O ser humano é um animal dotado de pensamentos, que carrega consigo um conjunto de crenças, por isso apresenta uma complexidade em que ciência, ética, estética e política não dão conta de explicar e atenuar problemas tão difíceis, que parecem irresolúveis, como desigualdade, fome, ganância, guerra, incomunicabilidade… O sociólogo Edgar Morin disse que “É preciso ensinar a compreensão humana, porque é um mal do qual todos sofrem em graus diferentes”.

Compreender o outro é um passo para lidar melhor com as incertezas e os perigos da vida. Num mundo incerto, prolifera-se mais irrefletidamente discursos demagógicos, nos quais defesa de um modo de vida, liberdade e segurança alicerçam o apego às virtudes nacionais, a criação de inimigos e a intolerância ao diferente. Nisso, o auto-sacrifício e a morte do outro são o “fim último” de um discurso ideológico que lança mão de elementos totalitários ou encobre a verdade convocando todos à imolação do  heroísmo. No episódio 3 de Zona de Atrito: Cross Ange: Tenshi to Ryuu no Rondo (Cross Ange: Rondo of Angel and Dragon) e a franquia Yuuki Yuuna Wa Yuusha de Aru (Yuki Yuna is a Hero).

Ler o artigo →

Você já viu animes com garotas mágicas? E Yuuki Yuuna? Devo dizer que se a sua resposta foi negativa para ambas as perguntas (principalmente a primeira) talvez seja hora de mudanças. A minha intenção não é te obrigar a assistir esse anime e sua franquia (nem se eu quisesse iria conseguir), mas eu gostaria de te introduzir a um anime que vale a pena assistir. A franquia não é impecável ou perfeita, mas pode ser uma boa pedida em vários aspectos. E aí, está pronto para ler e conhecer um pouco mais sobre?

Lembrando que esse artigo é uma introdução sem spoilers!

Ler o artigo →

Olha, QUE EPISÓDIO DELICIOSO FOI ESSE? Eu simplesmente não sabia se chorava, se saía peladão pela casa gritando que nem um idiota, ou saía quebrando tudo numa euforia sem fim, e tudo isso enquanto estava arrepiado até a alma. Sim, eu posso estar exagerando e muito, mas esse episódio para mim foi bom num nível em que eu simplesmente ignoro todo e qualquer erro e dou um belo 10 para o anime todo. Foi épico, emocionante, as músicas casaram com as cenas e apesar de não ser a coisa melhor explicada que você verá na sua vida, não atrapalhou a satisfação que foi ver esse episódio.

Ler o artigo →

É, ferrou bonito demais. Yuuki Yuuna é o típico anime que te ensina a seguinte coisa: o que está ruim pode piorar e muito, mas muito mesmo. Não bastava a maldição e o pouco tempo de vida da Yuuna, ela agora terá que casar com a deusa inútil Shinjuu para conseguir supostamente “salvar” a humanidade. Por isso, quando você pensar que a sua vida está ruim, lembre-se que uma garota do fundamental está com os dias contados por causa de uma maldição que lhe causa dores terríveis no corpo e que vai ter que casar/morrer para supostamente salvar a humanidade.

Ler o artigo →

E como era de se esperar, Yuuki Yuuna não decepcionou. Na verdade passou longe disso e vem conseguindo nos entregar um belo drama que particularmente eu não consigo ver uma solução. Lógico que deve ter, mas acompanhar essa situação e esperar com esperança uma solução que salve Yuuna acaba sendo quase automático. Sinceramente, eu estou começando a ficar choroso com essa situação toda e não duvido nada que emoções que me façam chorar apareçam e façam seu trabalho.

Ler o artigo →

É, deu ruim. Já era esperado que Yuuna teria problemas com aquela marca e nesse episódio vimos o real perigo disso (ou talvez parte dele). Confesso que durante o episódio eu fiquei pensando em possibilidades e maneiras da Yuuna escapar dessa situação ou ao menos pedir ajuda. Foi de certa forma angustiante ver sua procura incessante por ajuda sem querer prejudicar ou preocupar alguém. Depois de algum tempo o clube das heroínas estavam felizes e juntas novamente, mas a realidade é cruel demais para deixar isso durar por muito tempo.

Ler o artigo →

Sabem, eu acho muito legal quando um episódio acaba rápido demais para ser verdade. Claro, isso me rende uma vontade e expectativa pelo próximo, mas ver um episódio desse tipo dá gosto e satisfação. Esse em específico tratou de coisas bem interessantes e que nunca tiveram o devido foco na franquia como, por exemplo, a organização (apesar de não ter tido nada muito profundo sobre). Resumindo: foi um belíssimo episódio que nos entregou que coisa ruim vem por aí (qual não fez isso?).

Ler o artigo →

Bom dia!

Como prometido na resenha de Yuuki Yuuna: Washio Sumi, publico essa introdução ao anime. Será o primeiro artigo (oficialmente, pelo menos) dessa categoria no Anime21! O que é um artigo de introdução?

É como uma resenha, mas sem spoilers e mais simples. E focada em dizer porque assistir o anime – ou porque não assistir. O que ela tem de bom ou de ruim, público-alvo, gênero, obras semelhantes, essas coisas. Algumas resenhas do blog já são sem spoilers, portanto já cumprem o requisito fundamental dessa nova categoria, e serão eventualmente editadas e recategorizadas.

Se você já assistiu Yuuki Yuuna: Washio Sumi, recomendo que leia a resenha. Se não assistiu ainda, ou se quer saber como falar desse anime para quem ainda não assistiu, continue lendo!

Ler o artigo →

Bem, esse é o segundo anime da franquia de Yuuki Yuuna e o terceiro independente do modo que você escolha ver (cronológico ou de lançamento). Após Washio Sumi, teremos esses 6 próximos episódios focados no futuro (depois de Yuuki Yuuna wa Yuusha de Aru), o que pode ser algo um pouco confuso no começo, mas logo acostuma. Washio Sumi foi comentado pelo Mexicano-senpai e como combinado, dividimos as duas partes sendo que ele comentaria o passado e eu o futuro. Vamos lá?

Ler o artigo →

Bom dia!

Esse é o primeiro artigo de uma nova prática em implantação no Anime21: resenhas após o final dos animes. Quero dizer, os artigos de episódio são legais e tudo mais, mas depois que o anime já encerrou é pedir um pouco demais para quem vai começar ou mesmo já assistiu tudo que leia mais de dez artigos, eventualmente cheios de especulações que dão em becos sem saída.

A partir de agora, uma semana após a conclusão do anime no blog, sairá uma resenha – com spoilers e tudo mais. Duas semanas depois, sai um artigo de introdução, sem spoilers, para orientar quem ainda não tiver assistido a decidir se vale ou não vale a pena assistir, o que se pode esperar do anime, seus pontos fortes e pontos fracos.

Você assistiu Washio Sumi? Se assistiu, espero que esse artigo lhe seja útil. Se não assistiu e não se importa com spoilers, espero que possa tirar algo de bom daqui também.

Ler o artigo →