O Ishigami não vinha aparecendo muito nessa temporada. De início não se viu nem sinal de Ishigami, mas pouco a pouco ele foi aparecendo aqui e ali. Ainda assim, em nada que se destacasse. É claro, isso em uma temporada onde o Shirogane e a Kaguya brilharam, além da Iino que foi capaz de deixar a sua marca. Porém, o Ishigami conseguiu a proeza de virar o jogo em um único episódio.

Ler o artigo →

Esse foi um exemplo de como fazer um episódio de qualidade enquanto consegue dar atenção para praticamente todos os personagens. E ainda assim, um nome conseguiu se destacar, e esse nome é “Shirogane”. Sim, estou falando da família toda. Um nome, uma família, e tudo num só episódio.

Ler o artigo →

Esse episódio já começou com a Iino, que continua sendo uma “sortuda” em escolher os melhores momentos para visitar o conselho estudantil. Miko entrou no conselho estudantil. Miko quer sair do conselho estudantil. Se alguém tinha dúvidas que ela seria uma grande personagem, duvido que ainda tenha. Toda vez que a criaturinha aparece ela brilha.

Ler o artigo →

Nunca mexa com os livros de uma bibliotecária, essa é uma boa lição. Caso contrário, você pode morrer. Não, esse não foi um episódio sério, na verdade foi o mais descontraído até então. Um divertido, informativo e criativo episódio. Então, vamos a ele.

Ler o artigo →

Que o amor é algo perigoso o título “Love is War” já deixa bem claro, e como bem se sabe por aqui, quem se apaixona perde. Nada como um diagnóstico de um especialista, e lá está, a verdade que já não pode ser negada. Seria um sinal que essa guerra está chegando ao fim? Talvez não tão cedo, mas que ela é uma guerra perigosa, a isso é.

Ler o artigo →