Bom dia!

É muito feio eu fazer referência à Chaves em um artigo sobre Banana Fish? Especialmente esse artigo. Especialmente essa referência.

Ash volta para Papa Dino. Não sei se está arrependido, mas bem poderia estar. Ele não tem orelhas fartas, mas metaforicamente está moído e com o rabo entre as patas.

Oh, bem, espero que não seja feio eu fazer referência à Chaves em um artigo sobre Banana Fish, pois acabei de fazer.

Ler o artigo →

Bom dia!

Não sei como me sinto a respeito desse episódio. Foi um bom episódio, um novo mundo instigante, um desenvolvimento que foi se revelando cada vez mais sinistro, mas não sei se entendi para onde Akanesasu Shoujo vai ou o que ele quer dizer.

Esse é o arco da Chloe. O “problema” dela, aparentemente, é que ela gosta de ficar sozinha às vezes.

O que não é problema nenhum.

Ler o artigo →

Bom dia!

A Yuu é uma pessoa observadora, analítica até. Ela conhece as pessoas observando como agem, como se comportam, o que fazem. Foi assim que ela, e só ela, percebeu que a Nanami estava nervosa com a eleição para o Conselho Estudantil.

Esse episódio começou com a Yuu mostrando de forma inequívoca suas habilidades de observação. Ela conhece suas amigas pelo tipo de literatura que consomem. Como sua família tem uma livraria, na qual ela trabalha de vez em quando, ela tem um ponto de observação privilegiado.

Sabe quando você vai comprar uma coisa em uma loja e fica pensando o que o atendente vai pensar de você? A maioria dos lojistas reais não pensa nada. São muitos clientes e eles têm preocupações maiores na vida. Mas se você for na livraria da Yuu, ela vai pensar coisas de você.

E a coitada da Nanami passou lá só pra ver a Yuu e comprou, sem saber do que se tratava o conteúdo, um romance lésbico bastante picante 😂

Ler o artigo →

Bom dia!

Esse é o primeiro episódio (na verdade não) de Zombieland que realmente é sobre Saga, a província japonesa que Koutarou tanto afirma querer “revitalizar” com suas idols zumbis.

E Saga não ficou mal na foto não. Ao mesmo tempo em que não foi exaltada como uma Utopia na Terra, tampouco foi zombada. Se pareceu engraçado (e foi engraçado) é porque o anime tratou de coisas bastante regionais, do tipo que provoca mesmo esse tipo de reação.

Tanto o restaurante retratado no anime quanto o Gatalympics existem de verdade.

Ler o artigo →

Bom dia!

Arco do hospital encerrado, Arthur derrotado (e morto), agora é hora de enfrentar o Dino! Ou não.

Um novo vilão surge para caçar Ash, e esse é muito mais habilidoso que o covarde do Arthur. E ao invés de um líder de gangue, é um assassino profissional. Diretamente da selva brasileira, verde e com poderes elétricos: Blanca! (Não!)

Ler o artigo →

Bom dia!

Uma coisa que Kaze Fui vem se esforçando para fazer desde o começo é dar tempo de holofote para todos os seus personagens. Nem todos conseguem brilhar, claro, mas em poucos episódios já conhecemos todos e temos uma boa noção sobre suas personalidades e motivações.

Para um anime com uma equipe de dez principais, sendo dois deles protagonistas, isso é bastante. Se será o bastante ao final ainda está para ser decidido, porém.

Ler o artigo →

Bom dia!

Eu não disse que a juíza era um clutter? Quero dizer, estava na cara. Mas havia dois clutters dessa vez! Poxa, como eu poderia saber que isso é possível?

Para dizer que “acertei” que a Mia ia conseguir se transformar contudo eu teria que ser convencido demais, porque isso era mais do que óbvio, esse é o arco dela afinal. E eu errei quando chutei que talvez a Asuka-do-outro-mundo não iria aparecer, afinal já tinha a Nana para lutar.

A Nana não lutou. Pff pra você, Nana.

Ler o artigo →

Bom dia!

Bem-vindo ao Café com Anime, um bate-papo que eu e Vinicius (Finisgeekis), Gato de Ulthar (Dissidência Pop) e Diego (É Só Um Desenho) temos todas as semanas sobre alguns animes da temporada. Cada um publica em seu blog as transcrições das conversas sobre um anime diferente.

Mais uma temporada! E desculpe pelo hiato entre a última publicação e essa. Em primeiro lugar, não publicaremos um artigo de expectativas dessa vez porque tivemos que escolher os animes na unha, não foi fácil escolher o que iríamos cobrir, nada parecia especialmente promissor então precisamos esperar as estreias. Some a isso alguns contratempos pessoais, e o resultado é esse hiato e o que seria o artigo de expectativas acabou sendo completamente inútil.

No Dissidência Pop vamos acompanhar Zombieland Saga. O É Só Um Desenho e o Finisgeekis ainda não publicaram seus primeiros artigos então vou fazer segredo. E aqui no Anime21 vamos continuar com Banana Fish.

Nessa edição do Café com Anime, leia a nossa conversa sobre os episódios 14, 15 e 16.

Ler o artigo →

Bom dia!

Olá, tudo bem, como vai? Se já vinha acompanhando YagaKimi aqui no Anime21 deve estar se perguntando: “cadê o Frisk?”.

Indo direto ao ponto, por motivos pessoais que não cabem aqui no blog, eu irei assumir Yagate Kimi ni Naru a partir desse episódio. Em compensação, o Frisk passou a cobrir Release the Spyce, que eu pretendia cobrir, e já publicou seu primeiro artigo nesse domingo, vá lá ler, eu recomendo!

Pelo menos essa mudança de redator aconteceu em um bom momento, já que o anime acaba de dar uma guinada na história.

Começam os trabalhos do Conselho Estudantil. Personagens novos. E pretendem encenar uma peça teatral? Yuri escolar com teatro, será que estou assistindo Aoi Hana?

Ler o artigo →

Bom dia!

.intro episódio de fonte termal!

Até um anime de zumbis precisa de um episódio de praia ou termas! Não que isso seja exatamente novidade. Highschool of the Dead teve um capítulo de banho (não sei se teve no anime, só li o mangá) para compensar a dificuldade de tirar um tempo para recreação em meio a um mundo desmoronando. Mas Highschool of the Dead é conhecido por ser um anime ecchi, coisa que Zombieland não é.

Gakkou Gurashi teve um episódio de piscina, cortesia da arquitetura da fortaleza onde as garotas se protegiam – uma escola que tinha uma piscina no teto. Não devem existir muitas assim, mas aquela era especial de todo modo.

Qual a novidade de Zombieland Saga então? Você sabe qual é.

As zumbis vão para a fonte termal!

Ler o artigo →