Days

Olá, pessoas! Sou eu, Tamao-chan, de volta! Como vão?

Desta vez escreverei um anime que, a princípio, eu ia passar longe, mas acabei vendo e gostando. Eu não sou muito fã do esporte, mas o carisma dos personagens me pegou de uma maneira que não consegui parar de ver o episódio. Vamos começar falando da parte técnica, né? DAYS é um anime de futebol adaptado do mangá com o mesmo nome na Shounen Magazine (Weekly), com história escrita e desenhada por Yasuda Tsuyoshi. O mangá está sendo publicado desde Abril de 2013.

Curta o anime21 no facebook:

O filho compreensivo e a amiga de infância prestativa

O filho compreensivo e a amiga de infância prestativa

Conta a história de dois garotos do primeiro ano. Ambos acabaram de ser transferidos de escolas diferentes. Um se chama Kazama Jin, que veio de Kanagawa, e o outro se chama Tsukamoto Tsukushi (que sobrenome se parece com o nome e vice-versa), que infelizmente não conseguiu se apresentar direito mas, pelo que deu para perceber, mora onde o colégio Seiseki fica. No primeiro episódio já dá para ver a diferença entre os dois. Enquanto um é conhecido por várias pessoas e faz sucesso, o outro é totalmente tímido.

O que acontece com esses dois? Bem, Kazama recebe a ligação de um dos membros do time de futsal que ele fazia parte (do Eiji-san, mais especificamente), dizendo que um dos membros estava passando mal e não poderia jogar no dia. Aí, bateu um lampejo no Kazama quando viu o Tsukamoto no corredor, e ele pediu para que o este jogasse no time deles naquela noite. Em todas as sinopses que eu lia falava de uma noite chuvosa. Eu não li o mangá ainda para descobrir isso a fundo, mas no anime pelo menos tava tudo zen -q. Para conseguir jogar, Jin doou as suas chuteiras antigas para Tsukushi jogar, pois já estavam pequenas nele (é só lembrar daquela música do sapato velho do Roupa Nova -n).

Continuando a vaca fria, Tsukushi vai com sua amiga de infância, a Tachibana Sayuri (que o Jin já chega na intimidade, chamando ela de Sayurin) para ir com eles, para que ela pudesse ao menos torcer por eles, ou coisa parecida. Depois de um tempo com algumas distrações (como meninas quase derretendo de suor e o pessoal do time adversário), eles finalmente vão lá e falam com os membros do time em que vão jogar, os quais não parecem nada amistosos de vista (foi só ver o Eiji fumando que Tsukushi ficou com vontade de sair dali).

O medo da pessoa

O medo da pessoa

Ok, agora hora do jogo! Eu não vou mentir, falando que foi tudo um mar de rosas, não é mesmo? Quem viu (espero que tenham visto antes de lerem esses spoilers todos, lógico) sabe que o Tsukamoto apanhou o jogo todo. E o pior que nem foi culpa de ninguém, foi dele mesmo. Bolada em baixo, bolada na cara, bater com a cara na trave e na parede… como o menino sofreu! E o Kazama se preocupando com ele o tempo todo. Mas não era só de pancadas que o menino viveu em campo, também estava correndo na direção oposta da bola, que nem um desgovernado. No final do primeiro tempo, o perna de pau Tsukushi teve que tirar uma das chuteiras para mostrar o estado de um de seus pés, e viram que uma das unhas havia saído. Pediram para que ele parasse de jogar no segundo tempo, mas ele não quis desistir.

O que o fez ter mais vontade de jogar foi Eiji ter falado que iria se mudar e que seria o último jogo dele ali. Eles voltaram em campo e Tsukushi jogou do jeito louco dele, até que ele conseguiu fazer o gol da vitória, voando de cabeça em cima da bola e batendo com a cara na trave (claro que não ia terminar sem pancada, né?). Eiji foi embora e o menino ficou muito grato pela noite em que ele jogou futsal, falando que foi muito divertido. Principalmente para o Jin, que perguntou como ele estava o tempo todo.

Alguns dias depois, Tsukushi disse que queria fazer parte do time de futebol, e Jin estava perguntando se ele queria mesmo, porque o ritmo do fundamental é diferente do ensino médio. Mas o teimoso persistiu e lá foram para o campo secundário. Mas o treinamento era muito puxado, já que o capitão do time, Mizuki, pediu para que, primeiro, fizessem 100 corridas de vai e volta (shuttle runs) no campo. A dificuldade foi tanta que Tsukushi desmaiou na vigésima repetição. O capitão pediu para que ele fosse embora, e ele obedeceu… obedeceu?

Adivinha quem tá no fundo.

Adivinha quem tá no fundo.

Jin começou a pensar demais, falando que deveria tê-lo parado e tudo. Enquanto divagava em uma lanchonete, a Sayuri o avistou e falou que não estava encontrando o amigo de infância em lugar nenhum, e que sua mãe estava muito preocupada. Eles voltaram para o colégio e, quando viram, Tsukushi estava terminando sua série de repetições. Ficou tão cansado e sentiu tanta dor que, quando Jin tirou a sua chuteira, o pé dele estava cheio de bolhas. O esforço dele foi recompensado o primeiro episódio todo.

Descobriu!

Descobriu!

