Estamos recrutando redatores, clique aqui e se candidate, vagas limitadas!

Olá, pessoal! Aqui estou eu, Tamao-chan, trazendo mais um artigo de Fukumenkei Noise!

E estamos na reta final. Nada melhor que um pouco de drama que, para mim, melhorou muito com relação aos primeiros episódios. Acho que está tudo mais consistente, já que os personagens vêm se desenvolvendo aos poucos, e Nino está se tornando uma excelente personagem, exceto por sua personalidade avoada e inocente. O que temos aqui é que a mãe de Momo e Yuzu vêm controlando a vida de ambos mais que o normal. Não porque elas são más (quer dizer, a mãe do Yuzu parece não querer que o seu destino seja definido pela música e sofra as mesmas consequências (que não sei quais são) que seu pai. Achava que era porque ele tinha perdido sua voz ao cantar e a sua mãe o havia proibido mas, pelo visto, é pior que isso; a mãe do Momo é bem psicótica e quer infernizar a sua vida. Mas elas acreditam que queiram o bem de seus filhos… pelo menos da parte de uma. A cada dia que passa, o relacionamento deles com as suas mães tem piorado, assim como o relacionamento de Momo com a Nino.


Anime21 Diário

Informe o seu e-mail para receber gratuitamente as atualizações do blog!


E estamos no penúltimo episódio! Um episódio que pode definir se vai para o buraco ou não. Mas pode ser que só caia de qualidade no último mesmo, porque este anime só vem melhorando a cada episódio. Mudei a minha opinião após 6 episódios, e não me arrependo nem um pouco de não ter desistido de vê-lo até agora.

Bom, voltando para o episódio. Nino quer compor uma música para poder tocar na LogRock Horizon, que é um show tipo Rock in Rio, onde várias bandas têm seu espaço. Isso faz com que, dependendo da interação dos cantores com o seu público, as pessoas podem mudar de uma atração para outra, sendo assim, uma banda que começa com 10.000 pessoas pode terminar com 5.000, e isso pode ser ruim para a sua carreira. Como a In NO Hurry to Shout tem um espaço para 5.000 pessoas, é importante que deem tudo de si. Mas isso não é problema para eles, pois estão em alta, e mais pessoas estão comprando os CDs em seu stand.

Como Nino quer uma música que diga o que está pensando e que suas palavras toquem as outras pessoas, principalmente o Momo, ela escreveu uma letra sobre o que ocorreu na infância. Nela, envolve a protagonista e os meninos, onde cada coisa que falaram e prometeram se exprime em todo o seu contexto. E toda sua composição também reflete um pouco do que acontece hoje em dia. Sobre a voz de Nino ser importante para que continuem vivendo.

O que aconteceu na Rock Horizon foi exatamente o que a protagonista não queria: ela se descontrolou, fazendo com que tocasse a sua composição antes das outras músicas que combinaram a ordem de tocar. Além disso, cantou a sua música da forma mais alta que conseguiu, fazendo com que os outros integrantes se esforçassem para acompanhar o seu ritmo, e que a plateia fosse à loucura.

O que aconteceu também foi que a mãe de Momo finalmente apareceu, fazendo com que ele pensasse em desistir e se afastar da “Alice” de vez. O caso é que, na infância, toda vez que cantava com a Nino ele podia se esquecer das brigas constantes que seus pais tinham, e sua mãe não o trata mais como filho, e sim como outra pessoa que ganha seu próprio dinheiro com o seu próprio esforço. Para ela, Momo é uma pessoa comum, e agora cismou que não quer que seu filho se afaste dela, fazendo com que a cena ficasse ainda mais tensa.

Uma das cenas mais “macabras” do anime. Imagine alguém com quem você NÃO QUER encontrar aparece atrás de você. O seu olhar totalmente intimidador fez com que Momo ficasse assustado, e ainda jogou coisas na sua cara envolvendo a Nino, dizendo que ela também está indo bem, e ainda pergunta se ainda continua compondo músicas para ela, além de querer que largue tudo para viver com ela, sua mãe.

E a mãe do Yuzu, que ainda não quer aceitar que o filho componha músicas e muito menos participe de uma banda, já que seu pai morreu de alguma forma e está associando à música. Infelizmente eu não me lembro se algo assim foi citado, porém Yuzu quer que Nino continue cantando com ele, e só assim consegue seguir em frente.

Já a mãe de Yuzu está dizendo algo como “a música matou o seu pai” e não quer que o menino trilhe o mesmo caminho. Porém ela não sabe o que se passa na cabeça de seu filho.


BRILHA, BRILHA, ESTRE… OI?! – VERSÃO MOMO

Momo é um menino que sofre problemas em casa. Os seus pais vivem brigando e ele quer se afastar de alguma forma. Até que teve uma ideia: já que sua vizinha, Nino, também estuda na mesma escola que ele, decide além de cantar com ela, também escrever alguns trocadilhos para fazê-la rir. Todos os dias, os dois cantavam a música “Brilha, brilha, estrelinha”, sem a Nino prestar atenção no que ele diz.

Ainda assim, ele gostaria de vê-la sorrir mais vezes, já que parece que ela não ri muito. Por isso, insiste em escrever os seus trocadilhos dia após dia (e parece que ele os usa até hoje, mesmo sendo sem graças). Desde aquela época, ele tem sentimentos pela menina (e já está mais que na cara que sente uma enxurrada deles até hoje), e fazê-la sorrir o fez ganhar o dia e esconder o ciúme que sentiu.

As pazes entre duas crianças é uma coisa muito bonita de se ver


Muito obrigada por acompanharem até aqui, e nos vemos nos últimos posts episódicos da segunda temporada de Uchouten Kazoku e de Fukumenkei Noise!

  1. Estou ansiosa pro último episódio, mas eu acho que se a Nino ficar com o Momo vai dar problema e se ficar com o Yuzu também então o que será que vai acontecer? Se ela ficar com um o outro será infeliz espero que tenha um final satisfatório e segue temporada *-* ou será que esse não é o último episódio? É hoje que veremos!!! Ah, e eu amei seu post explicou tudo direitinho!!

    • Tamao-chan

      Obrigada pelo comentário!
      Demorei para pegar no tranco do anime, mas acabou que está sendo um dos meus preferidos da temporada. Ahahaha
      Que bom que também está gostando do anime da sua “chará”!
      Também acho que se ficar com um dos dois, ela será infeliz. No entanto, tem mais liberdade de fazer as coisas se continuar com o Yuzu.
      Acredito que o mangá ainda esteja em produção, então acho que, ou deve ter segunda temporada, ou o final deve ser decidido às pressas.
      Obrigada pelo comentário e pelo elogio!
      Nos vemos no último post!

Comentários