Por que heróis precisam evitar a destruição? Porque meio que são funcionários públicos, né, recebem do governo para proteger a população e se possível evitar o uso de recursos para fazer reparos na cidade. Não foi o que aconteceu no terceiro embate do treinamento em conjunto das turmas do primeiro ano, mas foi o que o Endeavor seguiu a risca no início da segunda parte desse episódio.

Em todo caso, mais relevante é que tivemos mais um embate entre classes, mas dessa vez acho que ele tende a ser ainda melhor não só por contemplar dois personagens um pouco mais relevantes, o Iida e o Todoroki, como também por fugir do básico para esse tipo de situação, que seria um duelo de estratégias bem elaboradas. É hora de Velozes e Heroicos no Anime21!

Ler o artigo →

Como MHA enrola para encaixar arcos em cours, né? Já é o sexto episódio e tenho a impressão de que quatro ou cinco seriam mais que o suficiente para chegar ao mesmo ponto da história, sem qualquer dano. A questão é, querem enrolar para fechar esse arco no meio da temporada, adaptando no ritmo que é mais interessante para o macro, mas inevitavelmente desprivilegia o micro, pois os episódios perdem força com isso, como esse daqui perdeu.

Ainda assim, é inegável que as ideias como um todo não foram tão consistentes quanto as do primeiro embate e isso não mudaria com uma outra dinâmica, é questão de escrita mesmo, e apesar de ter curtido a ideia de que a Yayorozu vê dois, três passos a frente, ao mesmo tempo achei meio zoado elogiá-la tanto quando ela precisava vencer no presente. Pelo menos há alguma perspectiva de melhora e o mesmo vale para o anime. Vamos nessa?

Ler o artigo →

Esse foi aquele tipo de episódio que eu chamo de “transição”, em que não acontece nada de tão destacável, mas ainda dá para aproveitar alguma coisa. Se com relação ao Deku o desenvolvimento ou não desses colegas não agrega tanto, pelo menos foi possível ver alguma coisa bacana sobre um personagem secundário que certamente deve contar com a simpatia de alguns, nosso homem pássaro sombrio, Tokoyami.

Conseguimos vê-lo usando sua individualidade aprimorada, o Deku apareceu bem para explicar do que ele melhor sabe, coisas de heróis, e ainda tem uma rivalidadezinha entre a Yayorozu e a Kendo a ser explorada no prosseguimento da luta. Além disso, ainda nos surpreendemos com as individualidades da galera da turma B, mas como o pessoal da turma A não sabia? É para responder a essas e outras questões que eu estou aqui!

Ler o artigo →

Não sei se o Shinso vai virar mesmo um herói, só que ele voltou a trama nesses episódios e pretende realizar seu sonho, mas para isso vai ter que mostrar serviço no treinamento de aspirantes a herói da turma A e B, e posso dizer que entre defeitos e dificuldades, é inegável o potencial de sua individualidade, claro, se bem explorada e combinada.

Ele não mostrou muito além dela, mas é muito provável que o Deku o impulsione a isso. É muito conveniente um personagem que já despertou alucinações no protagonista antes reaparecer justamento agora que ele voltou a tê-las, mas, convenhamos, a situação foi toda bem amarrada para nos convencer, além de terem sido dois belos episódios. Sem mais delongas, terá sido essa a volta do que vai ser herói?

Ler o artigo →

Olá, se você acompanha o blog deve me conhecer, se não, sou o Kakeru17 (nickname, claro) e vou cobrir My Hero Academia (Boku no Hero Academia) 5 aqui no Anime21. O redator das temporadas anteriores (meu xará, inclusive) está ocupado com o trabalho e não vai poder seguir escrevendo os artigos sobre esse belo shounen do qual sou muito fã (mas não vou me furtar de ser critico quando preciso, garanto).

Deixei acumular dois episódios, pois saiba que o primeiro seria um recap ou se muito, um episódio original que na verdade ainda é um recap. Foi a segunda opção, e é verdade que está em cima da hora do terceiro episódio sair no momento em que é lançado este artigo (foi mal aí), mas o importante é que tenho muito o que falar sobre a volta de Deku e seus bluecaps. Garanto me esforçar para compensar a demora. Vamos lá?

Ler o artigo →

My Hero Academia já está em sua quarta temporada, o que é tempo suficiente para mostrar se a adaptação realmente se sustenta ou perdeu fôlego com o tempo. O lançamento do primeiro ano da animação aconteceu numa ótima época para a temática de super-heróis e com certeza se aproveitou muito disso para criar hype. Agora, quatro anos depois, o anime ainda entrega o que promete?

Ler o artigo →

Chegamos ao último episódio da quarta temporada de My Hero Academia. E que episódio, meus amigos! Se alguém ainda duvidava que Endeavor merecia ser o herói número 1, agora temos certeza que All Might tem um substituto à altura. Vamos recuperar o fôlego e comentar sobre o possível melhor episódio dessa temporada.

Ler o artigo →

O arco do Festival Cultural era um que eu daria nada, mas acabou surpreendendo. Agora que ele chegou ao fim, fica a dúvida para onde a série vai. Pelo jeito que as coisas (re)começaram, o foco não será os alunos da U.A., mas sim heróis profissionais. Mais precisamente, os dois primeiros do novo ranking. Só com isso já deu pra empolgar, mas será que teremos desenvolvimento suficiente?

Ler o artigo →

O momento que todos nós esperávamos finalmente chegou – o famigerado episódio do Festival Cultural está entre nós. E a grande questão que precisa ser respondida é: valeu a pena? Com certeza! Em meio a pandemia de coronavírus e o período de quarentena que todos nós precisamos passar, o sorriso da Eri salvou meu dia.

Ler o artigo →

A batalha entre Deku e Gentle Criminal continua! Agora tivemos a oportunidade de conhecer as trágicas histórias de origem dos vilões, mas isso não foi o suficiente para justificar suas vilanias. Após muito poder do amor, seus arcos foram concluídos de forma emocionante, mas uma coisa que ainda não terminou é a corrida contra o tempo de Deku para não se atrasar para a apresentação musical da Turma 1-A no Festival Cultural.

Ler o artigo →