Após um episódio cheio de perguntas e muita destruição, Gridman fez o favor de vir com tudo no segundo episódio. Não respondeu tudo, lógico, mas explicou e mostrou detalhes muito interessantes sobre a obra no geral. Claro que no fim das contas a obra ainda não emplacou e sequer mostrou a que veio, afinal, a única certeza que temos é: a Terra está em perigo e aparentemente só Yuuta pode ajudar nessa missão.

Ler o artigo →

Depois de uma trama bem movimentada no primeiro episódio, tivemos outro avanço considerável nesta recriação de Romeu e Julieta em forma de comédia romântica escolar japonesa. Levando em conta sua premissa, o anime está se saindo bem melhor do que imaginei que seria, colocando uma pitada otaku no clássico de Shakespeare.

Ler o artigo →

Grand Blue é um anime de comédia produzida pelo estúdio Zero-G (Tsugumomo, Dorei-ku, etc) e dirigido por Takamatsu Shinji (Sakamoto desu ga?, Danshi Koukousei no Nichijou, Gintama, etc). Em seus 12 episódios a obra conta sobre Iori Kitahara, um jovem que está entrando na vida universitária e para isso, acaba indo morar na casa de seu tio numa cidade litorânea. Porém, quando ele chega uma série de acontecimentos bagunça sua vida de uma maneira completamente maluca e todos seus planos vão por água abaixo.

Ler o artigo →

Tem aquela música de “Chavez” que conhecemos bem, não tem? Principalmente aquela parte em que diz “Existem jovens de 80 e poucos anos, e existem velhos de apenas 26”. Essa é a música que lembrei para definir Itsuki Roppa, um jogador da Liga Inferior que estava indo tão bem nos jogos que foi mandado para a Liga Principal.

Ler o artigo →

A luta de Giovanna e Bucciarati teve um desfecho previsível, mas nem por isso menos interessante e, além disso, esse episódio nos apresentou o verdadeiro Giorno; tanto por sua história de vida, quanto pelas suas atitudes. Quem ele é, o que quer e o que está disposto a fazer. É hora de Jojo no Anime21!

Ler o artigo →

Se tem algo que definitavamente não é característica do amor, esse “algo” é a justiça.

Mesmo quando é um amor correspondido, alguns sentimentos de “frio na barriga”, conhecido pelos japoneses como “doki doki” (e acredite, não estou falando de nenhum clube de literatura), vêm sem que a gente queira, em momentos que não dá para saciar esse desejo de abraçar uma pessoa amada.

Nossa eu tô muito meloso… Vamos para o artigo para entender o porque desse sentimentalismo!

Ler o artigo →

Após um primeiro episódio extremamente polêmico, Goblin Slayer veio nesse segundo episódio numa pegada diferente. Mais informações e conhecimentos e menos ação (e crueldades). Não foi um episódio pesado visualmente mas que tinha um clima pesado em certos momentos, mais especificamente na parte onde ele revela sobre seu passado e sua filosofia em relação aos goblins. Particularmente eu gostei muito da trilha sonora dessa parte pois ela conseguiu trazer um clima correspondente e envolvente.

Ler o artigo →

A amizade é uma conexão afetiva/emocional, por isso não é surpreende que uma pessoa que tropece constantemente em sua ansiedade social, falta de confiança e timidez possa relacionar-se com alguém espevitada, corajosa e sociável. Aoi Yukimura e Hinata Kuraue conheceram-se na escola primária, quando sobem uma montanha juntas pela primeira vez e prometem repetir a experiência. Porém, elas passam um período distantes, até se reencontrarem no ensino médio. Hinata, a expansiva, e Aoi, a acanhada, retomam a amizade que é fortalecida pelo montanhismo.

A terceira temporada é a que traz obstáculos ao convívio e desafios para a união entre elas. Amadurecer é um processo repleto de desejos, dúvidas e descompassos, há muitos enganos e frustrações envolvidos, mas também as fases de primícias e descobertas Aoi e Hinata estão crescendo e alguns ruídos são sentidos em sua relação. No entanto, Hinata internaliza o seu incômodo e Aoi não percebe os sinais de um afastamento que se instalou como ameaça, um fantasma silencioso.

Ler o artigo →