Bom dia!

Sarazanmai é o novo anime do diretor Kunihiko Ikuhara (UtenaMawaru PenguindrumYurikuma Arashi), que de tempos em tempos retorna para nos confundir com suas histórias surreais com tabus sociais, especialmente sexualidade e a aceitação dela.

Dessa vez, Kazuki, Toi e Enta têm suas shirikodamas roubadas por Keppi, o príncipe dos kappas, o que os transforma em kappas. Para recuperar suas shirikodamas e sua forma humana eles precisam combater kappas zumbis.

Indo direto ao ponto: o que tudo isso significa?

 

Sara Azuma

 

Eu não sei. Foi uma pergunta sincera, esperava que pudesse me contar. Brincadeira! Obviamente, é tudo só uma desculpa para contar toneladas de piadas de bunda.

Ei, vai dizer que não é engraçado ver os protagonistas renascendo como kappas, com direito a bolsa amniótica e tudo, do ânus do Keppi? Ou o grande ânus em cores berrantes do zumbi kappa, com temas florais?

Desculpa, estava brincando de novo! Juro que foi a última vez, não pare de ler, por favor. Mas bom, que o episódio foi engraçado, tanto propositalmente nas cenas que citei e em outras do tipo, quanto por ser simplesmente exagerado demais, ah, isso ele foi.

E foi de cair o queixo também. Fiquei de boca aberta, em um misto de surpresa e ultraje que se alternavam loucamente a cada corte de cena, desde que os garotos viraram kappas até o final do episódio. E continuei assim por uns bons dez ou quinze minutos depois ainda.

 

O kappa zumbi do episódio

 

O que se pode dizer sobre isso? É apenas Ikuhara, talvez em sua melhor forma desde sempre. Em Utena todo o ambiente soava algo feérico o tempo todo, obviamente com as batalhas sob o castelo invertido se destacando. Mawaru Penguindrum por sua vez tinha dois tipos de cenários claramente distintos: os mundanos e os surreais, inaugurando o simbolismo neon surreal de Ikuhara. Yurikuma Arashi borrou a fronteira entre esses dois tipos de cenário, e nele se está o tempo todo no mundo surreal.

Escolha deliberada ou motivada pelo tempo exíguo? Penguindrum teve dois cours afinal, ao contrário de Yurikuma, que teve apenas um. Sarazanmai terá apenas um também, e nota-se, mais uma vez, a sobreposição entre normal e surreal. Mas pelo menos na minha impressão considerando apenas esse primeiro episódio, Ikuhara parece mais à vontade em Sarazanmai. A história flui melhor e absolutamente não se segura em momento algum.

 

Kazuki anda pelas ruas com sua caixa

 

O mundo é povoado por ícones que representam as pessoas, não por pessoas de verdade. Kazuki anda com uma caixa para todo lado que vá e ninguém vê nada de estranho nisso.

Como fica claro ao longo do anime, as caixas guardam os desejos que seus donos preferem manter ocultos, porque seria vergonhoso demais se outras pessoas soubessem da verdade. Toda pessoa tem uma caixa.

O kappa, além de servir para piadas com bunda, remove a shirikodama das pessoas. No mito japonês, não há um significado único para a shirikodama. Ela seria um órgão esférico que fica na bunda das pessoas e que os kappas removem, mas o que exatamente seria? A interpretação mais comum é que a shirikodama é uma forma solidificada da alma. Perdê-la, pois, significa perder a alma, e consequentemente morrer.

Daí que Keppi tenha levado os garotos transformados em kappa para um mundo que nem humanos nem kappas podem ver, e dito a eles que estavam mortos, porém ainda vivos.

Mas outra interpretação para a shirikodama é que ela guarda não propriamente a alma da pessoa, mas sua vontade e motivos para viver – seus desejos. Uma representação comum da shirikodama é semelhante a de uma joia budista (hoju) que garantiria desejos.

Então aí está, desejos. Mas escondidos bem fundo, bem fundo mesmo. Em um lugar que ninguém vê, se é que você me entende. Desejos que não queremos que os outros vejam, por isso guardamos dentro de uma caixa, mas que nutrimos o tempo todo, por isso andamos com essa caixa por aí.

 

Kazuki morre de vergonha ao ter seu segredo exposto

 

Kazuki anda com uma caixa por aí. Dentro dela, uma fantasia de Sara Azuma, idol que ele acompanha. É a idol o seu desejo? É se travestir o seu segredo? A verdade é mais profunda do que isso.

