O que fazer quando se quer vender o próprio reino e apenas viver confortavelmente como um bom herdeiro rico? Sinceramente não faço a menor ideia, mas a certeza que tenho é que agir positivamente não é o melhor caminho, e imagino que o Wein vá descobrir isso na sua longa jornada como governante. Vamos rir um pouco desse rei substituto nada convencional e a sua saga para viver folgado?

Ler o artigo →

E vindo com mais uma amostra da leva de isekais que teremos nessa temporada, vos apresento uma obra cuja proposta é narrar as aventuras de um grande mago – e velho – que num evento aleatório acaba se tornando uma bela e jovem maga, pronta para experimentar as novidades do mundo fantasioso que tanto gosta e no qual é largamente reconhecida pelo seu outro eu.

Ler o artigo →

No episódio anterior levantei várias teorias sobre o que poderia acontecer nessa luta decisiva, inclusive questionando o quão longe o autor poderia ir, para deixar esse momento épico para a Tamakoma-2 – em seu último tiro de sorte. E não é que o cidadão me surpreendeu com as reviravoltas dos personagens e suas manobras?

Ler o artigo →

Então, depois de algumas boas estreias que iam desde uma história boa, a animações de qualidade notável, agora chegou a hora de conferirmos uma das obras que se destaca pelas suas limitações. Rusted Armors traz uma proposta de recriar o período feudal e as suas batalhas territoriais, numa história que tem as suas “invenções modernas”, com heróis clichês e ideias que não parecem seguir um princípio. O que eu achei? Venham descobrir.

Ler o artigo →

Em um ano que vai ter não só as Olimpíadas, como também a Copa do Mundo, o Japão decide nos presentear com uma adaptação sobre futsal – ou ao menos é o que parece, considerando que pouco entendo do esporte. Para quem sentia falta de um anime desse estilo para se divertir, acho que temos aqui um representante singular e que se falha na seriedade, acerta na diversão.

Ler o artigo →

E viemos com mais uma estreia, mais um slice of life gostosinho de assistir e melhor ainda de se apreciar nos detalhes de cada imagem, essa obra é Akebi’s Sailor Uniform. Sem grandes pretensões, ela vem com a premissa de explorar o cotidiano de uma menina do interior que vai para uma escola grande, almejando algo simples e inocente para ser feliz na sua jornada.

Ler o artigo →

Amantes de um bom slice of life, da pesca e de tudo que há de bom, esse é o nosso momento. Pensem em uma estreia delicada, fofa, e teremos Slow Loop, que inclusive na sua narrativa incorpora bem o nome que lhe foi dado.

Aqui não só vemos a magia da pesca e momentos bonitinhos entre amigas, mas também uma história de recomeço com duas meninas que de formas diferentes precisaram lidar com as viradas da vida, quem vem?

Ler o artigo →

Começando a temporada de janeiro com tudo, Tokyo 24th Ward (ou Tokyo 24-ku) é um dos animes que abrem o novo ano e diria que bem, especialmente para uma obra da qual não sabíamos exatamente o que esperar, a não ser as aloprancias que pareciam vir da sua sinopse incomum. Entre pseudo super heróis, gangues, políticos, gente “morta” e muita tecnologia, o que podemos esperar dessa peça?

Ler o artigo →

A jornada de Kukuru, Fuuka e a turma dos aquários, finalmente chega a seu fim e com ele, as realizações pessoais de cada personagem enfim se concretizam, com a leveza e a serenidade que só Aquatope sabe transmitir, desde o começo dessa bela história sobre sonhos, mudança e recomeço.

Ler o artigo →