Bom dia!

Com alguns dias de atraso, que podem ser considerados alguns meses de adiantamento (né, Netflix?), ofereço-lhe minhas sinceras primeiras impressões sobre Dorohedoro.

Em Dorohedoro existem feiticeiros, que vivem, sei lá, na Feiticeirolândia, e existem pessoas sem poderes mágicos, que vivem no Buraco à mercê dos feiticeiros que vão lá atazaná-las com feitiços de transmutação potencialmente mortais a pretexto de treinar para serem capazes de atazanar pessoas com transmutações potencialmente mortais.

Se ficou parecendo estranho, é porque é tudo muito estranho mesmo.

Ler o artigo →

Bom dia!

Facilmente uma das melhores estreias da temporada, e eu não tenho desculpa nenhuma pelo atraso nesse artigo. A minha semana foi difícil em mais de uma maneira, mas Eizouken merecia mais.

Ao invés, a comédia despretensiosa que celebra não apenas a arte da animação como também os próprios artistas responsáveis por ela ganhou uma polêmica tola.

Um guri aí resolveu comparar seu character design com o de Violet Evergarden, e ninguém entendeu ainda por quê.

Ler o artigo →

Bom dia!

Anos depois do anime original, Madoka Magica finalmente tem uma nova série para TV – mas é um spin-off, não uma continuação de sua história.

Novos personagens, novas circunstâncias. De fato, não é preciso ter assistido Madoka Magica para entender Magia Record. Já desde esse primeiro episódio está claro que tudo o que for necessário será explicado novamente.

Talvez seja até mais divertido assistir assim.

Mas claro que isso viria com uma desvantagem: Magia Record certamente terá spoilers de Madoka Magica. Se bem que, depois de tanto tempo, a não ser que você seja um novato em animes provavelmente já sabe ou tem uma boa noção da maioria dos grandes spoilers.

Seja você fã de Madoka Magica desde a estreia do primeiro episódio, seja alguém que está conhecendo essa franquia pela primeira vez com Magia Record, espero que tenha uma boa experiência!

E o que esse primeiro episódio teve a nos oferecer?

Ler o artigo →

Bom dia!

Dois incríveis episódios de Hoshiai no Sora! Eu não assisti muitos esportivos esse ano. Na verdade, só assisti dois, o esquecível Cinderella Nine e o segundo cour do também incrível Kaze Fui. Entre esse e Hoshiai está difícil decidir qual o melhor, os dois são muito bons, mas esse ainda não acabou, né, vamos ver. E você, assistiu mais algum anime esportivo esse ano?

Hoshiai no Sora parece ter vindo para lidar com a questão da identidade, ou mais especificamente como ela se forma no começo da adolescência e os conflitos e dificuldades decorrentes disso.

Nos episódios anteriores o tema já havia surgido, com destaque para a rápida cena da Kinuyo, a presidente do Conselho Estudantil, que para sua mãe é Ruriha, mas que gostaria de ser Kaori. É no oitavo episódio porém que o tema surge de forma central, em parte com as peças jogadas desde o episódio sete.

Ler o artigo →

Bom dia!

Por que “sentido da vida” soa tão brega mas “raison d’être” soa tão poético? É só porque é francês? Deve ser por isso. Mas não posso ter um título de artigo em francês em um blog em português, então me perdoe pela breguice.

O Príncipe Canuto teve sua epifania no episódio anterior e descobriu o sentido da sua vida. Da mesma forma, Vinland Saga já havia revelado a raison d’être de Thors e o momento em que ele teve a sua epifania no terceiro episódio.

De lá para cá assistimos um grande elenco de personagens perdidos, em particular Thorfinn, filho de Thors, que não sabem ainda porque vieram a essa mundo ou cujos objetivos são muito mesquinhos para constituírem de fato um sentido para suas vidas.

Daí que não possam ser guerreiros de verdade – ou reis de verdade, mas isso só fazia sentido para o Canuto então já está resolvido.

