Quando se olha muito tempo para um abismo, o abismo olha para você

Corteo está preocupadíssimo que talvez Angelo tenha olhado tempo demais para o abismo. E quem pode culpá-lo? Do meu ponto de vista privilegiado, como espectador, a impressão que eu tenho é que Angelo segue firme e forte em seu plano de vingança, com pouco ou nenhum traço de humanidade ou sentimento restante.

Mas o Corteo? Ele não está em vários lugares ao mesmo tempo. Ele não está sempre vendo os olhares do Angelo. Ele não teve a oportunidade de estar o tempo todo ao lado dele e calmo e distante o suficiente para analisar seu modo de operação. O que Corteo vê é o resultado das ações de Angelo. Quando escutou através da porta o amigo de infância dizer ao Nero que eles agora eram irmãos, o que Corteo ouviu foi uma celebração:

Oh! Meio-dia da minha vida!
Hora solene!
Oh! jardim de verão!
Felicidade inquieta, de pé na ansiedade e à espera;
Espero meus amigos, pronto noite e dia,
Onde estão, meus amigos?
Venham!
É tempo, é hora!

Curta o anime21 no facebook:

A letra da música de abertura do anime (que ainda irá render artigo próprio a analisando aqui, aguarde!) bem sugere que Corteo está certo. Que Angelo tanto fez para estar próximo ao Nero que a ele se afeiçoou. Que tanto esforço aplicou em seu jogo de mafioso que um mafioso ele se tornou, e a máfia é agora a sua nova família. Sinceramente, como já disse acima, repito: não é isso o que vejo em Angelo até agora. Mas também há que se considerar que foi apenas no episódio anterior que ele chegou ao seu apogeu mafioso, e esse oitavo episódio não o tem por protagonista, focando ao invés disso no Corteo. Talvez Angelo vá mesmo se deixar levar? A crer na música de abertura, parece que sim. Corteo já pode imaginar Angelo recitando:

Aqui estão, amigos! –
Ai! não é para mim
Que querem vir?
Hesitam surpresos – ah! vocês se incomodam?
Não sou mais eu?
Não é mais meu rosto, meu andar?
E o que eu sou, amigos – não o seria para vocês?
Serei outro?
Estranho a mim mesmo?
Fugido de mim mesmo?
Lutador que muitas vezes teve de se superar?
Que muitas vezes lutou contra a própria força,
Ferido e detido por suas próprias vitórias?
O assombro com o desassombro com o qual Angelo está "atuando" de mafioso

O assombro com o desassombro com o qual Angelo está “atuando” de mafioso

Corteo assume que, assim como Angelo escolheu se vingar, ele continua livre para escolher cada um dos passos que está dando agora. Pela força das circunstâncias acho auto-evidente que Angelo não dispõe de liberdade nenhuma. Ele quer descobrir o quarto assassino. Ele precisa. Ele foi longe demais para aceitar uma vingança incompleta. Por isso ele precisa do Nero vivo, por isso ele precisa estar onde está, por isso ele precisa agir como age. Poderia Angelo ter deixado Nero morrer na emboscada dos homens do Fango?

Com a família Vanetti às voltas com um novo inspetor federal disposto a acabar com a máfia e com um Fango tramando a qualquer momento iniciar uma guerra contra a família, que abertura para investigar teve Angelo? Aliás, considerando que a carta maldita que denunciou os assassinos da família de Angelo desde o começo ocultava um nome, denunciando talvez sua má intenção de origem, será que Angelo em algum momento realmente teve liberdade? Será que aquele garoto que viu sua família ser morta à bala e fugiu em uma noite fria para as árvores teve qualquer liberdade desde aquele fatídico dia? Ou voltando a um tema anterior porque ele é interessante esse tanto, por que Angelo se compadeceria de Nero o suficiente para que isso o faça escolher a vida do novo-irmão ao invés de vingar a daquele que morreu naquela noite? As circunstâncias o empurrarão a tanto, mostrando mais uma vez que a liberdade que ele tem é apenas ilusória?

91 Days abriu uma boa vereda para que Angelo e Nero estreitem seus laços fraternos. Esse episódio teve uma excelente cena de dois companheiros para a vida (que não obstante conhecem-se há um ou dois meses). Eu vi ali o Angelo fingindo, mas talvez não fosse tão fingido assim. O assassinato da família Lagusa foi o primeiro sangue derramado por Nero, e enquanto contava isso ele mostrou que nunca bem fez às pazes consigo mesmo pela vileza. E deu a entender que jamais deixou seu coração endurecer diante das barbaridades consecutivas que a máfia realiza, ainda que as considere um “mal necessário”. É possível supôr que Angelo só está vivo para se vingar de Nero porque Nero deixou Angelo viver. Foi Nero quem correu atrás dele naquela noite. Atrás de uma criança (outra jazia morta dentro da casa; loirinho como seu irmão querido). Deu um disparo. Errou (errou?). Desistiu.

