Estamos recrutando redatores, clique aqui e se candidate, vagas limitadas!

Nem é preciso conhecer a história original (o mangá) para saber que a adaptação de Dimension W deixou muito a desejar. O anime teve um bom começo, apresentando personagens interessantes em um futuro interessante, mas depois veio uma sequência de arcos aparentemente desconectados enquanto a história avançava apresentando novos personagens que não tínhamos ideia de que papel teriam na história – se algum. Aquele ex-Gretel loiro por exemplo é um personagem que ficou muito sem sentido. No começo parece ser um vilão, depois descobrimos que ele tem algo a ver com o Kyouma, que estiveram juntos por um bom tempo em algo muito importante na vida do protagonista, e depois … isso tudo não serve para nada depois. É assim com personagens demais antes do arco final.

Aí veio o arco final. Também foi relativamente confuso, e tenho certeza que boa parte do impacto que a história deve ter no mangá se perdeu com o pouco tempo e a imensa quantidade de cortes que deve ter tido. De novo um exemplo relacionado ao Kyouma: certamente rever um ex-companheiro levantar-se como um zumbi mutante controlado eletronicamente à distância deve ter tido um impacto grande no protagonista, mas assistindo o anime é impossível sentir isso. No máximo parece um pequeno infortúnio. Mas a história se tornou empolgante, costurou bem toda a colcha de retalhos que foram os arcos anteriores, e os personagens principais e as relações entre eles se desenvolveram e foi divertido de assistir tudo isso.

Ler o artigo →

Primeira parceria da temporada de abril ou última parceria da temporada de janeiro? Bom, é verdade que já é abril, mas nenhum anime da temporada estreou ainda e alguns da temporada anterior ainda não acabaram, então nesse sentido seria mais lógico dizer última da temporada de janeiro?

Quem se importa! Faço a escolha mais positiva e digo que é a primeira da temporada de abril! Que venham outras! A nova parceria do Anime21 da vez é o blog Não é minha culpa que não sou popular!, com nome inspirado no excelente anime WataMote (na verdade na verdade, uma tradução para o português do título completo; esse é daqueles animes de nome gigante que todo mundo só decora abreviado, hehe), e a mascote deles, como não poderia deixar de ser, é a carismática e popular (só ela que não sabe, tadinha!) Tomoko, a protagonista do anime.

Com artigos sobre animes e mangás, além de curiosidades, é um blog com conteúdo muito bom e variado. E é bastante popular também! Parece brincadeira de primeiro de abril, não é? Qual é, eu sei que você já conhecia! Fico feliz e honrado pela nova parceria. Obrigado, Mônica!

Faça uma visita agora ao Não é minha culpa que não sou popular! e ajude a Tomoko a superar sua fobia social paralisante (ou a deixe ainda mais constrangida, coitada!)