Fosse apenas Sara Azuma, Kazuki não precisaria esconder em primeiro lugar. Fosse fantasiar-se de Sara Azuma em público, seria chocante, mas quem realmente se importa com ele provavelmente aceitaria, como disse Enta, seu amigo.

Kazuki se traveste de Sara Azuma para tirar selfies e enviar para Haruka, que em pelo menos um site eu li ser sua própria irmã. A conexão mais importante que Kazuki tem é com sua irmã mais nova, e ele a mantém se fantasiando de mulher. Isso não é algo que ele possa contar para qualquer um. Isso não é algo que adiante ele contar para qualquer um.

 

Haruka. Irmã de Kazuki? O que complica a relação entre eles?

 

Acredito que os próximos episódios irão revelar a profundidade dos desejos de Enta e Toi. O que sabe-se por enquanto é que Enta gosta (em que sentido será?) de Kazuki, de quem é amigo de infância e por isso ficou chateado por ele ter saído do clube de futebol sem avisá-lo. Enta havia comprado uma pulseira para presentear Kazuki, mas como o amigo saiu do clube, agora não adianta mais.

Toi é um delinquente. E qualquer que seja seu desejo, ela tem a ver com a conexão entre ele e seu irmão mais velho, que parece ser também um delinquente.

 

 

Sarazanmai é um anime sobre desejos e sobre conexões. E sobre o desejo de se conectar, ou conexões mantidas por desejos, e todas as variações disso.

Nunca fomos tão conectados. Kazuki pode travestir-se na rua, tirar uma selfie com seu smartphone e enviá-la logo em seguida para Haruka. Estamos conectados com todo mundo o tempo todo. E mesmo assim os desejos permanecem ocultos. Talvez sejam até mais ocultos do que antes dessa era de hiper-conectividade.

Nesse contexto, ainda não sei se a Sara Azuma vai ser uma personagem completa ou apenas um elemento de roteiro, mas não posso deixar de pensar em como, ao mesmo tempo que todos a veem o tempo todo, em televisões e telões espalhados pelas ruas e smartphones, ela própria está sozinha. Um mundo em que todos estão conectados o tempo todo permite que ela seja vista o tempo todo por todo mundo, mas ao mesmo tempo a condena a não ver ninguém.

Não sei se isso vai virar algo nessa história, porém. Há tanto potencial vindo de todos os lados que praticamente qualquer coisa pode vir a acontecer. O que eu sei é que as reviravoltas do Kunihiko Ikuhara sempre acontecem próximo ao final, e são imprevisíveis, ainda que vários de seus elementos sejam revelados antes. Ao invés de pistas, tais elementos são apenas fundações nas quais as reviravoltas se sustentam. Eu não vou tentar adivinhar nada, e para o bem de sua sanidade sugiro que faça o mesmo.

No final das contas, foi uma boa estreia? Para mim, foi excelente. É um bocado difícil de acompanhar conforme fica cada vez mais insano e cada vez mais veloz, mas no fim das contas não é nada complicado demais, desde que não se caia na armadilha de tentar adivinhar o que vem pela frente, o que eu acabei de desaconselhar.

Sarazanmai é um anime fácil de assistir. Assistir animes do Ikuhara é como andar de montanha-russa: você vai sempre sair sem fôlego, não importa quanto já tenha andado.

 

No final eu estava mais ou menos como o Kazuki depois de "acordar"

 

  1. Avatar

    Confesso que foi esclarecedor ler seu comentário, tendo em vista, que é a primeira obra do autor que acompanho. Acabei de ver o segundo episódio e terminei me perguntado o por quê de assistir essa animação, pois até o momento o que curti foi a op e end rsrs…E mesmo assim, vou assistir o anime, a última cena do ep 2 deixou-me ansiosa para saber o desenrolar dessa “maluca” estória.

    • Fábio "Mexicano" Godoy

      Olá Kaellen, tudo certinho?

      O anime mais “normal” do Ikuhara é Utena, mas já é antigo e visualmente pode parecer datado. O melhor é Mawaru Penguindrum, mas confesso que até hoje não entendi tudo, hahaha!

      Continue assistindo sim! Se qualquer coisa, é bem diferente de todo o resto, além de uma experiência visual fantástica. E sempre que precisar, pode vir aqui ler os artigos que irei escrever sobre cada episódio. Na pior das hipóteses, nós dois ficamos sem entender juntos 😂

      Obrigado pela visita e pelo comentário!

  2. Avatar

    Olá! Tudo ok comigo, e vc?
    Confiarei em você rsrs. Pretendia dropar o anime, mas como vou poder ler suas resenhas e discutir sobre a estória, vou continuar acompanhado as bizarrices futuras.
    Grata pela atenção e até!

Comentários