Bom dia!

Decidimos reunir o maior time de especialistas em animes que pudéssemos e perguntar a cada um deles: Qual foi o melhor anime de 2018? E se não for abusar muito, poderia dizer quais os melhores em cada um dos seguintes gêneros: AçãoEsporteComédiaDramaSlice of lifeRomance, e Horror/Suspense?

Ninguém tão importante assim quis nos atender, então decidimos fazer uma coisa mais caseira. Os membros da equipe do Anime21 se reuniram em conclave para decidir quais os melhores animes de 2018!

Nossa série de melhores do ano, iniciada uma semana atrás, chega ao fim com os melhores animes do ano. Aguardou ansioso(a) por esse artigo? Espero que sim, porque eu e toda a equipe do Anime21 estávamos ansiosos para publicá-lo!

Leia também:

5 Melhores Animes de Ação de 2018

5 Melhores Animes de Esporte de 2018

5 Melhores Animes de Comédia de 2018

5 Melhores Animes de Slice of Life de 2018

5 Melhores Animes de Drama de 2018

5 Melhores Animes de Romance de 2018

5 Melhores Animes de Horror ou Suspense de 2018

Imagem de capa: Fotografia do Lago Fryxell, Antártica, Joe Mastroianni, 2002.

 

Qual foi o melhor anime de 2018?

Esse é o tipo de escolha que costuma ser difícil. Em primeiro lugar, é preciso separar a paixão da razão, e embora seja a segunda quem deva orientar a escolha, a primeira não pode ser desprezada. O poder de despertar paixões é, afinal, uma qualidade também.

Aspectos técnicos de animação e da narrativa devem ser levados em conta. A relevância da obra não pode ser desprezada: seu conteúdo é mais ou menos universal? Ou é algo que definitivamente atende apenas a um nicho minúsculo?

O Anime21 é um blog com uma grande equipe, e a maioria de nós assistimos muitos animes, seria fácil proceder apenas a uma votação e nos darmos por satisfeitos. Mas sinceramente, eu nunca teria ficado satisfeito com algo meia-boca assim.

Pergunte a qualquer um de seus redatores preferidos do blog: passamos três ou quatro dias discutindo esses animes todos. Houve muitas idas e vindas. Argumentos, avaliação, convencimento. E foi assim que chegamos às nossas listas de melhores animes, a de cada gênero e essa, geral, coroando o trabalho.

Tudo isso posto, o melhor anime do ano em si não foi difícil decidir. Veja ele abaixo, depois dos demais que entraram em nossa lista de 10 melhores animes do ano de 2018!

 

10. Mahou Tsukai no Yome

Mahou Tsukai no Yome

Duas pessoas muito diferentes e improváveis que podem melhorar para sempre a vida uma da outra.

É um drama, é um romance, e é também baixa fantasia de alta qualidade! Quem ainda não assistiu a história de Chise e Elias está perdendo muito mais do que qualquer sinopse é capaz de dizer, então nem vou tentar.

Leia a resenha de Mahou Tsukai no Yome.

 

9. Happy Sugar Life

Happy Sugar Life

Duas pessoas muito diferentes e improváveis que podem destruir para sempre a vida uma da outra…

Nem todos os encontros ao acaso trazem boa fortuna. E é tanto pior quando os envolvidos acreditam que essa foi a melhor coisa que poderia ter-lhes acontecido. Bom, para ser razoável, a Shio é apenas uma criança de sete anos, a culpa dela é bastante limitada em comparação à adolescente Satou que a encontrou na rua e “se apaixonou” por ela. Ou melhor: se apaixonou, sem aspas mesmo.

Um thriller de horror psicológico e violência que vai ficar marcado para sempre na memória de quem assistir. O triunfo do pior que há no ser humano sobre toda a bondade e compreensão.

Leia a resenha de Happy Sugar Life.

 

8. Shoujo Kageki Revue Starlight

Shoujo Kageki Revue Starlight

Um dos dois únicos animes dessa lista final que não figurou nas listas de melhores por gênero.

