Estamos recrutando redatores, clique aqui e se candidate, vagas limitadas!

No artigo anterior eu falei muito sobre identidade não só das personagens mas da própria série, e no episódio desta semana a produção do anime acrescentou mais um elemento da série antecessora, trata-se do tema “impedir a escola de ser fechada” que foi utilizado muito bem na série anterior. A reutilização de elementos ou temáticas da sua antecessora passa a impressão de falta de ousadia e demonstra todo o cuidado da produção do anime em manter um padrão que funcionou anteriormente, essa preocupação em evitar uma possível descaracterização de Love Live! Sunshine!! está levando a uma proximidade com o anime anterior, o que pode ser perigoso, pois pode tirar a identidade e a essência da série atual.

Ler o artigo →

Depois de toda a tensão do episódio anterior esse foi bem mais … bem menos … bom, ele não foi tranquilo, calmo, sossegado, mas definitivamente não foi tenso como o terceiro. A princesa foi fazer as coisas de princesa dela (ou seja, tentar convencer os burocratas do governo de que é ela quem manda) e o Sorey foi passear na cidade.

Ou era essa a sua intenção, mas acabou nem entrando nela e ao invés disso foi dar uma volta em uma ruína próxima com Mikleo e Lailah, seus dois serafins codificados por cor. É curioso como pela aparência os dois aparentem ser adolescentes mas a Lailah saiba tantas coisas a mais que o Mikleo, dando a entender que talvez seja bem mais velha. Ou talvez ele apenas nunca saiu do Elysio mesmo.

De um jeito ou de outro é conveniente assim porque soaria estranho se do nada o Mikleo se tornasse o tutor do Sorey, ensinando a ele coisas sobre o mundo e sobre ser o Pastor. A Lailah serve melhor ao papel de instrutora de começo de jogo.

Ler o artigo →