PUNCH_Mahou_Shoujo_Ikusei_Keikaku_-_02_HD.mp4_20161018_022800.752

Se você tem um bichinho de estimação fofinho, tome muito cuidado caso ele ofereça um contrato no qual você pode obter desejos ou algum tipo de poder, pois trata-se de uma armadilha. Brincadeiras à parte, desde Kyubey, o icônico mascote de Madoka Magica, os mascotes, que antes eram sinônimos de fofura, passaram a transmitir uma sensação de medo e angústia para os expectadores, pois em qualquer anime lançado atualmente em que aparece uma dessas criaturinhas fofas, as pessoas logo começam a pensar coisas como “esse mascote é do mal!” ou “cuidado com o mascote!”, entre outros pensamentos semelhantes.

Curta o anime21 no facebook:

R.I.P

R.I.P.

O Fav, mascote de Mahou Shoujo Ikusei Keikaku, já começou a agir, anunciando que vai cortar pela metade o número de meninas mágicas, algo que ele chamou de “demissão”. Tal notícia deixou as meninas mágicas em polvorosa sem entender o motivo para tal mudança, e ainda tem um pequeno detalhe: o número atual de meninas mágicas são 15, mas vai entrar mais uma nova menina mágica na cidade, pois o contrato feito para com ela foi antes das novas regras entrarem em vigor.

O motivo para o corte na quantidade de meninas mágicas deve-se a quantidade de mahou shoujos ser maior que a quantidade de energia mágica existente na cidade. Mesmo elas tendo achado que a redução na quantidade de garotas mágicas fosse algo cruel demais, mal sabem elas que as “demissões” realizadas pelo mascote têm uma consequência muito mais grave do que apenas perder os poderes.

Nesse segundo episódio foram apresentadas novas personagens como a Ruler (uma mahou shoujo cujo traje lembra a de uma princesa) e sua equipe formada por outras garotas mágicas. Vale destacar também as interações entre as personagens Top Speed e a sua companheira Ripple, e durante o episódio tivemos as aparições da temida Calamity Mary (uma referência a Calamity Jane, que era uma famosa mulher aventureira que viveu nos tempos do velho oeste, seu nome verdadeiro era Martha Jane Canary-Burke) e da preguiçosa e simpática Nemurin, uma menina mágica capaz de entrar nos sonhos dos outros.

Para quem pensava que Mahou Shoujo Ikusei Keikaku fosse um anime brutal e sem sutileza alguma desde o início, eu tenho a dizer que esse anime é mais sutil do que aparenta, por exemplo, o Fav não ordena que as meninas se matem até sobrar metade delas, ele cria “uma competição” em que a garota mágica que tiver o menor número de doces mágicos será eliminada até sobrarem oito meninas de um total de dezesseis, entretanto o mascote conta apenas uma parte da história, que seria a “demissão” das mahou shoujos que obterem o menor número de doces mágicos, escondendo a verdadeira e cruel consequência que vai além da perda dos poderes, ou seja, a morte. Por enquanto as meninas acham que elas apenas correm o risco de perder seus poderes, mas quando elas descobrirem que suas vidas estão em jogo, elas irão conhecer o lado mais cruel e obscuro do mundo das mahou shoujos.

Em dois episódios, a narrativa tem se mostrado lenta, mas não ruim. A história está progredindo mesmo que lentamente, e a última cena continua a mostrar que tragédias acontecem nesse anime. Ela, mesmo com as sutilezas, causa impacto, pois vemos apenas a mão da personagem Nemu (Nemurin) enquanto sua mãe tenta acordá-la e, ao perceber que sua filha está morta, esta entra em desespero.

Apesar da sutileza essa cena foi impactante.

Apesar da sutileza, essa cena foi impactante.

Por fim, eu tenho a dizer que, mesmo lento, o anime está progredindo, mas quem queria algo muito violento e brutal desde o principio pode ter alguma reclamação, e de certa forma é compreensível qualquer tipo de descontentamento para com o show, pois a sinopse entregava o enredo do anime, fazendo as pessoas que não conhecem a obra original pensarem que o anime seria mais direto e consequentemente mais violento do que foi mostrado até agora. Em defesa da obra que eu comento, este escriba que vos fala tem a dizer que esta obra tem suas sutilezas e vai mostrar das mais diversas formas o desespero das nossas queridas protagonistas, e como só foram exibidos dois episódios, temos muita história pela frente. O show pode não ser uma obra-prima, mas por enquanto está executando bem sua proposta.

