Estamos recrutando redatores, clique aqui e se candidate, vagas limitadas!

Arme sua barraca, acenda uma fogueira, esquente o seu marshmallow e vamos acampar!

Curta o anime21 no facebook:

Nada como acampar com uma ajudinha da tecnologia, não é mesmo?

Em seu primeiro episódio, Yuru Camp△ nos apresenta Rin Shima, que sai para acampar em frente ao Monte Fuji no inverno e lá conhece Nadeshiko Kagamiraha, que dormiu demais e perdeu a hora. Ao ajudá-la, Rin se aproxima da garota que vai estudar na mesma escola que ela e deve entrar para o seu clube – o de atividades ao ar livre – para juntas aproveitarem a vida escolar. Você provavelmente já leu essa sinopse em algum lugar, tirando o fator “acampamento”, não é mesmo?

E é exatamente por isso que o anime é peculiar, pois ao longo de todo o episódio o tema é bem explorado, sendo através da narração que explica detalhes de como acampar, seja através da protagonista fazendo o seu próprio acampamento ou do título do episódio seguinte que mostra que há um clube – do qual ela com certeza deve fazer parte – que faz esse tipo de atividade ao ar livre.

Confesso que ri um bocado nessa parte

Com uma trilha sonora aconchegante, belos cenários e um clima tranquilo, propiciado por garotas simpáticas e fofas, o episódio deu uma boa demonstração do que deve retratar: garotas fofas que gostam de acampar e acampam. Para quem se interessa pela prática ou quer ver algo lentinho com uma ótima produção e garotas fofas – fazendo coisas fofas ou não – o anime parece uma boa pedida.

Sei que é redundante falar que as garotas são fofas, mas foram mesmo e de uma forma que me fez achar que o moe não foi forçado ou exagerado, conseguindo transparecer doçura através do design e da beleza advinda do detalhamento nos cenários e do bom uso de cores e contornos nos rostos. No geral o anime passou uma sensação agradável de calmaria e leveza, o típico para um bom slice of life.

Adorei essa personagem! Achei ela fofa e atrapalhada na medida certa!

Não acredito ter havido algum ponto negativo de destaque nesse episódio, talvez muitos não gostem da lentidão ou da narração que deve aparecer em alguns momentos, mas acredito que isso faz sentido de acordo com o que me parece ser a proposta: ir a fundo falando sobre o ato de acampar através dessas garotas. Confesso que não sou muito fã de slice of life e talvez por isso não tenha morrido de amores por esse começo, mas achei que ele não foi monótono e fez bem ao mostrar a que veio logo de cara. Se você quer ver um slice of life que promete ser agradável e bem-feitinho, e que apresenta bem um tema incomum para a maioria, acho que deve dar uma chance a Yuru Camp△.

Acho que para ver um cenário desses vale a pena entrar mais em contato com a natureza

Comentários