Bom dia!

Mais um dia de mais um ano, e mais um ano significa mais animes, mas quais foram os melhores animes desse ano de 2021?

Mas ainda não é a hora disso! Hoje e nesse artigo faremos algo um pouco diferente: Indicações Especiais. Animes que indicamos de algumas categorias ou gêneros muito específicos para valer um ranque próprio ou que merecem algum destaque em particular.

Também já publicamos:

Melhores Animes de Ação de 2021

Melhores Animes de Esporte de 2021

Melhores Animes de Comédia de 2021

Melhores Animes de Romance de 2021

Melhores Animes de Mistério de 2021

Melhores Animes de Horror de 2021

Melhores Animes de Slice of Life de 2021

Melhores Animes de Drama de 2021

Os animes a seguir podem ou não estar também em algum dos ranques de gênero acima, podem ou não vir a aparecer no ranque geral, mas nesse artigo estamos indicando eles por um motivo diferente!

Ler o artigo →

Bom dia!

Mais um dia de mais um ano, e mais um ano significa mais animes, mas quais foram os melhores animes desse ano de 2021?

Calma que vamos chegar lá! Por enquanto começaremos apenas com os melhores animes de ação de 2021.

Sendo um gênero popular e com tantos animes, a luta foi feroz, mas os bons venceram no final, como devia ser.

Ler o artigo →

Dessa vez não tivemos luta, mas vimos o desenvolvimento de algo bem pertinente a trama, que diz respeito ao protagonista, Shin, e por tabela o resto do mundo, afinal, Shin é a lâmina que está perdendo seu fio e precisa reencontrá-lo a fim de salvar a humanidade de seus fantasmas.

Entre todos os amigos do Shin, o Riden é o único que vejo sendo capaz de colocá-lo contra a parede e tecer críticas tão fortes como as que ele teceu nesse episódio. Merecidas? Sim. Mas a gente tem que ver o lado do Shin também e é o que eu vou tentar fazer ao longo deste artigo.

Ler o artigo →

Só digo uma coisa, foi uma pena não termos visto Alba morrer, os desgraçados merecem, mas claro, não vale para todos. Dessa vez vimos como a Legion está com a faca e o queijo na mão para vencer a guerra, enquanto o Shin e os outros têm a faca apontada para seus pescoços.

E o queijo? Bem, rato gosta, né? O que são os manda-chuvas da Federação que agem sob uma máscara de justificativa conveniente que não convence ninguém? Além disso, temos o Shin, a Lena, e o processo lento de cura de cicatrizes do passado. I hail from the dark side.

Ler o artigo →

A Coronel Wenzel tem suas próprios razões para investir no quinteto mágico, o que não condena a militar, ao menos não se ela continuar seguindo os protocolos e fizer de tudo para preservar as vidas deixadas em suas mãos. Parece ser esse o caso.

Para isso é necessário aprimorar os Reingleifs, os caixões menos piores de Giad em comparação aos de San Magnólia, para a gente ver como os cinco são sobreviventes. Cabe aqui a analogia dos animais peçonhentos reunidos em um pote no qual só sobrevive o mais apto, o mais forte?

Eles são isso, mas também são adolescentes que precisam pensar no futuro já que agora pelo menos tem essa perspectiva, algo recorrente nesse episódio de transição ante a algo maior e mais problemático que se avizinha, uma legião de máquinas chafurdando na desgraça humana.

Ler o artigo →

Que o Shin fede a morte eu já sabia, agora que ele é contorcionista não, e melhor, faz isso com o veículo de combate. Sua manobra serviu mais para efeitos de exibição, é verdade, mas não deixou de ter uma razão por trás.

Na verdade, foi isso que senti algumas vezes nesse episódio, que não há nada de errado com os personagens e mesmo o contexto em que estão inseridos, só que isso não se aplica tanto para a direção, ou melhor, para o resultado final em que todos os elementos se concatenam.

Ler o artigo →