A coisa é que Revue Starlight desafia classificações. O mais próximo que se pode chegar é dizer que é um drama do subgênero coming of age, amadurecimento. Mas não é exatamente isso também. É uma ação fantástica que se passa em uma escola de teatro no qual as garotas duelam literalmente durante as audições, enquanto cantam. Enfim, só assistindo para entender.

Leia a resenha de Shoujo Kageki Revue Starlight

 

7. Wotaku ni Koi wa Muzukashii

Wotaku ni Koi wa Muzukashii

O otaku dentro de mim saúda o otaku dentro de você.

Eu sei que eu escrevi que obras muito de nicho não são legais mas, bom, todo anime é para o nicho “otaku”, não é? Então podemos incluir uma comédia romântica entre adultos que são membros ativos da sociedade, trabalham e pagam as suas contas, mas continuam mantendo seus hobbies, agora adaptados à nova realidade.

Leia a resenha de Wotaku ni Koi wa Muzukashii.

 

6. Yagate Kimi ni Naru

Yagate Kimi ni Naru

O primeiro amor pode ser bastante complicado.

O drama romântico que conta a história de Yuu, que está confusa após receber sua primeira declaração de amor e não sentir nada, e agora acredita que é incapaz de amar, e Nanami, a garota perfeita que carrega um passado sombrio e não quer ser amada por ninguém. Uma história que tinha tudo para desandar em um relacionamento tóxico, como infelizmente é comum em animes do gênero, mas que retratou duas garotas que conseguiram amadurecer, ainda que só um pouquinho, e dar seus primeiros passos para uma relação melhor.

Leia a resenha de Yagate Kimi ni Naru.

 

5. Yuru Camp

Yuru Camp

Porque a gente também precisa relaxar.

Depois de assistir qualquer um dos dramas mais pesados dessa lista, assista um episódio de Yuru Camp. Essa é a versão em anime de uma massagem relaxante para seu cérebro. É um anime de garotas fofas fazendo coisas fofas, mas não é a fofice delas (o famoso “fator moe”, ou pior, fanservice – coisa que o anime nem tem) que opera a magia. A história leve, os cenários incríveis e os temas bucólicos de Yuru Camp são os responsáveis por isso. Se livre de toda a tensão e o estresse assistindo Rin, Nadeshiki, Aoi, Chiaki e Ena acampando nas montanhas durante o inverno japonês.

Leia a resenha de Yuru Camp.

 

4. Golden Kamuy

Golden Kamuy

Falando em acampar nas montanhas…

Mas “um pouco” menos bucólico. Golden Kamuy ensina bastante sobre a cultura ainu, um povo indígena do norte do Japão e da Sacalina, na Rússia. Quer saber como caçam, como vivem e quais as tradições ainu? Golden Kamuy é o anime para você. Quer ação e um enorme elenco de personagens únicos em uma caça ao tesouro em Hokkaido na virada do século 19 para o 20? Golden Kamuy é totalmente o anime para você!

Leia a resenha de Golden Kamuy.

 

3. Sangatsu no Lion 2

Sangatsu no Lion 2

Crescer é difícil.

Sangatsu no Lion trabalha com muita delicadeza temas como bullying e o medo do futuro. Kiriyama Rei não sabe exatamente o que fazer para mudar o seu estilo de vida solitário e soturno, que é coberto por cicatrizes e incertezas. Para fugir de toda a ansiedade, se agarra ao shogi, que é o seu único modo de sustento, e ao mesmo tempo quer procurar por outras oportunidades na vida, sendo esse o motivo de ter voltado ao colégio. Ao longo do anime, ele vai descobrindo pessoas que o ajudarão, e outras que o puxarão para uma correnteza traiçoeira de angústia e sofrimento.

Leia a resenha de Sangatsu no Lion 2.

 

2. Asobi Asobase

Asobi Asobase

A tranquilidade no rosto de quem inferniza a vida de todo mundo.

Esses rostinhos bonitos não valem um tostão furado e ao mesmo tempo são adoráveis em sua honestidade egoísta. Tente não rir e fracasse assistindo as estripulias de Hanako, Kasumi e Olivia enquanto elas tentam afastar o tédio da vida escolar. O meu elas com certeza afastaram com sucesso!

Leia a resenha de Asobi Asobase.

