Acho engraçado que as vezes em que o Seigi se meteu na vida dos clientes, de um jeito ou de outro – e com uma mão do Richard – ele sempre conseguiu ajudar e no final tudo dava certo para todo mundo. Agora quando ele finalmente ouviu o conselho do patrão e pouco fez, ninguém saiu ganhando nada tirando a madame, ao contrário, foi um episódio de derrotas.

Ler o artigo →

Algo que tenho aprendido bastante aqui, é que as jóias não são a única coisa que se podem avaliar. Nesse episódio especificamente, vi como a natureza de uma pessoa dita o valor de uma pedra preciosa e a guia até ela – com o nosso brilhante protagonista investigativo conduzindo toda a coisa.

Ler o artigo →

Quem nunca encontrou aquela pessoa única, cuja história e valores pessoais são uma verdadeira fonte de inspiração, admiração e principalmente determinação para tentarmos o inimaginável?

Ver com nossos olhos alguém que luta para alcançar o que realmente quer e com muita coragem – virtude que falta a muitos em vários aspectos -, nos traz esses sentimentos, tal qual a maravilhosa protagonista dessa jornada.

Ler o artigo →

Aprender sobre jóias enquanto se desvenda segredos tem se tornado uma atividade bem prazerosa, então o que dizer desses dois bons episódios, que são tão distintos e ao mesmo tempo tão iguais ao carregar uma mesma mensagem e sentimento? Enfim, cabem as pedras preciosas mostrar que o amor de fato tem várias “formas e tamanhos”.

Ler o artigo →

Sendo literalmente a última estreia a ser lançada, essa obra era a outra que estava sob o estigma de ser uma das poucas com os menosprezados idols masculinos – ao menos por essas bandas -, pois essa impressão não poderia estar mais errada.

A3! Spring & Summer, lida com o universo da atuação, as trupes e seus artistas únicos, todos dividindo os mesmos holofotes na cidade de Veludo. Trazendo histórias de superação e crescimento pessoal, o anime tem a difícil missão de representar bem esse gênero dos bishounen, será que teremos aqui mais um dos poucos candidatos dignos?

Ler o artigo →

Demorou mas chegou, ARP Bacstage Pass faz sua estreia no Anime21 e ninguém melhor que eu, um dos poucos “assistidores” desse gênero boy band, para dar o pontapé inicial. Acho que apesar de não ser muito diferente dos demais, esse anime tem em sua execução uma identidade própria que me fez ver um certo potencial e espero não estar errado nesse vislumbre.

Ler o artigo →

Bokuhaka ou Boku no Tonari ni Ankoku Hakaishin da Imasu, chegou com uma comédia similar a que foi proposta pelo recente Chuubyou Gekihatsu Boy, o humor vergonha alheia protagonizado por “chuunis”. Ainda não o vejo com potencial para ser o melhor da temporada, mas certamente vai divertir muito pela sua proposta pastelona.

Ler o artigo →