jj

Olá pessoas, aqui é o poketoty, e para a galera que tá me acompanhando vou postar regularmente os comentários sobre os episódios de To Be Hero todo sábado à tarde.

Nesse episódio teve um romance inesperado, mais referências e muita informação sobre o príncipe alienígena, então vamos conferir!

Curta o anime21 no facebook:

Respondendo a pergunta deixada na review anterior, o Ossan não só não morre como também parece ser imortal quando não é atacado pela Min-chan (que inclusive teve pouca participação nesse episódio), porém demonstrou o quanto ainda está magoada com essa situação. Esse fato levanta algumas perguntas: “Por que será que os ferimentos não se curam quando a Min-chan lhe bate? Será que tem a ver com a ligação amorosa entre eles?”. Entretanto, por causa dessa confusão, um novo sentimento nasceu no príncipe (que consegue dar 8 tipos diferentes de grito????) e assim descobrimos que ele faz o tipo “bate que eu gamo”.

O nosso querido vilão do anime conseguiu ganhar um parágrafo da review para avaliarmos os nomes dos seus golpes. Começamos com o primeiro, de nome “Amor de mil anos! Supositório perfurante”. O que se esperar de um golpe desses? Prefiro não saber. O segundo chama-se ”Puxada de duas mãos com giro”, e sim, se você pensou que era uma espécie daquele apertão chamado peitinho você acertou, aparentemente é uma técnica secreta no planeta Moemoe. E o último é o “Matador de você mil anos – dez mil anos”, é… Pois é, né? Bem isso aí que o nome diz mesmo.

Dessa vez tivemos mais duas referências claras, uma delas é o nome dado à meleca pelo príncipe alien. Ele a chama de Kriptoninita, fazendo alusão clara à fraqueza do Super-Homem, a Kriptonita. E a segunda, mais óbvia do que nunca e parecendo mesmo que os roteiristas estão lendo os meus comentários porque na minha primeira impressão eu comentei sobre Dragon Ball, e eles me aparecem fazendo uma referência ao ataque que o Goku usou para derrotar o Freeza, o famigerado Genkidama, só que o de To Be Hero foi de meleca, sim, exatamente, de meleca. Aliás, que sequência lastimável essa saga que foi feita sobre a meleca…

Vamos agora ao especial Piadinhas do Episódio. Vou comentar primeiro a sequência de conotação de piadinhas de duplo sentido logo no começo entre o Ossan e o príncipe (até rolou um clima), o que eu mais gostei nessa cena foi a insistência do príncipe em continuar a fazer as piadas, resultando em uma cena bem engraçada.

As mudanças do príncipe, tanto em termos de personalidade quanto em voz, resultaram no ponto alto de comédia do episódio, ora alternando com uma personalidade de criança de 8 anos (como dito pelo Ossan) ora sendo o apaixonado bobo, o que deu mais comicidade a esse episódio; inclusive a melhor cena veio em uma dessas partes onde ele se vende… opa… vende a nave para comprar um apartamento (tá, né?).

Quase enganei vocês de novo… Não… aaaa… Vai ter Yamada sim!!! Uma fala, só uma fala foi preciso para me fazer rir e continuar colocando-o no posto de Best girl, confere a imagem abaixo, é ou não a Best girl?

Best girl!!!Cura com beijo ownt!

Best girl!!! Cura com beijo, ownt!

Com o final do episódio passado ficamos na expectativa de qual rumo o anime tomaria, nada mais justo do que tomar o rumo mais pastelão possível do tipo “meu colega de quarto tentou me matar” (belo nome para um quadro do Casos de Família, né?).

O que será do próximo episódio com esse desfecho?

O que será do próximo episódio com esse desfecho?

 

Revisado por Tuts

To Be Hero está disponível no Crunchyroll.

Gostou desse artigo? Compartilhe:

  1. To Be Hero está cada vez mais a sair de controle, eles estão a fazer referências cada vez mais descaradas a coisas super conhecidas do público em geral. De todos os vilões que apareceram neste anime o príncipe Moemoe é a pérola, aquela cena em que ele cria um plágio descarado de um genkidama (será que o Goku achou graça do plágio) de meleca, eu nesta parte não sabia se ia rir do plágio ou se ia me fartar de chorar de rir de tal referência. Aquele inicio de episódio deveria ficar nos anais da história dos animes, como a sequência de acção mais nonsense de sempre, os golpes eram praticamente os mesmos só mudava os nomes estapafúrdios que o príncipe lhes dava. Quem diria que o segundo na linhagem ao trono galáctico do planeta Moemoe era capaz de fazer oito tipos de grito, aquilo sim foi uma arte bem aprendida (pelos vistos o príncipe MoeMoe eram muito bem tratado pela sua mãe). Mas nem tudo neste anime é brincadeira, aquela parte em que o Moemoe procura por um apartamento foi muito realista (se bem que disfarçaram com comédia) a triste realidade de ter que comprar casa num grande centro urbano, os preços são absurdos. Aquela cena em que o Moemoe vende a sua nave foi demais (eu no inicio pensei que ele tivesse vendido outra coisa) para arranjar dinheiro para alugar um apartamento (que no final de vem a provar que não foi uma boa escolha). Quem diria que o grande principe Moemoe se ia apaixonar por uma humana que só tem globos com força A, pelos vistos ele deve gostar de levar pancada.
    Ah, não me posso esquecer da best girl da temporada, ele neste episódio não teve grande destaque, mas quando apareceu melhorou logo o episódio. Já o nosso herói continua na sua jornada solitária, repudiado pela sua filha, perseguido por vilões e num corpo que não é o dele, quem diria que ele é imortal, pelo menos não morre com ataques dos vilões o que já não é mau.
    Como sempre um excelente artigo Poketoty.

    • Poketoty

      A cada episódio que passa os roteiristas estão cada vez mais chutando o balde, jogando um nonsense muito louco( que eu não posso reclamar) e eu estou gostando muito. Esse episódio o príncipe de Moemoe foi muito bem explorado e seu roteiro de piadas foi bem construído, morri muito com a sequencia inicial dele e com a história do apartamento( foi engraçado porque é verdade).
      Ainda to na luta, roteiristas deem mais cenas pro Yamada, talvez até um golpe de mahou shoujo quem sabe…

Deixe uma resposta