As histórias inspiradas em Sherlock Holmes se espalham por mil lados e de mil formas diferentes. Tantos filmes, séries, HQs, e até os nossos queridos mangás e animes. Mas mesmo nesse mar de variedades, Moriarty: O Patriota consegue inovar e se destacar entre todos. Porque o que nós vemos aqui não é o lado do detetive, mas o lado do seu arqui-inimigo, o professor Moriarty. O vilão principal de suas histórias é aqui coroado herói.

Ler o artigo →

Em dois episódios cheios de tensão, Shadows House agora entra em seu clímax com a disputa entre Edward e Kate, que agora estão oficialmente em “lados opostos” dessa estranha família. O grande trufo da protagonista porém, é a inesperada aliança com seus parceiros de debute, os quais cada um com seu motivo, tem mais do que o necessário para por o vilão abaixo, no que será que isso vai dar?

Ler o artigo →

Mais um arco acabou, e novamente nos despedimos de grandes personagens; de Gugu, um herói trágico, e de Rean, uma garota ao mesmo tempo azarada e sortuda. A narrativa seguiu exatamente o esperado, mas, ainda assim, há coisas boas a comentar sobre esse episódio, um momento vital no desenvolvimento pessoal do personagem principal. A vida é feita de despedidas amargas, mas nem por isso para esquecer.

Ler o artigo →

O Moriarty finalmente foi capaz de executar o seu plano e mudar todo um país. Mas no final, poderá ele ver aquilo que construiu? Essa era a dúvida para esse episódio e vendo que o anime tem o seu lado misterioso bem poderia ter deixado isso sem resposta. Mas não, ele nos deu uma resposta, e justo em sua última cena.

Ler o artigo →

Até que eu gostei desse final. E você, o que achou? Cramer acabou de forma previsível, com a derrota do Warabi, mas a percepção de que elas estão apenas começando uma jornada que deve se estender no mangá e não boto muita fé de que vai continuar em anime. Mas vai saber, né? Se a Suíça pode eliminar a França das oitavas da Euro em um jogo eletrizante (acabei de assistir), vamos sonhar com o impossível, por que não?

Ler o artigo →

Nesse episódio descobrimos que o Fushi envelheceu porque parou de se transformar e que viver como humano entre humanos pode ter cerceado seus estímulos, mas também o deu coisas importantes. O Fushi de antes jamais seria capaz de entender seus arredores como o de quatro anos a frente, mas claro, nem tudo é perfeito, afinal, algumas coisas ainda passam e ele sequer mudou a roupa. É o Ash agora?

Ler o artigo →