Ah, quanto tempo! Demorei dias pra escrever aqui a resenha, escrevia e já parava depois de minutos escrevia só mais um pouquinho. Mas enfim, como tá no título, o anime é Nisekoi. Eu realmente não vi nenhuma recomendação do anime, só fui na sorte, até porque a maioria dos que já foram terminado e vejo foram recomendações. Não foi interessante, mas também não foi decepcionante, tá no meio termo ok.

Categorias/gênero: Comédia, Romance, Shounen, Harem. Totalizando, há 34 episódios (20 na primeira temporada e 12 na segunda) o anime é adaptação de mangá e também possui um jogo.

Sinopse original: Aku Ichijou é um estudante de ensino médio padrão. Ele também passa a ser o único herdeiro do chefe de uma família Yakuza chamada Shuei-gumi. Dez anos atrás, Raku fez uma promessa secreta com uma garota que ele conheceu. Eles prometeram um ao outro que vão se “casar quando se reencontrarem.” Desde então, Raku nunca soltou o pingente que a garota lhe deu. Um dia, uma bela garota chamada Chitoge Kirisaki, transfere-se para a turma de Raku. A partir daí não há um momento em que eles não estejam brigando. Mas por um rumo estranho de eventos, Raku e Chitoge concordam em se tornar falsos namorados. Embora seu coração esteja realmente interessado em sua colega Kosaki Onodera, Raku deve continuar fingindo ser namorado de Chitoge.

Sobre o que fala o anime: Kirisaki e Ichijou são filhos de gangsters e seus clãs/quadrilhas/facções estavam quase entrando em guerra, logo os pais dos dois decidem que eles finjam namoro, para que a guerra parasse. E realmente parou, mas meninas de famílias perigosas surgem. Também tem a história do colar de Ichijou, que ele quer encontrar a dona da chave do colar.

O anime: O anime, na primeira temporada, começa meio que com uma cena de infância dos dois no campo. Deles trocando um colar de chave, com um efeito de filmes antigos. Logo, a “fita” cai e começa a introdução do personagem principal. Logo nos primeiros minutos já me pergunto: Quem anda com pão na boca? Grande clichê esbarrar com o futuro namorado, originalidade a mil.

Eu realmente não entendo quando fala algo tipo “Ela se transferiu num momento tão estranho” no primeiro episódio, tipo nenhum momento é estranho pra mudar de escola, nem que seja no meio do ano.  Realmente, meninas transferidas é que mais entraram, mas não foi muito “WTF?” porque todas tinham uma explicação: se o Ichijo ou Chitoge não estivessem ali as transferidas também não estariam ali.

Eles realmente atuaram muito mal, todos os amigos deles perceberam menos a tapada da Onodera que só descobriu quando contaram tsc, tsc. Mas a história não é só a do namoro falso, tem o drama do colar e da promessa que aparece no primeiro episódio. Para quem ele fez a promessa de casamento? Essa pergunta parecia obvia nos décimos e poucos episódios, mas ai, quando você percebe já apareceu que três meninas tem a chave. O que foi muita “coincidência” todas caírem na mesma escola e sala, né?

Uma coisa que não gostei foram os OVAs e os últimos episódios, sério! Não pela história dos episódios, mas pelo fanservice. Neles a cada 10 minutos dos episódios aparecia um peito na tela. Poxa, o anime tinha uma história que poderia ser bem aproveitada, mas invés disso focou no corpo das meninas. Tanto que já apareceram quatro ou mais vezes elas tomando banho juntas. Como se banho pelado fosse anormal pra aparecerem tantas vezes.

Já nos primeiros minutos da segunda temporada, parecia que estava num shoujo. Ah, fala sério, desde quando Chitoge foi assim? Digo, pode estar apaixonada, mas personalidade é personalidade, ainda mais que é uma personalidade forte ela ser agressiva. Ah, isso foi meio mal trabalhado. Falando da segunda temporada, qual seria o melhor tema pra um primeiro episódio de uma segunda temporada de Nisekoi? A chave? Não. O destino de Ichijou, que esta quase determinado a morrer? Não. O gloss da Chitoge? É claro! Não só isso, como metade da segunda temporada foi toda slice-of-live, eu gosto de s-o-l, mas em um anime só disso, claro.

PUELLA MAGI ONODERA MAGIKA

A segunda temporada toda valeu só por essa paródia

Bem, vamos aos personagens. Que resolvi fazer um paragrafo para cada um, porque me complico muito com um paragrafo para todos.

Ichijo (Raku) é o homem do “harém” (Aspas porque nem é tanta garota). Ele poderia ter qualquer uma a seus pés já que conquistou todas, de uma forma incrivelmente veloz, mas ele não quer, ele quer mesmo é ficar enrolando. Bem, ele é o filho e “herdeiro legitimo” dos Yakuza. Ele é gentil e se importa com os outros, e com isso conquista as meninas.  Você nunca vai encontrar alguém igual a ele na sua vida.

Onodera (Kosaki) é quem o Ichijo ama e ela também o ama, porém não podem com toda essa coisa das famílias gangsters e então só poderia escondido, escondido. Bem que poderia ter se declarado, mas não foi algo irritante ela não se declarar, o anime continuou e continuaria ok mesmo sem ela ter se declarado. Primeira a ser mostrada que tem uma chave. Sua família possui uma loja de doces.

Chitoge é a filha do líder da gangue Colmeia. Incrivelmente clichê e tsundere. Para mim, o desenvolvimento amoroso dela foi horrível, só foi PA, tá ai ela gosta dele. Aos primeiros episódios aparece que ela é MUITO medrosa, tá que medo é medo, mas parece que não tiveram motivo pra eles se agarrarem ai colocaram ela medrosa. O desenvolvimento dela ficando mais… Mais amorosa foi decepcionante, pelo menos pra mim.

Tsugumi foi enviada por Claude (seu pai adotivo) para proteger a “donzela” e caso Ichijo não amasse a Chitoge mesmo, tem ordens para mata-lo. Porém, ela se apaixona por Ichijo. Ela conhecia Chitoge desde pequena, e como todo mundo faz promessa quando criança, e há dez anos atrás ela prometeu proteger Chitoge e como todo mundo do anime, ela não quer desfazer a promessa.

Marika crê que é a “noiva” de Ichijo que fez a promessa. Ela passou os dez anos pensando em Raku, mudando os seus jeitos e deixando seu cabelo crescer porque Raku gostava de meninas assim, era seu “tipo” de infância. Ela é bem atirada e assanhada também. É filha de um comissário de policia, ou seja, outra possível guerra. O estranho é que ela não usa uniforme da escola como Tsugumi também não usa.

Os secundários são bem secundários mesmo, quase nem fazem importância e parece que estão ali de enfeite. Bem, o Shu é o melhor amigo de Raku, vive fazendo piadinhas e soltando pérolas. Ruri é a melhor amiga de Onodera, vive tentando a aproximar de Raku. Claude faz meia-importância, ele desde pequeno protegia Chitoge e é superprotetor. Paula veio dos EUA para levar Black Tiger, a Tsugumi, porém não conseguiu. Haru é a irmã de Onodera, não tenho muito a falar sobre ela. Fu é uma amiguinha de Haru. Há também uma personagem chamada Kanakura, porém só aparece no mangá

todo mundo

Merece ter outra temporada?: Sim e não. Sim porque gostaria de finalização na história, mas demoraria, pois o mangá ainda não acabou. E não porque iria também ter tranqueiras como os episódios s-o-l para enrolar o fim.

Discussão