Estamos recrutando redatores, clique aqui e se candidate, vagas limitadas!

Utawarerumono não acabou nem vai acabar tão cedo, o anime vai continuar na próxima temporada. Aliás, já leu o guia dos animes que vão estrear? Prefiro assistir aquele do tio que é viciado em marshmallow do que Utawarerumono. Tá bom, estou exagerando, mas o meu ponto é: o anime do tio do marshmallow pelo menos é mais honesto (nem começou ainda, mas tenho certeza que será mais honesto).

Eu também vou ser honesto: esse é o último artigo que vou escrever sobre Utawarerumono. Vou continuar assistindo, embora sem a pressão para escrever artigos talvez acabe deixando acumular alguns episódios. Mas nada mais de artigos. Talvez eu comente alguma coisa no twitter – muito provavelmente zombando do anime porque ele não ajuda.

Último artigo desse anime então, aproveite!

Curta o anime21 no facebook:

Viu a quantidade de estrelas que dei a esse episódio? E só não dei zero porque não programei o sistema de forma que ele seja capaz disso. Está nos meus planos para a temporada que vem. Esse episódio foi um microcosmo de tudo o que está errado em Utawarerumono, elevado à duodécima potência.

Isso deveria estar no trailer de Utawarerumono

Isso deveria estar no trailer de Utawarerumono

O episódio começa com grande potencial, como o anime lá no comecinho. Foi um pouco artificial, do nada, mas a essa altura não ligo mais para desenvolvimentos bruscos em Utawarerumono, não é? Haku foi convocado pelo imperador. Que era sim aquele velho que apareceu no final do episódio 8. O protagonista convocado pela autoridade maior do país, que é ninguém menos que um personagem já apresentado antes com um solene ar misterioso. Em qualquer outro anime eu ficaria empolgado com esse desenvolvimento, mas nesse anime eu já sabia que não ia dar em nada. E eu estava certo.

Eu não gosto de acertar quando aposto no pior. Eu gosto de ter minhas expectativas superadas. Mas a coisa é que Utawarerumono nunca falhou em frustrar as minhas expectativas, então eu já não tenho expectativa nenhuma. No fim das contas, o único outro humano da história além do protagonista (e que tem uma filha bichinho, o cara é esquisito…) só chamou o Haku para dar para ele as duas filhas de sua mais próxima criada. Que, descubro agora, também é humana, bem como suas filhas.

Elas são gêmea com consideração por seu dono: vestem roupas de cor diferente e só uma se bronzeia, assim fica fácil diferenciar uma da outra

Elas são gêmea com consideração por seu dono: vestem roupas de cor diferente e só uma se bronzeia, assim fica fácil diferenciar uma da outra

Tem tanta coisa errada aí que nem me sinto tão mal assim por ficar em dúvida se o pior é a escravidão que o anime abraça alegremente ou o fato de ninguém estranhar que elas sejam humanas normais. Bom, acho que isso não deveria ser tão surpreendente assim já que ninguém estranhou o Haku também, não é? Ele estranhou todo mundo pra caramba, porque o óbvio é óbvio e eles são de fato muito diferentes, mas ninguém nunca estranhou ele. Então é natural que não estranhem também as gêmeas sacerdotisas que agora pertencem ao Haku.

Para acompanhar: o episódio tinha potencial mas foi completamente desperdiçado – como o anime. O episódio teve conteúdo terrivelmente questionável – como o anime várias vezes, desde as piadas homofóbicas sem graça com o Maruba até o excesso de fanservice sem propósito dos episódios seguintes. O que vem depois? Ah sim, apresentações! E da forma mais chata possível!

Minha gata ficou assim hoje comigo quando eu gritei com o cachorro pra ele parar de destruir o portão

Minha gata ficou assim hoje comigo quando eu gritei com o cachorro pra ele parar de destruir o portão

As primeiras a se apresentarem foram, claro, as escravinhas sexuais do Haku. Compreensivelmente todas as garotas do harém do protagonista (e o garoto que está tentando roubar uma delas para ele) ficaram constrangidos com tudo o que viram e descobriram. Elas apareceram ali do nada, o Haku não se deu ao trabalho de apresentá-las, quando perguntado não explicou direito e elas se apresentaram sozinhas, e ficaram absolutamente o tempo todo se insinuando sexualmente para seu “dono”.

Mas apresenta mais que ainda tá pouco, Utawarerumono! Quem mais você quer apresentado ainda nesse episódio? Que tal o vendedor de doces? Sim, o vendedor de doces!! Descobre-se que ele é um velho amigo do Ukon, e como ele também é um general. Eles são grandes amigos e têm até uma rixa sobre quem é o mais forte. Que divertido! Seguindo os passos de seu amigo, ele também se camuflou como uma pessoa normal. Ukon assumiu a identidade de um guerreiro faz-tudo que ajuda as pessoas. E o outro … bom, já disse né? Virou o vendedor de doces. Acho que esse é o jeito dele de ajudar a melhorar a vida das pessoas, não é? Deixando-a mais doce.

Uma cara engraçada final da Rurutie

Uma cara engraçada final da Rurutie

Para mim já deu de escrever Utawarerumono. Foi divertido às vezes, e nem sempre do melhor jeito, mas uma temporada nova está chegando e me sentirei muito idiota se deixar de escrever sobre um anime novo e bom (ou médio, ou ruinzinho…) para continuar escrevendo sobre Utawarerumono. Obrigado a quem teve paciência comigo até aqui! E por favor, continue lendo meus artigos sobre outros animes!

Comentários