Extra: Apenas por curiosidade, a personagem Nemurin conseguiu mais doces mágicos que todo mundo, porém os doces dela são válidos apenas no mundo dos sonhos, algo que pessoalmente achei meio injusto.

Se essa quantidade de doces mágicos valesse no mundo real, Nemurin estaria viva.

Se essa quantidade de doces mágicos valesse no mundo real, Nemurin estaria viva.

 

Revisado por Tuts

 

MahouIku está disponível no Crunchyroll.

Gostou desse artigo? Compartilhe:

  1. Este episódio de longe foi aquele que mais gostei, posso mesmo afirmar que o segundo episódio deste anime já me convenceu a continuar a ver este anime (inclusive já vi o terceiro episódio). Isto dos mascotes tem muito o que se lhe diga, mas o FAV nem digo nada, eu tenho uma impressão que ele é um plágio descarado do Kyuubei de Madoka, mas digo já que é um plágio fail. O Fav desde o inicio não enganou ninguém, ele quer o máximo de mahou shoujos para depois se livrar delas, desde este modelo de eliminar aquela ou aquelas com menos doces. Eu desde o inicio do episódio que sabia que a Nemu ia morrer, mesmo ela tendo mais doces que todas as outras juntas, mas a injustiça começa logo ai, só eram válidos no mundo dos sonhos e não no mundo real. Aquela última cena em que ela se transforma pela última vez em mahou shoujo foi muito triste, com pouco tempo de tela, ela foi das poucas personagens que goste neste anime. Aquela cena em que ela morre, tenho que dar os parabéns ao estúdio, mesmo não mostrando muito foi uma cena impactante e a ver a mãe a chama-la em desespero foi muito triste. Logo quando a Nemu ia deixar a vida de casa, ia ter um emprego morre por causa de um jogo estúpido e mortal. A despedida da Snow White e da Nemu foi muito bonitinha, a Snow White gostava bastante dela, tanto que ela fica super triste pela saída da Nemu. Será que a Calamity Mary, já não sabe como funciona o jogo e por isso mata as outras mahou shoujos, se não for por isso não vejo o motivo de ela ser tão temida.
    Como sempre um excelente artigo Flávio.

    • Estava sentindo falta da sua ilustre presença no meus comentários, enfim, sobre o mascote, uma das diferenças dele para o Kyubey é que Fav errou os cálculos sobre a quantidade de meninas mágicas e a quantidade de energia magica na cidade, já o kyubey não cometeu erro algum, apenas a lógica dele que era deturpada mesmo.
      Acho que a calamity Mary não sabia do jogo, mas ela não ficou nem um pouco abalada devido à sua personalidade.
      Obrigado pelo comentário e comente sempre!

      • O Kyuubey, aquela coisa maligna, ele era mesmo meticuloso na sua maneira de agir, ele oferecia poderes mágicos ás garotas e o direito a um desejo, tudo na ilusão, para no final as mahou shoujos que ele criava morressem a lutar contra as bruxas, como tu bem disseste o coelho de olhos vermelhos tinha uma lógica mais do que deturpada.
        Já o Fav ao contrário do Kyuubey, é cínico, ele ofereceu os poderes de mahou shoujos a quase todas as candidatas compatíveis que apareciam, claro que ia haver uma hora em que ia haver mais mahou shoujos do que era necessário. Eu só não concordo com a maneira que ele arranja para se livrar dos excedentes, mas enfim, este de todo o modo não vai ser o típico mahou shoujo onde todas no final ficam com os poderes e todas vivas.

      • O Fav poderia apenas tirar os poderes de quem ficasse por último na corrida dos doces mágicos até sobrarem metade delas, mas no episódio 3 (em breve irei comenta-lo) ele explica o motivo delas morrerem ao perder seus poderes.

      • Eu já vi o terceiro episódio e até compreendi a explicação dele, mas ainda assim ele não deixa de ser um filho da mãe, ele próprio admite sem descaramento nenhum que quando uma mahou shoujo deixa de ter poderes elas têm que morrer.

  2. É apenas o anime mais triste que já fizeram para Garotas Mágicas… Não dá para dizer o quanto é triste a morte de Nemurin e tudo porque se trata de um projeto voltado a alguma coisa ainda maligna e pior… Alguém acredita mesmo que somente a metade será “cortada”. Com certeza não! Esse será o primeiro mascote assassino de animes. Se houver algum outro podem me mandar um e-mail para raposa.solar@gmail.com
    Nenhum anime de Garotas Mágicas deveria ser assim. Somente os monstros devem ser derrotados…

Deixe uma resposta