mairimashita! Iruma-kun é uma comédia um tanto quanto diferente. Não é nada fantástico ou fora da caixa, mas tem uma personalidade própria. Além disso é extremamente sagaz na forma como conduz a sua história.

Tudo isso devido a uma comédia que consegue contrariar expectativas criando cenários cômicos extremamente curiosos. Essa é a aventura de um frágil e inocente humano dentro de uma escola cheia de demônios que podem estraçalha-lo a qualquer momento.

Ler o artigo →

Richard voltou ao Japão e nesse retorno pudemos ver um pouco mais do seu passado, entender algumas das outras intrigas que rodavam na época e principalmente, ver como ele era sofrido mesmo com toda a riqueza que tinha, sendo sempre largado pelos adultos que deviam cuidar e lhe proteger.

Ler o artigo →

Em épocas de crise a escrita também entra em crise. Mas vamos lá pessoal, vou me esforçar para comentar esse penúltimo episódio de Blade.

Para título de curiosidade, já que o anime simplesmente se esqueceu, ou talvez escolheu, não explicar esse detalhe central do enredo da obra, levando a pergunta? O Manji é imune a doenças. A resposta, para quem já se perguntou isso e ainda desconhece o como a habilidade regenerativa dele funciona, é sim. Manji consegue regenerar completamente os seus tecidos caso o dano não ultrapasse um certo limite. Qual esse limite? Bem, só lendo o mangá mesmo, ou ouvindo os spoilers que descrevo no vídeo aqui linkado.

Ler o artigo →

O OVA de hoje é no mínimo controverso, pois Cencoroll Connect (2019), continuação e anexação, ou mesmo um puxadinho do OVA original de 2009, mantém o estilo experimental despreocupado em estruturar um enredo coeso, e muito mais focado em se divertir ante ao surreal e, ao mesmo tempo, prosaico, cenário da obra.

Ler o artigo →

Tirando o suicídio surpresa do grande vilão do anime todo o resto do episódio 12 foi, senão previsível, até adequado dado o que a narrativa havia apresentado antes.

O melhor, ou que ainda considero interessante, ficou mesmo para o episódio final, mas isso não quer dizer que não haja o que comentar sobre o penúltimo ato da obra. Enfim, é hora de ID:Invaded no Anime21!

Ler o artigo →

Kaname matou pela primeira vez. Kaname se tornou alguma outra coisa além de assassino? Não sei dizer, talvez ele seja um personagem mais “cascudo” agora que foi até a última consequência?

O importante é que o protagonista mudou, seguiu por um caminho sem volta. É hora de Darwin’s Game no Anime21!

Ler o artigo →

Até que eu gostei desse episódio, não pela animação qualquer coisa, com certeza não, mas pelas opções do roteiro nas cenas de ação, o direcionamento dado a elas, e o ritmo do próprio episódio, com destaque a Marie e a revelação sobre ela que surpreendeu zero pessoas. É hora de Dendro no Anime21!

Ler o artigo →