Mais outro episódio divertido (e nem tão sem noção, por incrível que pareça) da melhor comédia da temporada. E não é que a luta com o urso foi o terceiro programa? De agora em diante é só programa inédito, vamos ver o que o anime vai entregar, mas antes de pensar no futuro quero comentar o quanto o episódio foi bom e o quanto é importante tirar sarro de si mesmo. Eu sou cearense e se tem algo que sei fazer é mangar de mim!

Ler o artigo →

A cada episódio Wave me desafia mais a segurar o riso. Costumo assistir o anime tarde da noite, daí me seguro para não incomodar os vizinhos. A verdade é que eu adoro a Minare e super me divirto com as trapalhadas dela, as quais podem não superar a bizarrice de um crime passional misturado a aliens, mas não ficam tão distantes, não quando um vacilo se transforma em uma acusação de assassinato. Minare é louca e a gente vê isso por aqui!

Ler o artigo →

O episódio já começou com aquela arregada a qual todo brasileiro está acostumado, afinal, o líder da nação dá pelo menos uma dessas toda semana. Mas não falemos de coisa ruim e sim de um episódio meio maluco e muito divertido, tanto que estou rindo enquanto escrevo e dou uma olhadinha em uma live. Aliás, não indico ver anime engraçado em live, é bom pausar para rir e voltar as cenas para rir ainda mais.

Um adulto que nunca arregou ainda não cresceu e se falta criatividade a Minare para bolar um programa não posso escrever o mesmo sobre o autor dessa história. O mais legal é que não foi só o caso supostamente sobrenatural que divertiu nesse episódio, mas também a história de vida perturbadora da Makie e até as aparições pontuais dos pais da nossa heroína. O coco não cai longe do coqueiro, só se for nas nossas cabeças!

Ler o artigo →

Wave, Listen to me! segue rumo a dominação mundial hahahahaha… Brincadeira a parte, é verdade que o debut da protagonista a deixou mais ambiciosa e confiante, o que tem tudo para elevar ainda mais a qualidade do show. Minare adentra formalmente no mundo da rádio já mostrando a que veio, não só para os ouvintes humanos, mas também para os aliens, quer apostar quanto?

Ler o artigo →

Ao fim do dia, por mais bêbado que você possa ter ido dormir, e por pior que seja a ressaca ao acordar, há algo que preocupa a todos – ricos e pobres, homens e mulheres, pessoas reais e personagens de anime –, o money, que é good e nois num have (aliás, se quiser fazer uma doação para ajudar o blog a se manter funcionando saiba que terá toda a minha gratidão), e não poderia ser diferente para a Minare-san…

Ler o artigo →

Eu admito que sinto uma invejinha branca da Minare, ela saltou de um emprego para outro com uma certa faciliade e, ainda por cima, um que a permite ganhar a vida apenas dando sua opinião, afinal, não é como se ser “despojada” ao fazer isso a custasse qualquer coisa, né. Você já ouviu um programa de rádio hoje?

Ler o artigo →

Nami yo Kiitekure (Wave, Listen to Me! é o título internacional da obra) é um anime do estúdio Sunrise que adapta o mangá homônimo de ninguém menos que Hiroaki Samura, autor de Blade: A Lâmina do Imortal, o cultuado (e ótimo) mangá que a Conrad não terminou, mas a JBC sim. Blade, inclusive, teve anime que finalizou na temporada de janeiro e você encontra no Amazon Prime Video.

Ler o artigo →