Mais uma temporada de animes acaba, outra temporada de animes começa, e a pergunta, a grande expectativa, é sempre a mesma: quando é que eu vou ficar rico?

Sério! Veja bem, se eu fosse rico eu poderia assistir todos os animes e não precisaria me preocupar em ficar escolhendo. Por outro lado, cada vez que eu me preocupo em ficar escolhendo eu entendo porque escolher é uma boa ideia. Quero dizer, já assisto tanta bomba mesmo sendo criterioso (tá, eu sou um pouco menos do que o normal), imagine sem critério nenhum!

Mas ficar rico seria bom de qualquer jeito. Ah sim, para me ajudar a decidir o que assistir dessa vez decidi apelar aos planos superiores, ao outro lado da vida, à macumba, à magia (não é tecnologia!), ao oculto: consultei as cartas! E o que elas me disseram?

Rei de Copas, Dois de Paus, Bulbassauro e Saída livre da prisão.

Essa coisa de futoromancia não tá mesmo com nada. Retornei então ao velho e consagrado método de analisar todos os dados divulgados sobre todos os animes, assistir todos os trailers e essas coisas. E cheguei aos animes abaixo, listados em grupos de acordo com meu nível de interesse e outras coisas que julguei relevantes.

Vou assistir porque são Rage of Bahamut

Rage of Bahamut: Virgin Soul

De todos os animes da temporada, Rage of Bahamut foi o único que cumpriu todos os requisitos para estar nessa categoria, a saber: 1) Ser Rage of Bahamut, e 2) Não tem outros requisitos, só o primeiro mesmo.

Falando sério, assistindo os trailers e, principalmente, as short stories, me lembrei porque eu fiquei tão entusiasmado para assistir a primeira temporada de Rage of Bahamut. Ele não é um anime de fantasia igual aos outros. E nem estou dizendo que ele seja excepcional ou tenha elementos realmente inovadores para o gênero, mas ele tem um cuidado muito grande com tudo o que faz. Tem vários cenários diferentes, cada cidade tem seu próprio estilo arquitetônico, elenco de personagens bem diferentes com suas próprias histórias que não se resumem a um background e uma motivação, a história da qual participam é maior do que eles, é a história de um mundo vivo. Tudo bem que a segunda metade do primeiro anime estagnou, e foi por isso que eu nem estava com muita expectativa até há pouco, mas fui assistir os vídeos promocionais e toda aquela sensação, aquela empolgação que eu senti antes da primeira temporada voltou.

E ei, sabia que Rage of Bahamut foi um dos animes que cobri na primeira temporada de existência do blog? Tem valor sentimental também!

Vou assistir porque são SukaSuka

SukaSuka

De todos os animes da temporada, SukaSuka foi o único que cumpriu … ah você já sabe a piada né?

Esse já havia me empolgado desde que li a sinopse. Uma história pós-apocalíptica onde o último ser humano do mundo convive com garotas de uma raça mágica nascidas para lutar e morrer? Nossa. Como diriam os jovens hoje em dia, pesadão. Daí eu assisti os trailers e senti (isso é muito importante nas minhas escolhas, hehe) algo parecido ao que eu senti com Plastic Memories. Não com o anime, mas com antes dele estrear. Esse cheiro tétrico de tragédia, esse amargor no fundo da boca, as lágrimas que apenas esboçam se formar.

Claro que Plastic Memories fez quase tudo errado e não correspondeu às minhas expectativas, mas em SukaSuka eu boto fé. Não porque qualquer coisa em seu material de divulgação me tenha feito crer que ele é necessariamente melhor, mas porque o principal problema com Plastic Memories foi que ele estragou tudo ao tentar explicar depois – o que gerou muitas outras dúvidas honestas que o anime jamais se preocupou em responder. Mas SukaSuka se passa em um mundo mágico, não é tecnologia em um mundo apenas um pouco mais avançado que o nosso, então podem tentar explicar o que quiserem que não há o menor risco de alguém entender um pouco sobre o que eles estão falando e com isso começar a fazer perguntas.

Espero muito dessas estreias

Alice to Zouroku

Essa mistura de Elfen Lied com Usagi Drop (eu soprei essa comparação pro Iwan antes dele usar em seu próprio artigo!) era um dos animes pelos quais eu tinha a maior expectativa. E bom, ainda é. Tenho uma queda por histórias do gênero parenting (se quiser falo em português, puericultura; e aí, qual prefere?). A garotinha ter superpoderes e o pai adotivo ser um idoso adicionam variedade no gênero. Acho que vai ser bem legal.

Clockwork Planet

“Ain por que não é No Game No Life 2?”

