Moriarty está passando por maus bocados na prisão, mesmo sendo filho do prefeito. Mas esse episódio tratou mais sobre outro tipo de prisão. Aquela que ironicamente só existe ao lado da liberdade. E por isso mesmo, esse episódio se tratou de personagens se libertando de escolhas que nunca fizeram.

Ler o artigo →

Tivemos novamente mais um daqueles episódios introdutórios sobre os personagens. Já está ficando chato. Está mais parecendo uma tentativa de cobrir episódios, pois realmente não há a necessidade de contar o passado da maioria desses personagens. Principalmente quando não há um conteúdo a ser passado. Como é o caso desse episódio. No fim, o anime parece estar girando em círculos, como um cachorro atrás da própria cauda, sem chegar a lugar algum.

Ler o artigo →

Finalmente tivemos um episódio que conseguiu ao mesmo tempo ser introdutório e interessante por si mesmo. Diferente do episódio passado onde só servia para apresentar um personagem, e que por si tinha pouco valor. Aqui, a personagem foi muito bem apresentada e o episódio conseguiu ainda ser realmente interessante.

Se eu tivesse que simplificar esse episódio com uma palavra seria Lucy, e se fosse com duas, então seria Lucy Morstan. Sem dúvidas, o episódio inteiro rodou em torno da personagem. E merecidamente, pois é uma excelente personagem.

Mas vamos dar uma olhada nesse episódio com um pouco mais de calma.

Ler o artigo →

O que acontece quando reunimos um médico, um detetive, um bandido juvenil, um faisão, um cachorro e um macaco no mesmo cômodo? É, não pode dar coisa boa mesmo…

Tá achando confuso? E veja que eu ainda não disse que tem um pêssego no meio dessa história. Bem, agora eu disse.

Enfim, o mistério desse episódio roda em torno do desaparecimento de um homem. Mas, será que esse homem realmente desapareceu, ou aconteceu algo a mais?

Ler o artigo →