Logo após o início do episódio nós vemos mais um ataque realizado por digimons controlados pelo miasma. Que novidade. O episódio não foi lá dos mais interessantes e criativos, talvez por esse ser o último dessa sequência de super evoluções. Como um todo este foi um episódio bem fraco. Não digo ruim, apenas fraco. Ainda assim tivemos algumas cenas bem interessantes, em especial a cena final que conseguiu me surpreender bastante.

Ler o artigo →

Mesmo com todos os acontecimentos do episódio passado os personagens conseguiram tomar coragem para enfrentar seu inimigo em comum. Esses caras são corajosos mesmo. Mas não podemos dizer o mesmo do anime, pois ele se acovardou. Quem viu sabe exatamente sobre o que estou falando, e se compartilha de minha frustração vai desculpar o meu breve desabafo. Pois é por ele que irei começar.

Ler o artigo →

Um pouco de nostalgia nunca é demais. Ainda mais quando ela vem acompanhada de um bom episódio e num contexto extremamente coerente. É o famoso matar dois coelhos com uma cajadada só. Nesse caso, encontrar outro inseto gigante para duelar com o Kabuterimon enquanto nos faz relembrar o primeiro episódio do clássico Digimon Adventure.

Ler o artigo →

Sem dúvidas aquilo que mais me surpreendeu nesse episódio foi o poder da Garudamon. Quem sabe o fato do inimigo parecer muito mais forte do que qualquer outro até então mostrado tenha ajudado. Ou quem sabe tenha sido pela facilidade que ela destruiu esse inimigo. Não importa quais ou quantas são as dúvidas pois há uma simples e clara certeza. A Garudamon é forte, muito forte.

Ler o artigo →

Não há muito para se dizer sobre o episódio, ele foi leve e descontraído. Ele apenas soltou os seus personagens, deixou eles livres para saírem por aí e se divertirem. Nada demais, algo tipo ir em fontes termais, cortar o cabelo, beber em um bar até cair, trocar socos por aí, visitar Thomas Edison, sair atirando no meio da rua, enfim, coisas normais.

Ler o artigo →

O reboot de Digimon vem nos surpreendendo a cada episódio, e sempre de uma forma diferente. Tem defeitos? Uma coleção deles é claro. Mas eu confesso que estou bastante surpreso pois minha expectativa era bem baixa. Por que estou falando disso? Simples, esse episódio foi especial. Sim, a aparição do MetalGreymon foi especial, mas esse episódio foi mais. Na minha opinião esse foi de longe o melhor episódio do anime e mostrou um potencial até então escondido. E isso sim é algo especial.

Ler o artigo →

Todo mundo tem alguma memória, alguma coisa que aconteceu em seu passado que o marcou profundamente. Alguns tem coisas mais impactantes, outros menos. Há quem tenha mais coisas marcantes para se lembrar, enquanto outros também as possuem, porém em menor número.

Seja como for foi sobre isso que esse episódio tratou e seu maior acerto nem foi ter trabalhado esse tema num personagem, mas ter trabalhado com o passado de dois ao mesmo tempo.

Ler o artigo →

Depois do MetalGreymon já estava óbvio quem iria aparecer logo em seguida. Tudo bem que a super digievolução não aconteceu em circunstâncias tão especiais quanto a do caso anterior. Mas estou me apressando, o lobo bípede dando porrada num escorpião gigante é coisa do final, é sobre três amigos cruzando um deserto com grande astúcia que devo começar.

Ler o artigo →

O plano do “Gil” não foi um sucesso, mas também passou longe de um fracasso, pois tirar o Dylan e o TJ da corrida, ou ao menos atrasa-los ainda é uma grande conquista. Nosso Dick Vigarista já parecia ser mais sortudo que o do desenho animado, mas aquele trapaceiro sempre se dava mal no final e aqui não foi diferente.

Ler o artigo →