No Game No Life está indo para o cinema. E Clockwork Planet, outra obra do Kamiya Yuu, está tendo o seu anime. Do sucesso desses dois depende uma segunda temporada de NGNL, que não foi mal, não até onde eu sei, mas me parece que ficou manchado pelos escândalos de plágio do autor. Mas não é por isso que eu vou assistir.

Eu realmente achei divertida a ideia desse mundo, que parece ser um grande mecanismo de engrenagens. Nele, os heróis tentarão romper a ordem. Pelo trailer pareceu uma coisa meio revolucionária mesmo, não é? Para salvar o mundo, ou para salvar alguém, ou sei lá porque, isso deve ser necessário. Adicionalmente, em um mundo tão literalmente mecânico assim talvez a vinda de uma robô marca o começo da mudança e pode inserir um pouco de elemento humano. A ironia é linda na teoria, não é? Mas nem espero tanto assim. Se for divertido já me dou por satisfeito.

Gin no Guardian

Mais um anime chinês em uma temporada com um recorde de três chineses e é o primeiro que eu realmente me interessei. Ignore todo o papo de ser gamer, ser expulso e querer voltar: veja o trailer. Ele tinha uma namoradinha dentro do game, não é uma graça? Eu totalmente me identifico com isso. Só tenho vida online também.

Renai Boukun
Tsugumomo

É, então, juntei esses dois em um só porque na verdade nem é que nossa eu espere demais deles, mas eu gosto de comédias, preciso de umas comédias decentes toda temporada (não dá pra só assistir animes tristes como SukaSuka, épicos como Bahamut ou emocionalmente carregados como Alice to Zouroku, né? O coração humano precisa de animes leves também) e estou apostando que esses dois vão ser os melhores.

Espero bastante dessas continuações

Ataque dos Titãs 2

Olha, pra ser sincero não espero muito de Ataque dos Titãs não. Quero dizer, eu não leio o mangá mas pelo que ouço falar parece ser bem … mediano, para ser legal? Mas a primeira temporada do anime ficou muito legal, isso é inegável, eu me diverti à valer apesar das batatas e do treinamento idiota. Quero dizer, os combates são bons, não são? Já vi melhores, lógico, mas o estúdio conseguiu fazer o melhor possível com o material que tinha em mãos. Com menos episódios (anunciaram apenas 12 para essa temporada) espero menos batatas e mais gigantes comedores de gente e mais gente que vira gigante que não come gente (não até onde eu vi pelo menos).

Dungeon: Sword Oratoria

Francamente, nem sei porque estou dizendo que espero algo de Dungeon, muito menos bastante. E não é continuação de todo modo, é um spin-off. Eu tinha entendido que ia ser uma coisa estilo Rei Leão 3, assistiu? Que é exatamente a mesma história de Rei Leão 1, mas contada do ponto de vista do Timão e do Pumba. É bastante engraçada, porque o Timão e o Pumba são engraçados. Imagine que Dungeon é Rei Leão e a Ais é o Timão e o Pumba. A Ais não é engraçada. Pois é, acho que seria uma droga mesmo. Mas vou assistir mesmo assim. E de todo modo nada nos trailers dá a entender que seja isso: sim, a Ais é a protagonista ao que tudo indica, mas nem sequer sinal de Bell Cranel, então nada de Rei Leão 3 para você.

My Hero Academia 2

Ok, definitivamente esse grupo tem o nome errado porque eu também não espero muito de My Hero Academia. Só vou assistir essa segunda temporada porque assisti a primeira temporada e foi divertido, embora eu não tenha gostado de muita coisa. Quero ver mais da menina sapo também.

Acho que vai ser legal

Atom: The Beginning

Nunca que eu vou assistir Astroboy, tá maluco né, anime super antigo, super datado, episódico e infantil. Se bem que faz mais de um ano que vem circulando a notícia de que um remake está em andamento, em parceria com franceses talvez? Bom, quando for algo palpável eu falo a respeito. Isso dito, uma história contemporânea inspirada e baseada em um mundo que é sim rico em possibilidades me interessa bastante. Será que vai ser melhor que Young Black Jack?

Fukumenkei Noise

Tudo mundo aí falando que vai ser triângulo amoroso mas eu fiquei com impressão que vai ser é harém invertido mesmo. Talvez eu esteja enganado. Mas não importa, parece interessante de todo modo, vários personagens, cada um aparentemente com suas motivações, e música. Qual é, eu assisti Fuuka, posso assistir qualquer coisa musical agora. Ou melhor: preciso assistir algo musical bom para tirar o gosto ruim dos olhos.

