Estamos recrutando redatores, clique aqui e se candidate, vagas limitadas!

Desde o começo eu apenas assumi que kegares fossem o sabor de demônio ou youkai de Twin Star Exorcists e não pensei muito mais nisso. Mas ver um kegare com a aparência dos ex-donos da casa que ele assombrava me deixou pensativo nesse episódio. Kegare (ケガレ) significa apenas “impuro”, não tendo relação direta, desde o batismo, com demônios ou o sobrenatural. É apenas impuro. E só aquilo que um dia foi puro ou que poderia ser puro é que pode ser ou se tornar impuro, não é? Demônios não são impuros – eles são a própria impureza. Não existe “demônio do bem”. A sujeira não é suja, mas ela torna as outras coisas sujas. Não seria razoável querer que o pó fosse menos poeirento.

Acho que o anime ainda está longe de revelar alguma verdade mais profunda sobre os kegares mas vou especular um pouco nesse artigo mesmo assim. Se bem que considerando o quão simplório (no sentido de simples, não de ruim) Twin Star Exorcists é, é bem possível que ele revele algo logo ou que não haja nada para ser revelado no final das contas. Correrei esse risco. Mas vamos falar também sobre nossos protagonistas?

Ler o artigo →