Depois de vários episódios de treinamento, finalmente iremos ver todos eles colocando em prática o que foi aprendido e adquirido. A melhor parte disso é que logo de cara o “inimigo” vai ser uma pedreira bem complicada e experiente, ou seja, é o melhor adversário possível (ok, a Shiratorizawa e o colégio Aobajousai, do Oikawa são as melhores opções possíveis) para realizar um teste inicial.

Ler o artigo →

Sendo já o quinto episódio tendo a mesmíssima coisa, confesso que estava ficando impaciente. Foi praticamente um episódio para cada dia dos acampamentos e confesso que apesar de interessante, a repetição eterna estava começando a se tornar um aspecto negativo. Ok, Hinata, Kageyama e o Tsukishima evoluíram bastante, mas sabe como é né? Dane-se tudo isso, eu quero ver jogo mesmo.

Ler o artigo →

Hinata sempre foi um personagem “comum”, pois ela o protagonista que não sabia executar bem a tarefa que lhe era embutida, mas tinha um potencial escondido. É uma descrição complicada de se fazer pois varia muito de história para história, mas é um padrão bem comum usado no ponto de partida de algumas obras. Porém, cada vez mais ele vem se distanciando desse tipo tornando-se alguém que com a experiência adquirida, consegue não só evoluir como também ajudar os outros ao seu redor. Isso de certa forma também é um padrão comum e não é um ponto negativo ao meu ver, apenas vale o comentário.

Ler o artigo →

No episódio passado vimos Hinata sofrendo por conta de suas escolhas. Ok, sofrer é uma definição forte demais, mas considerando a situação dele, poderíamos considerar que ele estava perdendo seu tempo tentando provar algo para alguém. Mas a questão é: para quem ele queria provar algo? Para ele mesmo no tocante de que ele não está longe do Kageyama ou até mesmo do Tsukishima? Ou então para o técnico da Shiratorizawa que apesar de ótimo, baseia-se em conceitos antigos?

Ler o artigo →

Após um episódio onde Hinata viu seus companheiros e consequentemente rivais recebendo convites importantes, ele teve que tomar atitudes impulsivas e um tanto quanto doidas. Se infiltrar no acampamento já seria um problema, mas ser especificamente o acampamento de um colégio treinado por alguém que por natureza rejeita ele, é loucura. Ainda assim, mesmo com todos esses problemas, Hinata persiste e vem persistindo, afinal, toda experiência conta.

Ler o artigo →