Grimoire of Zero

E ao contrário de Bahamut, aqui temos um exemplar de fantasia medieval que parece ser muito mais pedestre. Uns personagens caricatos jogados em um mundo cheio de árvores, montanhas e vilarejos medievais todos idênticos e tá ótimo. Mas a coisa é que eu gosto de fantasia medieval de qualquer jeito, então acho que esse Zero antes de virar Re: vai ser divertido pelo menos.

Re:Creators

Li a sinopse, assisti os trailers, e não dou nada por esse anime. Não aposto uma unha nele. Mas vou assistir porque os personagens são estilosos e talvez os combates sejam legais. E sempre existe a possibilidade de eu acabar me surpreendendo.

Sagrada Reset

Pela sinopse parecia bem mais legal, daí assisti os trailers e achei apenas mediano. Adolescentes com super-poderes resolvendo mistérios e blá blá blá. É Charlotte tudo de novo, pelo menos o cenário e o mote inicial.

Sakura Quest

E anos depois do sucesso de Shirobako finalmente … saiu outro anime que não é Shirobako. Mas dessa vez estão desavergonhadamente usando Shirobako como peça da propaganda. Shirobako é mesmo um drama profissional muito bom, mas não é só por isso que ele cativa, e sim porque seu cenário é interessante, é algo que as pessoas realmente querem conhecer. Comparado a isso, o que é ser embaixadora do turismo? Mas o P.A. Works é sim bom em escrever dramas e personagens críveis, mesmo nos cenários mais absurdos, então vamos ver no que dá.

Vou assistir porque eu me odeio

E quero me punir.

Eromanga-sensei

Achei que pudesse ser uma boa comédia. Bom, talvez ainda venha a ser, sei lá. Mas depois de assistir os trailers vi que o potencial de incesto era bem maior do que eu gostaria e que o anime parece que vai ser um harém para coroar.

Rokudenashi Majutsu Koushi to Akashic Records

Faz tempo que eu não assisto um magic harem battle school, e depois de serem moda há relativamente pouco tempo se tornaram tão raros. Aposto que super (não) vale a pena.

Sin: Nanatsu no Taizai

O anime que não é Nanatsu no Taizai (juro que cheguei a achar que era, coisa de pouco mais de um mês atrás). Que seria puro ecchi e fanservice eu já sabia, mas talvez ainda pudesse ter uma história interessante por trás daqueles peitões todos? Se tiver, os trailers estão escondendo muito bem. Talvez os peitos sejam grandes demais.

Esses o meu clone vai assistir

São animes que eu acho que podem ser legais, ou que têm potencial, ou que eu realmente queria assistir mas já estou com coisa demais e acho que nem dos que já escolhi vou dar conta, então eu delego para o meu clone. Eu e ele somos basicamente a mesma coisa, certo? Pena que não tenho um clone.

Ani ni Tsukeru Kusuri wa Nai!

Comédia chinesa com irmã e que parece não ter incesto. A animação porém é bem ridícula (embora divertida) e acho que pode ser difícil até encontrar em português para assistir.

Armed Girl’s Machiavellism

É tipo um Prison School de pobre. Prison School foi muito legal, em grande parte, porque a arte caprichada ajudava a afetar alguma seriedade, e sério, obviamente era tudo o que o anime não era, e essa dissonância cognitiva elevava o humor bastante apelativo e absurdo de Prison School aos céus. Mas acho que esse anime vai ser divertido apesar de tudo.

Berserk (2017)

Não terminei o anime do ano passado e pelos trailers parece que a animação está ainda pior. Super recomendado.

Frame Arms Girl

Esse é para você que nunca assistiu Angelic Layer, Medabots, Gundam Build Fighters ou uma rinha de galo.

Hinako Note

Sempre confundo esse com aquele outro que tem o Death Note dos beijos. É culpa do note no nome. Vai ser um moe escolar de menininhas fazendo coisas de menininhas, suponho. É bom pra esvaziar a mente.

ID-0

Não tenho a mais pálida noção do que diabos vai ser isso ou o que ele tem a ver com o World Cosplay Summit, vulgo Campeonato Mundial de Cosplay. Mas a animação me lembrou Bubuki Buranki, e Bubuki Buranki foi uma grata surpresa (preciso assistir a segunda temporada ainda).

Kabukibu!

Moleque maluco querendo forçar seus amigos (e talvez quem ainda não é seu amigo também) a criar com ele um clube no colégio. Parece só ter homens – e bishounens ainda por cima. Recomendo pra quem gosta de um harém invertido virtual.

Kenka Banchou Otome: Girl Beats Boys

Outro anime de delinquentes, como Armed Girl’s Machiavellism. Mas esse é para garotas assistirem, porque ao invés de um garoto em um colégio cheio de garotas, é uma garota em um colégio cheio de garotos. Parece mais divertido que o Machiavellism também.

