A animação desse episódio final foi sensacional e a trilha sonora também, como se o MAPPA quisesse deixar a melhor última impressão possível. E deixou, a luta do combo ItaKugi foi excelente, não deixou pedra sobre pedra em mostrar toda a capacidade dos heróis desse shounen de porrada tão divertido. Sem mais delongas, vamos falar do que importa!

Ler o artigo →

A verdadeira natureza da maldição da barreira foi bem explicada pela Fushiguro e gostei bastante de ser similar a algo que aconteceu nos primeiros episódios envolvendo o Sukuna, mas no fim recuperar ou não um dedo dele nem foi o que importou muito, o desenvolvimento de personagem do co-protagonista que foi relevante. Sem mais delongas, vamos a ele!

Ler o artigo →

Nos três episódios restantes do anime de Jujutsu veremos um arco pequeno, mas bem interessante, sendo adaptado, e nem escrevo isso só pela conexão entre o Fushiguro e a maldição com a qual o grupo de heróis ficou de lidar, mas pela interferência das maldições especiais roubadas pelos vilões no arco anterior e outras coisas. A promessa é de mais uma boa luta e quem sabe um pouco mais de desenvolvimento dos protagonistas, o que nunca é demais.

Ler o artigo →

Geto esmiúça o plano de ataque a escola e com ele conhecemos um pouco mais da facção de feiticeiros, assim como vemos como a coisa foi bem organizada dentro de uma lógica bastante razoável.

Só me incomodou o modo como o Mahito chegou aos objetos amaldiçoados especiais, penso que o rastro de energia amaldiçoada deixado no dedo deveria ter sido notado por alguém.

De toda forma, o importante é que Jujutsu entendeu bem o que já havia apresentado e o que poderia entregar ao seu público nesse fechamento de arco irreverente, mas também alarmante. Vamo nessa?

Ler o artigo →

Mais um belo episódio que finalizou esse arco escolar (ou ao menos a parte séria dele), e se por um lado tem pontos nos quais acho que o episódio poderia ter se saído melhor, por outros foi melhor que a conta, terminando de forma bem razoável dentro do estágio em que se encontra a história.

Sem mais delongas, é hora de ficar roxo (mas de quê?) no Anime21!

Ler o artigo →

Todou continuou dando bons conselhos ao Yuuji, mas o que valeu a pena nesses dois episódios mesmo foram os arcos de personagens secundários e as cenas de ação de excelente qualidade, além da trilha sonora sensacional.

É sério, não lembro de ter visto um arco “escolar” tão bom em um battle shounen desde que me entendo por otaku, e não é nem que o esteja achando genial, não é nada disso, é mais pela diversão e as ótimas escolhas narrativas e técnicas que a equipe de produção vem tomando.

Sem mais delongas, é hora de Jujutsu Kaisen no Anime21!

Ler o artigo →

Não lembrava mesmo que esse anime era tão divertido. Sério, amei a trilha sonora nesse segundo cour, mas também me diverti demais com a comédia desses episódios e a perspicácia da direção em disfarçar uma certa lentidão na progressão dos acontecimentos com algumas sacadas bacanas. Até o passeio juju me divertiu bastante e acho que os episódios mais descontraídos, ainda que com alguns aspectos sérios, ajudaram. Sem mais delongas, é hora da ação!

Ler o artigo →

O anime de Jujutsu Kaisen encerrou bem seu primeiro cour, mostrando várias coisas que tanto a história, quanto o estúdio, fazem muito bem. Foi uma mostra inequívoca do potencial da série, que, na verdade, já é uma grata realidade na área dos battle shounens. É hora de Jujutsu Kaisen no Anime21!

Ler o artigo →

Tentar se convencer que tem razão não é estranho ao ser humano, mas o quão perdido você está quando o que quer se convencer é de que matar é justificável? Porém, após a morte da mãe não faz sentido que o Junpei aja assim?

O menino já era uma pessoa que pensava demais, até complicando coisas que poderiam ser mais simples, então entendo que ele tente aplicar sua lógica distorcida para desanuviar sua culpa, entendo que a use para a vingança.

Só é uma pena que não tenha tido oportunidade de se recuperar, melhor, que quando tenha decidido simplificar as coisas e receber ajuda fosse tarde demais. O final foi sim previsível, mas não deixou de ser triste. É hora de comentar o primeiro grande clímax de Jujutsu Kaisen aqui no Anime21!

Ler o artigo →