Agora falarei um pouco dos personagens, porque achei que falei pouco deles lá em cima. -q Primeiro começarei pelo Tsukushi mesmo. Ele me lembrou de dois personagens de animes de esporte: Kobayakawa Sena de Eyeshild 21 e Mihashi Ren, de Ookiku Furikabutte. Todos esses personagens são tímidos. As diferenças que posso destacar é: Sena é covarde, porém sabe correr muito rápido, o que ajuda em sua equipe de Futebol Americano, e Mihashi sabe todas os arremessos (embora precise polir um pouco), ajudando no beisebol. O problema é que: Tsukushi não sabe nem correr rápido, e nem um lance do jogo de futebol, fazendo com que ele tente se esforçar mais que os outros, e isso mostra logo no primeiro episódio.

Nooossa... como eu gostaria de aprender a tirar um pudim com perfeição...

Nooossa… como eu gostaria de aprender a tirar um pudim com perfeição…

Já o Jin, não. Como ele já jogava futsal e tem mais habilidades, não tem tantas dificuldades durante os jogos, ou no treino. E ele parece ser uma pessoa que consegue se enturmar com todo mundo, e não mede esforços para isso. Espero que não haja muitos conflitos envolvendo ele, pois parece um personagem interessante.

Alguma coisa errada não está certa nessa ficha. Ah, quem quiser saber o que é Kendama: https://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/0/00/Kendama.jpg

Alguma coisa errada não está certa nessa ficha. Ah, quem quiser saber o que é Kendama: https://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/0/00/Kendama.jpg

Bom, gente, é isso aí. Espero que tenham gostado do artigo. Até a próxima. o/

Gostou desse artigo? Compartilhe:

  1. Este anime foi uma surpresa para mim, eu nem ia dar uma chance para ele (eu não gosto muito de animes desportivos), mas não é que só no primeiro episódio já me cativou, personagens carismáticos, animação bonita (se o Mappa studio continuar com animações deste nível vou virar fã) e as cenas de jogo estiveram cinco estrelas.
    Eu de inicio pensava que o Jin era um rufia, mas afinal é super gente boa, o que foi uma boa surpresa para mim, o Tsukushi aparenta ser o main caracter fraco, mas lá para a frente de certeza que ficará melhor e quanto aos personagens secundários que apareceram neste episódio gostei de todos.
    Se os 24 episódios que este anime vai ter forem todos assim como o primeiro, vou guardá-lo na minha memória, junto com o clássico Oliver e Benji, o primeiro e único anime de futebol que vi e gostei.
    Se o outro anime desportivo desta temporada (Battery) for assim eu também lhe vou dar uma chance.
    Como sempre uma excelente matéria, Tamao-chan.

    • Tamao-chan

      Olá!
      Eu também nem ia ver, como expliquei no post. Eu gosto de anime de esporte, mas o meu problema é com futebol mesmo. O que me chamou a atenção foram os personagens altamente carismáticos e a vontade de mudar do Tsukushi.
      Ainda temos 23 episódios pela frente, e já posso dizer que gostei de cara do Jin, não por ele ser bonito (-q). mas por ele reconhecer o Tsukushi como uma pessoa que quer mudar. Achei maravilhoso isso. Já os personagens secundários, que no caso estou falando da equipe, não sei como vai ser. Acho que um já vai começar com inveja do Tsukushi, pelo que vi na abertura. LOL
      Acho que o nível não deve decair, e pode me animar a ver mais do anime. E acho que Battery vai acompanhar a mesma receita.
      Obrigada pelo comentário. 😀

    • Tamao-chan

      Obrigada por ler o review, e espero que possa acompanhar semanalmente, tanto minhas matérias aqui, quanto o anime, porque parece que Tsukushi ainda tem muito o que sofrer aprender, e chegar no nível da primeira cena do episódio não deve ter sido fácil mesmo.
      Obrigada pelo comentário! :)

  2. Eu também curti demais essa série! Ia deixar um comentário mais elaborado, mas meu navegador resolveu travar e apagar tudo… OTL mas basicamente, concordo muito com as suas opiniões, e espero que você acompanhe essa série para eu vir comentar aqui semanalmente! Eu tinha expectativas boas para essa série, mas ainda assim me surpreendeu. Torço pra que faça muito sucesso, porque é bom acompanhar um anime de esportes e bishounen que eu entendo mais do que a parte dos bishounen, pra variar, HAHAH.
    Obrigada pelo post!~
    Chell

    • Tamao-chan

      Olá! o/
      Entendo essa frustração de ter comentários mais longos e elaborados e perder tudo, mas nada nesta vida são flores, não é mesmo? Sempre tem uns troços para nos atrapalhar (que nem esse anime mostra -q).
      Eu imaginei que você fosse comentar sobre bishounen, eu também achei os personagens super bonitos, dá mais vontade de ver. HIUHSDIUHSDFU E os jogos parecem bons também. Vamos ver como o estúdio MAPPA vai se sair daqui para frente com essa adaptação, que me deixou ansiosa.
      E acho que vai ter mais cenas de amizade que rolaram nesse primeiro episódio, o que fez muita gente chiar não sei porquê. LOL
      Obrigada pelo comentário e volte sempre! o/

Deixe uma resposta