Outra história de princesa caída. Você leu uma sinopse de Akatsuki no Yona? Copio do Crunchyroll caso não tenha lido ainda:

Akatsuki no Yona gira em torno de Yona, a princesa do Reino de Kouka. Apesar de seu pai desaprovar, ela se apaixona por seu primo, Soo-won, e planeja se casar com ele. No entanto, ao completar 16 anos, seu mundo vira de pernas para o ar e ela se vê forçada a fugir do palácio. Agora, com seu amigo e guarda-costas Hak, Yona deve embarcar em uma jornada para descobrir qual o seu verdadeiro destino e, assim, poder realizá-lo.

O pior é que eu poderia muito bem dizer que esse é o resumo incompleto do primeiro episódio…

Hak, general do castelo e candelabro oficial

Hak, general do castelo e candelabro oficial

Animes com começo lento são uma coisa. Quando o primeiro episódio não encerra nem o que já foi revelado pela sinopse estamos em um nível totalmente novo de lentidão! A princesa está para fazer 16 anos, o castelo recebe a visita de seu primo Soo-won, por quem ela é apaixonada mas seu pai não aprova nem permitiria que ela se casasse com ele, mas ele na verdade é um rebelde e mata o rei, na frente da filha, que é salva pelo general Hak. E o episódio acabou assim, antes da sinopse.

Essas crianças de hoje em dia

Essas crianças de hoje em dia

Não vou dizer que é totalmente perda de tempo. É divertido, e é uma história que continua tendo potencial futuro. O primeiro episódio pode não revelar muitas coisas novas mas mesmo assim ele apresenta personagens, cenário, e provavelmente o que vi aqui será o padrão narrativo do resto da série. Só não teve nenhum grande combate ainda para saber como elas serão, mas há um breve vislumbre no momento em que Hak salva Yona.

Foi difícil tirar um print dessa cena por causa da distorção. Mas bom: Hak salvou a princesa

Foi difícil tirar um print dessa cena por causa da distorção. Mas bom: Hak salvou a princesa

Mas que é frustrante, ah, isso é sim! Tudo o que o episódio mostra eu já sabia que iria acontecer, então ele não me surpreendeu em momento nenhum. Na verdade, fiquei até um pouco entediado por tanto ter que esperar a cena do assassinato do rei. E como ela ainda não fugiu do castelo com o general, já estou preparado para mais um episódio sem grandes novidades semana que vem. Não é qualquer um que aguenta isso, por melhor que seja a história.

Soo-won e Yona, instantes antes dela se declarar para ele

Soo-won e Yona, instantes antes dela se declarar para ele

Entre os pequenos detalhes que podem fazer diferença para o enredo adiante está o fato de que Soo-won, o traidor, aparentemente nutre sentimentos pela princesa também, bem como Hak, o que pode criar um triângulo amoroso bem chato no meu anime de ação. O motivo da rebeldia dos rebeldes parece ser o fato do rei, pai da Yona, ser um pacifista, o que talvez signifique que uma grande guerra pode surgir, com envolvimento de reinos estrangeiros. A princesa é muito mimada, do tipo infantil, e se deslumbra fácil (mesmo após ver Soo-won matar o pai sem misericórdia e presumivelmente ter sido entregue por ele para que capangas a matassem o que ela grita no momento que quase foi seu último suspiro foi o nome do traidor), o que enseja uma mudança pesada, uma jornada transformadora mesmo. E fica por aí

A princesinha mimada se arrumando para a chegada de sua paixonite

A princesinha mimada se arrumando para a chegada de sua paixonite

A arte é ok. Nada notável, mas não é ruim também. Só não gostei do abuso de cenas estilizadas, inclusive em situações graves. Achei que cortou o clima, além de ficar parecendo apenas preguiça da equipe de animação. Há distorções propositais nas cenas de luta, o que pode incomodar se for exagerado, mas por enquanto está bom. O enredo não é ruim, mas estou esperando por algo que eu ainda não saiba. Talvez no próximo episódio?

Mais imagens:

Comentários