 

E o título de Melhor Anime do Ano de 2018 vai para:

.

.

.

 

1. Sora yori mo Tooi Basho

Sora yori mo Tooi Basho

Não podia ser outro, podia?

A saga das garotas que vão até a Antártica, exibida na temporada de Janeiro, é uma daquelas histórias para guardar para sempre em um lugar especial no coração. Shirase é quem tem a ideia fixa da viagem improvável, por causa de sua mãe, desaparecida em uma expedição antártica três anos antes. Mari, que estava sentindo a juventude escapar pelos seus dedos, logo embarca nesse plano, no que é seguida por Hinata, uma garota da mesma idade que elas mas que por algum motivo largou a escola e se formou estudando sozinha, e Yuzuki, idol desde criança e que nunca soube o que era ter amigos.

Como as ondas que seu navio enfrenta, sua viagem metafórica também é cheia de altos e baixos, com episódios que te levam do riso ao choro e ao riso de volta em questão de minutos. Se tiver que escolher só um anime de 2018 para assistir, faça um favor a si mesmo e embarque junto delas para o lugar mais longe que o céu!

Leia a resenha de Sora yori mo Tooi Basho.

 

 

É isso! Espero que tenha gostado! Comente seus animes preferidos! Qual acha que deveria estar nessa lista? O que achou das nossas escolhas?

 

 

Anime Awards Brasil 2018

Quando planejamos essas listas de melhores animes e os decidimos, ainda no final de 2018, não poderia imaginar que durante a publicação dos artigos seríamos convidados para sermos jurados em outra seleção de melhores animes: a Anime Awards Brasil, do Anime Crazies. Estamos honrados por sermos parte desse júri, ao lado de gente como Leonardo Kitsune (Video Quest) e Gabi Xavier, além de blogs e sites como o Suco de Mangá, a Biblioteca Brasileira de Mangás e o JBox, além de muitos mais, dê uma olhada aqui.

Tivemos permissão para publicar os nossos votos, então vou aproveitar esse artigo para fazê-lo. Confira abaixo:

Melhor Ação: My Hero Academia 3
Melhor Comédia: Asobi Asobase
Melhor Drama: Violet Evergarden
Melhor Romance: Wotaku ni Koi wa Muzukashii
Melhor Filme: Mirai no Mirai
Melhor Continuação: Steins;Gate 0
Melhor Volta: Cardcaptur Sakura: Clear Card-hen
Melhor Personagem Masculino: Sakuta – Bunny Girl Senpai
Melhor Personagem Feminino: Zero Two – Darling in the FranXX
Melhor Animação: Violet Evergarden
Melhor Direção de Arte: Violet Evergarden
Melhor Fotografia: Koi wa Ameagari no You ni
Melhor Trilha Sonora: Megalo Box
Melhor CGI: SSSS.Gridman
Melhor Direção: Atsuko Ishizuka – Sora yori mo Tooi Basho
Melhor Narrativa: Sora yori mo Tooi Basho
Melhor Anime da Temporada de Inverno: Sora yori mo Tooi Basho
Melhor Anime da Temporada de Primavera: Golden Kamuy
Melhor Anime da Temporada de Verão: Asobi Asobase
Melhor Anime da Temporada de Outono: Yagate Kimi ni Naru
Anime do Ano: Sora yori mo Tooi Basho

Esses votos são ligeiramente diferentes das nossas escolhas em nossa seleção própria porque a metodologia das duas é diferente, não tem nada demais nisso.

Além do voto de júri, o Anime Awards Brasil está tendo também voto popular, e nós o encorajamos a ir lá votar agora clicando aqui.

A votação estará aberta até o dia 1º de fevereiro e os resultados serão anunciados em uma live no canal Bunka Pop, não perca!

