No episódio passado terminou com o ataque dos lobos gigantes na vila dos goblins, esses que não são agressivos e estupradores, como em outros animes por ai.

O Rimuru acabou ficando responsável pela proteção deles e acaba tendo que bolar um plano para salvar e melhorar vila Goblin. E cara, como diria o Buzzfeed, você vai se surpreender com o resultado.

Ler o artigo →

No artigo passado, vimos que nem toda reencarnação é previsível igual nossas religiões falam, visto que nosso amigo Mikami reencarnou como uma amoeba.

Acho que mais louco que isso, só resgatar um dragão centenário de uma prisão mega poderosa, afinal, seria impossível fazer isso facilmente, né?

Meu amigo, deixa eu te provar o quão simples isso foi.

Ler o artigo →

Também chamado de “That Time I Got Reincarnated as a Slime”.

Existem diversas culturas que acreditam no conceito de: Reencarnação.

Aqui no Brasil, o espiritismo é a religião que mais tem essa ideia, estando cravadas em suas doutrinas e crenças. O interessante de analisar o espiritismo é que, de acordo com o mesmo, a alma está sempre em evolução. As coisas que você faz na vida passada, são carregadas contigo como “aprendizado”, da mesma forma que você aprende matemática, sabe?

Isso acaba explicando a “intuição”, no caso deixar de fazer certas coisas ou ir em alguns lugares por conta de um trauma passado, mesmo esse trauma sendo de outra vida.

Às vezes, a o motivo de sentirmos medo, ou desconforto ao chegar perto de algum lugar ou objeto, pode significar que aquilo nos matou na vida passada.

O Hinduismo também acredita nisso, principalmente na questão de: Reencaranar em animais, como forma de pagar seus pecados, ou até mesmo de ascender.

Note que estas duas religiões citadas tem algo em comum: A evolução da alma.

Mas e se na verdade, a evolução da alma for uma… amoeba? (também conhecido como: Slime).

Calma, você deve ter sentido que perdeu algo, eu sei.

Não é normal da minha parte falar de algo tão profundo, como reencarnações, principalmente levando em consideração meus artigos aqui no blog, já que a maioria tem uma pegada mais descontraída e levada para o humor.

Mas eu realmente precisava falar sobre, de qualquer forma, falerei sobre Tenshei shitara Slime Datte Ken! (That Time I Got Reincarnated as a Slime), do estúdio 8bits, dando minhas primeiras impressões sobre o conceito, história e desenvolvimento desse isekai um tanto quanto… bizarro.

Ler o artigo →