Animê em comemoração aos 40 anos da relação Japão-Índia. É uma adaptação da história mítica indiana do príncipe Rama, sétima encarnação do deus Vishnu. É um símbolo do homem perfeito, que aceitou de bom grado o exílio de 14 anos imposto pelo seu próprio pai. É um exemplo por seguir e aceitar o dharma (algo como o Caminho para a Verdade Superior, que envolve ser uma pessoa de paz e aceitar os desígnios do destino).

Ler o artigo →