Como bons amigos

Como bons amigos

E tudo isso que escrevo aqui, para Corteo, é nada. Ele não viu nada disso. Ele não sabe de nada disso. Ele ouviu parte dessas histórias do próprio Angelo, mas não é a mesma coisa que testemunhar, assistir. No desespero, Corteo tentou aliar-se ao inimigo para colher a vida de Nero – sem ele, Angelo voltaria ao normal, certo? Mas não existe boa intenção na máfia. Não existe bem e mal, apenas negócios. Ao fim e ao cabo Fango não é assim tão diferente de Nero, e Corteo conseguiu se colocar em posição horrível com ambos. Pior para o Fango.

Obituário do episódio 8:

  • Scusa, o inspetor federal corrupto
  • Fango, aquele Fango
  • Policial anônimo que iria levar esposa e filha do Delphy, o inspetor federal íntegro, para um lugar seguro
  • Fã anônimo do Nero

Nesse artigo foram usadas estrofes de “Do Alto dos Montes”, de Nietzsche, copiadas do Blog do Ivanovitch 2, onde você pode ler a poesia inteira.

Gostou desse artigo? Compartilhe:

  1. Este episódio de 91Days foi bom, este anime está cada vez mais que é um seinen de qualidade, desde o inicio que gosto deste anime, mas à medida que vai avançando vai ficando cada vez melhor. O Angelo como tu bem referiste, parece que está a afeiçoar-se ao Nero, mas será que a sede de vingança do Angelo está mais calma, a meu ver acho que não, aliás acho que não, o Angelo deve estar a preparar algum estratagema para fazer desaparecer os Vannetis, aquele ódio que ele sente pelos Vannetis é muito grande. Aquele detective honesto que apareceu neste episódio foi um bom contraste, ao menos à alguém com coragem para enfrentar a podridão que existe naquela cidade controlada pelos mafiosos. Aquela cena do detective a receber as chamadas anónimas em cada, fez-me lembrar aqueles filmes antigos sobre a máfia e a explosão do carro também foi uma boa referência aos mesmos, se a filha e a mulher do detective tivessem morrido na explosão teria pena, mas só morreu um policia anónimo no lugar delas e aqui se vê que o Angelo não é tão mau assim.
    Agora vamos falar da grande surpresa do episódio, a morte do Fango, como que raios matam o psicopata mor do anime, agora já não teremos mais lasanha especial e aquele jeito de falar dele, é simplesmente uma pena, para quem se julgava no topo do mundo até teve uma morte bem miserável, aliás ele morreu da mesma maneira que matava as suas vitimas, com brutalidade. O Corteo é o mais humano neste anime, ele desde pequeno que repudiava a máfia, até que o seu melhor amigo perde os pais e o irmão por causa de uma chacina feita por um grupo de mafiosos, depois passados alguns anos o seu melhor amigo (melhor amigo não, irmão) entra na família mafiosa que matou os seus parentes, para dar inicio à sua vingança e ainda por cima arrasta-o com ele, simplesmente acho que o Corteo não conseguiu absorver todos estes acontecimentos acabando por explodir. Eu acho que a gota de água foi quando o Angelo lhe queria dar um maço de notas para ele acabar os estudos, eu acho que o Corteo deve ter interpretado aquilo, como se ele fosse descartável, agora que o Angelo tinha tudo nos eixos já não precisava dele e o Corteo deve ter ficado magoado com ele, afinal eles são quase como irmãos.
    Aquele fã anónimo do Nero nem tenho nada a dizer, teve os seus segundos de fama, até ser esburacado por um monte de tiros de Tommy guns.
    Como sempre uma excelente matéria Fábio, estive desaparecido por uns tempos, mas cá estou eu para comentar as tuas matérias outra vez.

    • Fábio
      Fábio "Mexicano" Godoy

      Divertido que você tenha voltado hoje, no mesmo dia em que eu terminei e publiquei o novo Guia Interativo da Temporada no qual passei as últimas semanas trabalhando loucamente, e agora também poderei voltar a assistir animes e a escrever artigos normalmente.

      Lembro-me vagamente de ter gostado bastante do desenvolvimento do Corteo até aí, mas depois disso tudo o que vi foi bem mais ou menos.

      Obrigado pela visita e pelo comentário, e bem vindo de volta =)

      • Quem é vivo sempre aparece, nos últimos dois meses não tive tempo para nada por causa do trabalho, mas agora vou voltar com força, ainda estou a ver se ganho vergonha na cara para comentar os teus últimos artigos que fizeste sobre Re:zero, já que foi este anime que me trouxe até este site e me deixou fã dos vossos artigos, quando tiver mais um pouco de inspiração eu escrevo lá nos artigos de Re o meu texto enorme com a minha opinião como já é hábito desde o inicio.

Deixe uma resposta