A arte do combate em milenar evolução é o que arremessa a vitória para o futuro. Ou ao menos é um bom começo. Para um novo monstro é um método de impacto. Kizumonogatari II Nekketsu-hen, nos convida ao pacto entre a puberdade e os contornos carnais da imortalidade.

Ler o artigo →

Sobre a égide da espada, a vida de um jovem mercenário e o seu encontro com o sobrenatural. Nesse segundo filme de Berserk, a realidade é o palco da ação, onde a peça é nada mais que a disputa pela hegemonia da monarquia de Midland.

Ler o artigo →

O despertar de um sonho, um novo pesadelo. Dentre as pontas de uma franquia, um paraíso, um inferno. Fate/stay night Movie: Heaven’s Feel – I. Presage Flower, inicia o arco de Sakura, o desfecho da corrupção do santo graal e a despedida do eixo central da Type-Moon.

Ler o artigo →

Bem vindos ao reino da técnica, onde a personalidade penetra por uma confluência absurda, à qual sincroniza como mão em luva e não vacila. Monogatari, Kizumonogatari em especial, é uma obra, me refiro ao filme, e ao primeiro filme que resenho, de densidade sensorial. Sim, tem um enredo de fantasia urbana pincelada por uma Nouvelle vague, mas o central é a habilidade de conjurar as falas expressivas dos personagens em uma narrativa visual dramática de primor.

Ler o artigo →

Primeiramente, convido a todos a prestar um momento de reflexão sobre o peso da obra e a importância que ela possui, mesmo que inconclusa, para a vida de cada. Respeito. Uma palavra que inúmeros otakus costumam esquecer, menosprezando a vida que trabalha, o sangue e suor do dia a dia que produz o que consumimos.

Ler o artigo →