Ler o artigo →

Bom dia!

O título do episódio é “Saindo do berço”, e indica o que parece indicar: Canuto supera o seu passado, atinge um nível de compreensão sobre o mundo que ele não tinha até então e se torna, enfim, digno do título de Rei que ele há de carregar um dia.

Na verdade, o Canuto de Antes e o Canuto de Depois desse episódio são tão diferentes que eu acho que a melhor metáfora seria o nascimento, ou renascimento: o Príncipe Canuto morreu, e o Rei Canuto renasceu em seu lugar. Só falta ele se tornar rei de direito.

É uma grande mudança, mas, mesmo assim, a estrutura narrativa do episódio, combinada com a história de Vinland Saga até então, foi tão convincente ao retratar a brusca evolução do príncipe que não pareceu forçado em momento algum – muito pelo contrário.

Ler o artigo →

Bom dia!

A vida em sociedade depende de um equilíbrio delicado entre seus indivíduos, suas necessidades e interesses.

É impossível que todos saiam ganhando sempre. É impossível todos terem o máximo possível de cada interação sempre. Pior do que isso, é impossível evitar que alguns abusem das regras da sociedade ou simplesmente as quebrem para atender suas próprias vontades.

Assim que viver em sociedade é ter certeza que teremos menos do que gostaríamos, provavelmente menos do que seríamos capazes se, tudo o mais constante, tudo nos fosse permitido, e ainda corremos o risco de sermos alvo de transgressores agindo em benefício próprio.

E, no entanto, somos animais sociais. A alternativa, viver isolados, não existe.

Ler o artigo →

Bom dia!

Envolvendo a eleição para o governo provincial, esse segundo jogo da Bifrost foi tudo exceto sutil. Mesmo assim, foi em certa medida menos pior?

O anterior envolvia a alimentação de uma bolha imobiliária, e quando informações sobre ela foram descobertas por um contador, ele foi morto.

Bom, pensando bem, acho que dessa vez morreu mais gente, embora fossem menos centrais para o caso, e várias delas criminosos latentes perigosos.

Por outro lado, por tudo o que se entende a sociedade como um todo não está sendo diretamente prejudicada, então …

Ok, desisto de comparar. Nem é útil. Quero dizer, tenho certeza que Bifrost simplesmente não se importa.

Ler o artigo →

Bom dia!

O criminoso foragido que Olivier ordena que Juuzou capture é Hayden Gondry, o primeiro estendido, criado durante a guerra. E durante a guerra mesmo ele foi preso, permanecendo detido desde então, sem que no entanto jamais tenha sido julgado.

Eu fico realmente empolgado para descobrir mais sobre o passado desse mundo, entender como ele se tornou o que ele é hoje, mas sendo sincero eu duvido que No Guns Life dê muitas respostas.

Anime focado em ação que é, e adaptação de mangá em andamento ainda por cima, o mais provável é que dê apenas pistas para que possamos especular até ficarmos satisfeitos.

Ler o artigo →

Bom dia!

Primeiro episódio realmente esportivo desse anime esportivo. Quero dizer, teve treinamentos e que tais nos episódios anteriores, mas mesmo com eles Hoshiai no Sora foi basicamente um drama de seus personagens, tendo o esporte por fundo.

Dessa vez não, eles foram para o jogo de treino e assistimos a várias partidas, com ação, tensão, e pouco drama – mas sem perder o desenvolvimento de personagem de vista.

Confesso que não sou muito bom em falar desse tipo de coisa direta como esporte (ou qualquer forma de ação, ou comédia, ou …), mas isso não significa que eu não goste de assistir.

Se fosse assim o anime inteiro eu provavelmente estaria encrencado, mas aposto que é passageiro. Em todo caso, os garotos do clube de soft tênis da Shijo Minami deram o melhor de si nesse episódio e eu tentei dar o melhor de mim nesse artigo!

Ler o artigo →