Estamos recrutando redatores, clique aqui e se candidate, vagas limitadas!

Mas quem te viu, quem te vê, zaShunina! Fala galera, como estão os corações e mentes de vocês após esse episódio de Kado? Ira? Raiva? Alegria? Reflexão? Algo disso tem ocorrido com vocês? Pois é! O episódio dessa semana realmente abalou os internautas fãs do anime. Cara, que sensacional! Vamos ao que interessa.

O episódio passou perto daquilo que imaginei. Eu esperava um tipo de tragédia de cara, mas não foi bem assim. Apesar disso, zaShunina não deixou de ser aquilo que pareceu ser no último episódio, ele realmente não é um Ser tão bom assim. Eu já esperava que viria uma merda das grandes com aquele olhar seguido de um sorriso de bitch. E foi o que aconteceu, o episódio anterior já tinha nos avisado claramente que algo de ruim viria.

Porém, o episódio começou bem pacato. A conversa entre os dois corria de um modo diferente. Enquanto Shindo tentava dialogar com o zaShunina, o mesmo só desviava a atenção, então na minha cabeça ele já estava planejando algo. Aí ele mostrou a Nanomis-hein. Aquilo ali de cara me lembrou o plano Tsuki no Me Keikaku do Madara, só que claramente bem pior. Imagina o quão poderoso esse objeto é. Nas mãos da pessoa errada aquilo seria como uma bomba nuclear nas mãos dos EUA em 1945.

Isso é Terrivelmente Lindo

Afinal, controlar todo o universo, tanto a gravidade quanto o tempo, e até mesmo a massa, beira ao absurdo. Assim como o próprio Shindo falou, só poderia ser “Deus”. E foi  isso que me trouxe ao próximo ponto que quero tocar. Quem diabos então são os seres do anisotrópico? Porque na minha mente só me vem os deuses gregos. Todos reunidos por uma eternidade, procurando se entreter e tentando não enlouquecer com o passar das Eras. E realmente, zaShunina passou a ter uma forte ligação com um Ser louco à procura de diversão.

O episódio a cada momento que se passava ia de Allan Poe a Dionísio. Claro, tudo isso graças às decisões erradas de zaShunina. Ele mesmo admitiu que cometeu erro ao agir tão rapidamente. Ele se precipitou demais, e isso causou grandes problemas. Ele precisou tomar uma decisão muito rápida, e nos trouxe outra mudança inacreditável.

Após a revelação – não tão surpreendente – de que não era um ser tão pacífico, já que decidiu tirar a vida de Shindo, o que já era estranho veio a se tornar pior. Saraka Tsukai simplesmente se transformou cara. Eu fiquei perplexo, tipo, como assim? Será que ela estava escondendo esse segredo? Digo, ela com certeza é um ser do anisotrópico. Apesar que nada me surpreende mais, depois desses acontecimentos. A questão é: por que ela criou um laço com Shindo? O que ela estava fazendo ali se o casulo era dela? Cara, são tantas perguntas que podem ser feitas com base nesses últimos minutos! Esse provavelmente é o maior plot twist da temporada até o momento.

Já quanto ao episódio, ele foi extremamente marcante. Estou pensando nele e em quantas possibilidades existem. Fiquei realmente animado ao ver a humanidade como o bicho da seda. Isso me traz à memória uma das minhas músicas favoritas do meu cantor favorito: ele cita na música Plano de Voo, “Bicho da seda não é a traça. Traça é quem quer a seda e o bicho da seda maltrata”. Isso para mim foi espetacular. Agora a humanidade é a caça. Existem seres acima do homem que estão prontos para realizar aquilo que for necessário pelo próprio prazer. Uma verdadeira praga para assombrar outra praga.

Com toda essa montanha de informações, com toda essa crítica à humanidade e ao seu modo de viver, eu realmente desejo ver como serão os próximos episódios. E com certeza espero um final esplêndido. Creio que esse anime tem um potencial imenso para criar um fim marcante! Nos vemos na próxima semana!

Ok, isso aí precisamos de explicações…

Comentários