  1. Avatar

    Primeiro top que discordo parcialmente. Até à quinta posição concordo plenamente, a partir da quarta posição que eu começo a discordar. Asobi Asobase foi muito bom,.eu gostei imenso desse anime, mas é preciso separar o trigo do joio, Asobi Asobase não tem a mesma qualidade geral de Golden Kamuy e muito menos a qualidade de Sangatsu no Lion 2. Dito isto, só trocaria a posição de Asobi Asobase para quarto, Golden Kamuy para terceiro e Sangatsu 2 para segundo. A primeira posição é mais do que merecida, Sora Yori conquistou com mérito a sua posição como um dos melhores animes dos últimos anos. Sou meio suspeito para dizer algo sobre Golden Kamuy, mas este anime me conquistou, o segundo melhor anime histórico que vi nos últimos anos (só superado por Shouwa Genroku). Quanto a Sangatsu 2 eu já dei a minha opinião sobre ele noutro artigo. A foto de capa do artigo não poderia combinar mais com o conteúdo presente no mesmo (a foto de capa deste artigo, junto das imagens do Assassinato de Júlio César e aquela pintura japonesa, foram as imagens que mais gostei nesta senda de artigos).

    • Fábio "Mexicano" Godoy

      Olá Kondou, tudo certinho?

      Mas nem discordou quase nada, só mudar posição, isso é absolutamente normal ué. Nem aqui dentro somos unânimes sobre as posições, isso foi o consenso possível.

      Acho que, tirando Yorimoi em primeiro, todo o resto do Top 5 (do qual só não assisti Sangatsu no Lion) é difícil de classificar, são todos animes muito bons, e se hoje eu expresso minha preferência por um deles, amanhã talvez eu mude. Mais do que isso, são de gêneros distintos, o que torna mais difícil a comparação direta.

      E eu gostei de todas as capas, escolhi com bastante cuidado cada uma delas, incluindo mudanças de última hora. Para slice of life quase foi A Dança, de Matisse, que de forma alguma é uma escolha ruim mas achei que estava faltando capas japoneses nos nossos tops de animes. Para romance eu fiquei muito tempo tentando procurar um bom quadro de Romeu e Julieta (não dá para ser mais clássico do que isso), mas não encontrei nada que me agradasse. Felizmente, porque adorei a ilustração que encontrei no Pixiv. Isso tudo eu já tinha decidido antes de começar a publicar os artigos, exceto a desse top 10 final. Não fazia ideia do que escolher. Escolhi em cima da hora, e é outra escolha que eu gostei bastante também.

      Mas fiquei chocado ao ver depois do artigo no ar um anúncio no Facebook de uma organização ambiental falando sobre o degelo na Antártica que usou exatamente a mesma foto, da mesma fonte e fazendo um recorte quase igual ao meu. Está aqui. Desce aí e veja a mesma imagem que usamos no miolo do artigo. No anúncio do Fazebook, essa foi a foto escolhida para a publicidade, e recortada quase da mesma forma que eu recortei nesse top. Coincidências estranhas 😜

      Obrigado pela visita e pelo comentário!

  2. Avatar

    Quando vi as escolhas do anime awards achei bem suspeito kk mas logo vi o porque, dadas as opções essas eram a que mais se encaixavam.
    Gostei do top, não é meu favorito mas tendo sora yori ja fico satisfeita, gostei que priorizaram animes novos (com exceção a sangatsu)

    • Fábio "Mexicano" Godoy

      Olá Hayssa, tudo certinho?

      Somos apenas jurados, a gente vota, não decidimos as regras, categorias ou indicados no Anime Awards, então fizemos o melhor possível com o que tínhamos à mão. Em algumas categorias foi bem difícil dar um voto, mas enfim, acho que fizemos um bom trabalho lá como aqui.

      Quanto a priorizar animes novos, nem foi uma decisão que tomamos, foi apenas algo que aconteceu. O que fazer se achamos que os animes novos são melhores que quase todas as novas temporadas de outros animes? Mas acho que isso no final das contas é positivo porque torna a lista mais útil para quem está procurando o que assistir também. Ano que vem, se o resultado final for mais misto, por assim dizer, talvez incluamos categorias “anime novo” e “anime antigo em nova temporada”, ou algo assim?

      Aliás, esse é o momento para reflexão: acha que faltou alguma categoria? Quase tivemos a categoria “fantasia”, mas quase todos os animes do gênero também são animes de ação, então não parece ter muito propósito. Teríamos categoria “filme” se tivéssemos assistido mais filmes (eu vi três! Liz to Aoi Tori, Batman Ninja e Godzilla … isso não vira um bom top 😂). Eu sugeri então, ao invés, que filmes entrassem junto dos demais animes nas diversas categorias, sem distinção, mas só eu assisti Liz to Aoi Tori e é o único que eu acho que incluiria em algum lugar.

