Estamos recrutando redatores, clique aqui e se candidate, vagas limitadas!

Se você é fã de Naruto ou no mínimo é antenado ao que acontece a respeito da obra, creio eu que já deve ter percebido que Naruto ainda não terminou, apenas começou.

Sou Lucas “Luke XP” Marques e a partir de agora serei mais um redator do blog Anime21. Esse lindo blog do qual já faço parte há alguns meses.

Apesar dos problemas, Naruto é uma série anime que conseguiu reunir em frente à tela não apenas fãs da cultura pop japonesa, mas também pessoas que nunca tiveram contato com outros animes ou que simplesmente não se interessavam por outros animes. Como fã, reconheço as altas e baixas da série, mas ele realmente merece os parabéns pelo o que conseguiu realizar no decorrer dos anos. Assim como Dragon Ball e Saint Seiya, Naruto conseguiu marcar fortemente um espaço na cultura pop.


Anime21 Diário

Informe o seu e-mail para receber gratuitamente as atualizações do blog!


Essa cena sem dúvida irá ficar marcada na mente de muitos fãs da série

O episódio número 500, intitulado “Mensagem”, nos apresenta Iruka Umino se debatendo para realizar um discurso para a gravação em homenagem ao casamento de Naruto com a Hinata. “Sem palavras”, era assim que Iruka se sentia toda vez que ficava em frente à câmera para gravar a homenagem e foi exatamente assim que também fiquei ao assistir esse episódio. Episódio que foi muito digno para o final do anime. A simplicidade nos acontecimentos e roteiro desse último episódio  foi o suficiente para marcar um grande final para a série e para o fãs, que assim como eu, acompanham o anime há alguns anos. Simplicidade a qual, por sorte, combinou com a queda de animação que novamente ocorreu nesse último episódio. Assim como o mangá, o anime também não mostrou todo o casamento de Naruto e Hinata. Nem tudo é perfeito, principalmente quando se trata de Naruto.

Mas e agora? O que esperar?

Minhas apostas com Boruto é 8 ou 80. A qualidade da animação do último episódio me assustou um pouco. Estava com esperança de Boruto apresentar uma qualidade de animação realmente superior ao que vimos em Naruto Shippuden, mas depois desse último episódio elas morreram de vez. Porém, de uma coisa eu tenho certeza: Boruto é apenas o meio de uma história que está por vir com base no universo de Naruto. Muitos fãs criticaram o Boruto pelo fato de estar iniciando sua história embalado no auge do personagem de Naruto e em seu universo. Quem acompanhou o anime sabe que o universo ninja de Naruto possuía uma carga de valores totalmente diferente no início de sua história e com a evolução e criação dos laços envolvendo o personagem Naruto, tudo mudou. Mas, para mim, é justamente esse aproveitamento de atos, acontecimentos e cenário que Boruto está utilizando é o que possivelmente irá tornar o anime interessante.

Sem dúvida, Boruto irá se aproveitar de muitos itens e acontecimentos relacionados ao anime de Naruto. Como havia citado logo acima, é bastante difícil escapar disso, pois mesmo se Boruto não possuísse nenhum parentesco com Naruto, ainda estaria habitando o mesmo universo que ele. Universo o qual seria totalmente outro se não fosse o Naruto.

O universo de Naruto é atrativo e extremamente enorme, assim julgo como um erro, principalmente financeiramente, não aproveitar de todo o universo que Naruto construiu. A história de Boruto pode ser um tiro no pé porém, não tentar algo considero ainda pior. Mas claro, o nosso mundo está repleto de continuações ruins. E se a primeira temporada de Boruto fizer sucesso pode pegar a cadeira e sentar para vinda de várias outras temporadas, pois dificilmente o estúdio Pierrot irá desistir de uma de suas principais fontes de renda.

  1. Eu sou muito fã de Naruto, mas não consigo enxergar bons personagens na nova geração de Boruto. Do filme e dos capítulos publicados até agora, apenas Sarada me convenceu. A relação entre a antiga e a nova geração (como o desenvolvimento da relação pai e filho entre Naruto e Boruto, bem como a tradição vs tecnologia e uma paz possivelmente instável, podem ser bons trunfos para desenvolver a série. De qualquer forma, não estou levando muita fé.

Comentários