Oushitsu Kyoushi Haine

Outro anime bishounen! Essa temporada é toda sua, garota!

Puripuri Chii-chan!!

Eu não sei direito porque coloquei esse anime aqui. Acho que gostei do pôster colorido? Sei lá, às vezes assisto umas coisas bem nada a ver assim. Se você acredita no meu nono sentido, o sentido da aleatoriedade, Puripuri é pra você.

Sekai no Yami Zukan

Esses animes de contar história de terror costumam ser bem divertidos. Mas nunca terminei Kowabon, quando eu terminar Kowabon penso em assistir mais algum. É uma questão de justiça.

Souryo to Majiwaru Shikiyoku no Yoru ni…

Quando eu soube da sinopse fiquei super empolgado! Depois descobri que seriam apenas episódios de cinco minutos. Ah poxa. Pra ver uma rapidinha eu vejo a segunda temporada de Okusama ga Seitokaichou que venho adiando por falta de tempo.

Segundas temporadas que eu assistiria se tivesse visto as anteriores

Natsume Yuujinchou Roku

Bom, bem mais do que “segunda”, né? Sempre que aparece uma temporada nova de Natsume (e elas estão sempre aparecendo) eu penso como o anime tem uma premissa legal. Mas quanto mais temporada sai, mais difícil é para eu começar.

Nobunaga no Shinobi: Ise Kanegasaki-hen

Esse é mais fácil porque é anime de episódios curtos. Parece bem engraçadinho e bonitinho.

Saekano 2

Eu hesitei bastante pensando se assistia ou não a primeira temporada, mas na época o gênero “harém em clube escolar” estava bastante saturado, e acabei deixando passar. Segundo o Hugo é muito bom, e um dia eu pretendo assistir.

Uchouten Kazoku 2

Essas coisas meio malucas colocando criaturas fantásticas vivendo em um mundo normal (ou que simula o normal) sempre me atraem. Infelizmente não vi a primeira temporada. Um dia, um dia.

Sequer considerei

Por diversos motivos, nem sempre porque me pareceu muito ruim, mas na maioria dos casos é por isso sim. Não tenho nem o que escrever deles. Poderia só enumerar, mas acho que seria tolice. Então fica assim: todo o resto do Guia da Temporada está aqui, ok?

 


 

Dou por encerrado o meu artigo de expectativas, que encerra também a corrente de artigos de expectativas do Anime21. Se não leu todos os artigos ainda, vai lá ler.

  1. “Nunca que eu vou assistir Astroboy, tá maluco né, anime super antigo, super datado, episódico e infantil.”
    Me segura, me deixa, que eu vou lá dar um croc na cabeça do “Mexicano”!!! KKKKKKK
    Pô meu, “Astroboy” para nois veinho é “childhood treasure”!!!!

    Fun fact: Astroboy nunca foi transmitido no Brasil, este que vos fala apenas o conheceu através de fitas Betamax num longiquo 198?…
    Fun fact 2: Naqueles longínquos tempos, não existiam “clones” chamávamos de “robôs cópia” como em Superdinamo que até hoje deixa saudades…Snif…

  2. Como de costume, o Fábio a influenciar e a indicar os melhores animes, para se ver. E desta vez, todos separados em várias categorias, nada supera a sapiência do mestre. Para mim Rage of Bahamut vai ser um anime muito bom, a primeira temporada também foi muito boa. Eu já sabia que Rage of Bahamut, tinha sido dos primeiros animes, que escreveste aqui no blog, eu mesmo chegando em 2016, já li muitos artigos de temporadas passadas. Alice foi uma surpresa para mim, adorei e pretendo ver até ao fim. Eu já estava bastante interessado em SukaSuka, mas depois da tua opinião, o meu hype é real.
    Para mim, a segunda temporada de Rage of Bahamut, Sukasuka e Alice têm tudo, para serem os melhores animes da temporada.
    No que toca às continuações, eu não espero muito delas, principalmente de Ataque dos Titãs e Boku no Hero. Já me disseste que ias comentar semanalmente, Ataque dos Titãs, só espero ao menos que o anime seja digno dos teus artigos (como odeio o Eren). E quanto a Boku no Hero Academia, nem digo nada, odeio aquele design, vai ser um sofrimento ver 25 episódios deste anime, que Deus me ajude. Quanto a Dungeon: Sword Oratoria, nem digo nada, mais vale eu ficar calado.
    Nobunaga no Shinobi é muito bom. Ele é meio bobo e infantil, mas explica muito bem, a história do Sengoku Jidai, este tem o meu selo de qualidade.
    A parte do artigo, onde dizes que o teu clone é que vai assistir, foi nota 10, aquilo que eu ri nesta parte.
    Como sempre mais um excelente, artigo Fábio.

Discussão