      Enfim,

      Obrigado pela visita e pelo comentário! Que 2019 tenha animes ainda melhores! 😃

  3. Avatar

    Onde discordo mais é na parte dos votos, lá tem escolhas muitos boas, mas sério, o Sakuta como melhor personagem masculino, num ano onde do apareceu o Sugimoto e a Zero Two como melhor personagem feminina, num ano onde tivemos a Asirpa, a Shirase de Sora Yori, a Violet entre tantas outras.

    De resto na parte dos votos, não podia concordar com os melhores animes de cada temporada.
    As capas escolhidas por ti, todas elas foram excelentes, a capa dos melhores animes slice of life foi a segunda que mais gostei, só sendo superada pela capa do artigo dos 5 melhores animes de drama, aquilo é uma obra de arte intemporal. A capa do artigo 5 melhores animes de romance de 2018, eu gostei muito também (recentemente meio que fiquei fã de shoujo ai e yuri). Quanto à capa deste artigo, chega a ser triste que tal beleza se tenha degrado nos últimos 17 anos, graças ao aquecimento global (que certas gentes que possuem uma ervilha no lugar do cérebro, dizem que não existe). Realmente a imagem usada no anúncio do Facebook usou um recorte bem semelhante ao que tu usaste aqui, realmente à coincidências estranhas (e um pouco assustadoras também).

    • Fábio "Mexicano" Godoy

      Ah sim, os votos no Anime Awards você diz? Você clicou lá para ver? Se tivesse o Sugimoto, teríamos votado Sugimoto! Mas não tinha essa opção. O que quase votamos foi no Joe, de Megalo Box, mas para desespero do James nem essa o anime levou. E assim foram todos. Demos o melhor voto possível, não necessariamente o voto que realmente gostaríamos de dar.

  4. Avatar

    Olha…Todos…Falar o que? Acabei de ver “Sora yori…” (valeu Fabião!!!) e olha que até estremeceu meu fanpower por Megalobox (eu acho que ele ainda vai abiscoitar alguma coisa Crunchyroll Awards…), nessas horas fico como quando vendo o Oscar, na torcida, tomando cerveja e comendo um amendoim…E esperando aquele maldito envelope….KKKKKKK

    • Fábio "Mexicano" Godoy

      Olá James, tudo certinho?

      Eu gostei de Megalo Box, mas a minha impressão é que mesmo tendo feito uma história atual, independente, ao invés de spin-off de Ashita no Joe, ainda assim acabou sendo bastante de nicho. E como expliquei no começo, tentamos valorizar mais animes que foram mais “universais”. Se reparar, nenhum esportivo chegou a essa lista final.

      Mas tem Olimpíada no ano que vem e é no Japão, acredito que a tendência é termos mais e melhores animes esportivos, quem sabe?

      Obrigado pela visita e pelo comentário! 😃

  5. Avatar

    Sou obrigado a concordar…A seleção está bem justa…Mas Megalo estará sempre em nossos corações…Coisa da geração que viu Cowboy Bebop e espera ansiosamente pelo próximo Cowboy Bebop…Em verdade, tenho de admitir aquela obra que vc escolhe para “culto” as vezes não é a obra que o mundo aceita como tal. Vida que segue…
    E fica a dica para o “injustiçado” Double Decker…

    E por falar em Olimpíada…Ouço boatos (um amigo que é da comunidade, já trabalhou em mangá e se aventurou em anime lá no Japão)…Nada se confirma…Mas talvez tenha algo em andamento…Falando baixinho…Um…”Akira Reloaded”? Nahhh…Se tivesse já teriam começado há muito tempo atrás…Mas será?

    De qualquer forma, a Olimpíada deve ser uma oportunidade para lançamentos que possivelmente irão “blow the mind” ansiosamente (e eu não sou fã de anime de esporte) espero…Abraços a todos daqui e dalém mar!

Comentários