Estamos recrutando redatores, clique aqui e se candidate, vagas limitadas!

Como eu havia imaginado, depois daquele episódio da Lotte, tivemos um episódio onde a Sucy teve um papel bem importante. Não acho que ela realmente tenha sido a principal, como a Lotte foi, já que tecnicamente ela só estava lá o tempo todo, mas ela teve um papel fundamental, já que apareceu um milhão de vezes, literalmente.

Pra quem gosta de rir um pouco, esse episódio deve ter sido bem divertido. Eu me diverti bastante em vários momentos, mas tenho que dizer que quase comecei a me sentir mal por ver tantas Sucys, elas conseguem ser bem assustadoras em vários momentos. Estar naquele mundo deve ser uma imensa aventura, já que eu não confio nem um pouquinho nela, sem contar que no geral as pessoas são piores dentro de si, então chega a ser algo assustador estar na cabeça de alguém.

Isso foi assustador.

A Sucy é um ser assustador, acho que ninguém se atreveria a negar isso, mas estar na cabeça de alguém deve ser uma experiência muito diferente. Cheguei a considerar o mundo dela psicodélico em alguns momentos. Com certeza ela não se parece com uma pessoa normal, mas acho que ela é pior dentro de sua própria mente.

Pelo menos foi legal saber que ela tinha boas lembranças de como conheceu a Akko.

Acho que as coisas pioram quando entramos na cabeça de alguém que já conhecemos. Ver todos aqueles lados diferentes da Sucy, muitos que a Akko nunca tinha presenciado, deve ter sido bem estranho. Pensar que as pessoas possuem pequenos sentimentos e que os outros, já maiores, vão matando os menores para formar quem somos, chega a ser um pouco bizarro de se pensar. Porém faz bastante sentido. Saber o que a pessoa pensa de você também deve ser chocante. A Akko viu uma representação dela ali, na cabeça da Sucy, e não ficou tão feliz com isso, mas acho que todo mundo deve concordar que foi realmente bem parecida, sem contar que chegou a ser hilário ver a Akko parecendo um desenho do Mickey Mouse antigo.

A Akko não podia deixar de fazer algo errado.

Quando a Akko começou a salvar todas aquelas Sucys de uma possível decapitação, eu já imaginei que tudo ia dar errado. Aquilo era quase o ciclo natural da vida, sem contar que não podemos nos esquecer que devemos evitar ao máximo mudar muitas coisas nessas situações, já que podemos ter um efeito catastrófico, que foi exatamente o que aconteceu. Claro que é praticamente impossível entrar na cabeça de alguém assim, porém é algo que imaginamos. É fácil pensar que mudar pequenas coisas na história, nesse caso no que forma alguém, pode levar a mudanças enormes mais pra frente.

Claro que tudo nesse mundo tinha que ser feito de cogumelo.

Ver um mundo inteiro de cogumelos só me fez pensar que ela se parece com um. Ela é totalmente fissurada com eles e acho que, depois desse dia, as suas duas amigas deviam ficar espertas com o que ela faz dentro daquele quarto a noite. Acredito que ela não se importaria nem um pouco de envenenar qualquer uma delas, mesmo que no final do episódio o anime tenha nos deixado pensando se aquilo realmente aconteceu, ou foi apenas um sonho da Akko. Particularmente acho que aconteceu.

Apesar de ter sido uma viagem totalmente maluca, imagino que é uma ideia totalmente plausível a cabeça da Sucy ser assim, um enorme campo de cogumelos, com cogumelos vivos e vários lados da Sucy que vivem em harmonia. Sem contar que aquele final, onde ela cobrou a promessa que a Akko fez, meio que entregou tudo pra mim. Talvez, quando a Akko salvou o dia depois da Lotte ter feito aquele feitiço, tudo tenha voltado ao normal, sem que aquela previsão terrível do filme na cabeça da Sucy tenha se concretizado.

Ia ser um grande primeiro beijo!

O final foi bem engraçado, com a Akko tentando salvar o dia e acordar a bruxa adormecida. Gostei bastante de toda a comédia que colocaram ali. Claro que fiquei surpresa quando a Akko teve a incrível idéia de acordar a Sucy com um beijo, mas claro que não ia rolar.

Mais uma vez tivemos a nossa personagem principal se envolvendo em confusão, ou talvez nem tanto, se isso tiver sido apenas um sonho, mas se não foi, a culpa é um pouco da Sucy, já que foi ela que se meteu nessa encrenca, a Akko só estava tentando não ser pega por alguma professora de novo. No mais, foi um episódio bem descontraído e nos mostrou um pouco como a Sucy é por dentro, bem esquisita, ou nos mostrou como a Akko pensa que a Sucy é, se levarmos em consideração a ideia de que não passou de um sonho.

Foi engraçado ver as pancadas que a Akko levou.

Até o próximo episódio!

  1. Finalmente, Little Witch teve um episódio mais focado na Sucy, já fazia falta um pouco mais de destaque a esta personagem. Mas de certa forma, senti que não foi um destaque tão, pleno como a Lotte teve no episódio dedicado a ela, mas ainda assim gostei bastante deste episódio. Eu logo no início do episódio percebi, que aquilo que a Sucy estava a fazer, ia dar errado, aliás aquele vício dela com cogumelos e poções perigosas é errada. Aquilo que eu ri, quando ela tentou testar a poção especial na Akko, como raios é que a Akko, não sentiu a Sucy a colocar-lhe um funil na boca. Eu já achava a Sucy assustadora e um pouco maléfica, mas aquele interior dela, é um parque dos horrores. Ver várias versões da Sucy e dos seus vários sentimentos, foi algo bem interessante em termos de psicologia. Naquela parte em que a Akko, decide intervir naquela execução das várias Sucys que simbolizavam os sentimentos da verdadeira Sucy, eu sabia que ia dar problema. A nossa mente tem vários mecanismos que nos mantêm em equilíbrio, em termos emocionais, no preciso momento em que a Akko se intrometeu na execução das várias Sucys que simbolizavam os vários sentimentos e anseios da verdadeira Sucy, ela acabou por abrir uma caixa de Pandora. Aquilo que eu ri, com a animação deste episódio, parecia que estava a ver um cartoon americano em certas cenas. A cena do cinema ao ar livre, foi muito engraçada, quando passou aquela memória da Sucy, quando esta conheceu a Akko, parecia que estava a ver um cartoon dos anos 20. Aqtodauela parte final, só provou aquilo que eu referi em cima, todas aquelas outras Sucys que foram salvas, se transformam em um super monstro que além de assustador era muito destrutivo. Aquela cena onde a Akko, para despertar a Sucy do seu sono eterno, foi uma referência descarada aquelas histórias, onde o príncipe ou cavaleiro tinha que beijar a mulher para esta acordar. Tal cena já era épica, por tal referência, mas ele ainda colocaram uma animação linda por cima dessa cena, que arte.
    Como sempre mais um excelente artigo, de Little Witch Academia Isabella.

Comentários