Bom dia!

O criminoso foragido que Olivier ordena que Juuzou capture é Hayden Gondry, o primeiro estendido, criado durante a guerra. E durante a guerra mesmo ele foi preso, permanecendo detido desde então, sem que no entanto jamais tenha sido julgado.

Eu fico realmente empolgado para descobrir mais sobre o passado desse mundo, entender como ele se tornou o que ele é hoje, mas sendo sincero eu duvido que No Guns Life dê muitas respostas.

Anime focado em ação que é, e adaptação de mangá em andamento ainda por cima, o mais provável é que dê apenas pistas para que possamos especular até ficarmos satisfeitos.

Ler o artigo →

Bom dia!

Primeiro episódio realmente esportivo desse anime esportivo. Quero dizer, teve treinamentos e que tais nos episódios anteriores, mas mesmo com eles Hoshiai no Sora foi basicamente um drama de seus personagens, tendo o esporte por fundo.

Dessa vez não, eles foram para o jogo de treino e assistimos a várias partidas, com ação, tensão, e pouco drama – mas sem perder o desenvolvimento de personagem de vista.

Confesso que não sou muito bom em falar desse tipo de coisa direta como esporte (ou qualquer forma de ação, ou comédia, ou …), mas isso não significa que eu não goste de assistir.

Se fosse assim o anime inteiro eu provavelmente estaria encrencado, mas aposto que é passageiro. Em todo caso, os garotos do clube de soft tênis da Shijo Minami deram o melhor de si nesse episódio e eu tentei dar o melhor de mim nesse artigo!

Ler o artigo →

Bom dia!

Depois da forma tensa como o episódio anterior terminou, foi uma semana horrível esperar pelo quinto!

E para piorar, quinta-feira, dia em que o anime é transmitido normalmente, chegou a notícia de que o episódio seria adiado por causa de uma droga de um jogo de beisebol que demorou mais do que deveria. Eu passei a noite acordado e ele ainda não havia saído, então era verdade, sem Hoshiai no Sora semana passada e sem artigo na sexta-feira.

Exceto que sexta-feira o anime foi transmitido. Poxa vida, se tivessem dado a notícia direito eu teria tido menos problema. Analisa aqui comigo: estou cobrindo cinco animes, dos quais três saem na quinta-feira: além desse, No Guns Life e Psycho-Pass 3. Beastars não está sendo transmitido em streaming nenhum, então dependo da boa e velha fansubagem, que costuma estar disponível entre quarta e quinta.

E sexta-feira começa a correria: tenho artigos sexta, sábado, domingo e segunda. Fazer o quê, não é? Sexta-feira sem artigo.

Mas se eu soubesse que Hoshiai simplesmente sairia atrasado, teria adiantado um dos demais artigos e esse artigo já teria saído noutro dia.

Como Vinland Saga (de domingo) também não saiu semana passada, e hoje seria o dia de seu artigo, então vai hoje meu artigo de Hoshiai no Sora.

E foi tensa mesmo a treta com o pai do Maki, hein?

Ler o artigo →

Bom dia!

Quem diria, a moral do Louis não é tão elevada quanto eu acreditei que fosse. Não que eu tivesse muito fundamento para isso, apenas acreditei que por ele querer ser exemplo em um mundo com carnívoros e herbívoros vivendo em harmonia isso significava alguma coisa especial.

No final das contas, acho que projetei a minha moral nele.

Ler o artigo →

Bom dia!

A primeira temporada foi fácil de entender a motivação do vilão: o Shougo Makishima era louco. Na segunda temporada foi igualmente fácil entender a motivação do vilão: Kirito Kamui era outro louco.

No filme e no Sinners of the System não tinha mais loucos, mas continuava mais ou menos fácil entender as maquinações políticas, econômicas, os interesses em jogo e objetivos dos vilões.

Mas sinto que a minha matiz está nublando conforme eu tento entender a Bifrost dessa terceira temporada…

Ler o artigo →

Bom dia!

Definitivamente Askeladd se tornou o protagonista de fato na segunda metade do anime, não é? Nada contra. Focar no mal humorado Thorfinn não iria ser muito útil, de todo modo, já que ele não tem quase nenhuma agência.

E seria chato. Ele é mal humorado, afinal.

Ler o artigo →

Bom dia!

A partir de hoje os artigos de Beastars sairão às segundas-feiras e os de Hoshiai no Sora desde sexta-feira, dia primeiro, saem às quintas-feiras. A mudança se justifica pela demora na disponibilidade de Beastars em português, o que é obviamente importante para meu leitorado.

Nesse episódio vimos a conclusão do episódio da queda do Louis ao final da apresentação teatral bem como a segunda apresentação da peça. Relativamente pouca coisa aconteceu, mas foram coisas importantes para a caracterização do protagonista Legosi e, acredito, para seu futuro desenvolvimento.

Ler o artigo →

Bom dia!

No artigo de primeiras impressões eu prometi que cobriria Psycho-Pass 3, e cobrir Psycho-Pass 3 estou começando.

Serão apenas 8 episódios, mas todos de dupla duração, o que vale por 16 episódios “normais” – tempo total intermediário entre a primeira temporada, que teve 22 episódios, e a segunda, que teve 11.

E nesse segundo episódio teve o encerramento do primeiro caso e o começo do segundo. Teve Kougami e Ginoza (e Frederica). Teve a confirmação da situação da Akane, mas ainda mantendo o mistério de como chegou-se a tanto.

Teve mais cenas e diálogos crípticos entre os jogadores (??) do “roundrobin”, ou “bifrost”, ou sei lá eu, e mais divertido de tudo, teve uma sensacional animação explicando como ocorre uma bolha imobiliária nos moldes da Crise Mundial de 2008.

Ler o artigo →

Bom dia!

Sabe que estou gostando dos animes que escolhi? Claro, porque são bons também, mas não só isso. Eles me dão o que pensar.

Quando falamos em certo e errado, o bem e o mal, ou seja, quando falamos de moral, estamos falando de algo que se aplica exclusivamente ao ser humano. Os animais, mesmo os mais inteligentes, seguem seus instintos. Outras formas de vida sequer são capazes de tomar decisões complexas. E os objetos não vivos, os muito grandes e os muito pequenos, apenas obedecem as leis fundamentais do universo.

Seres humanos são animais morais. Transumanos, que nada mais são do que humanos evoluídos à força, com o concurso da tecnologia e da ciência, continuam sendo humanos e portanto morais.

Em No Guns Life, o transumanismo existe através de incríveis membros e outras extensões corporais robóticas com toda sorte de funções, controlados por circuitos autônomos chamados de sub-cérebros, conectados ao sistema nervoso central do humano ampliado.

Segundo o dito popular, errar é humano. Isso é verdade se estivermos falando de erros de natureza moral – um animal é plenamente capaz de cometer erros de julgamento, e quem tem animais de estimação sabe o que eu quero dizer e sabe que isso pode ter resultados hilários.

Assim, se o transumano é um humano, se é um animal moral, ele também é capaz de cometer erros e de ser mau.

Ler o artigo →