[sc:review nota=3]

Não aconteceu nada de especial nesse episódio nem nada relevante foi revelado. Um típico episódio de ligação. A série no MyAnimeList está listada com 22 episódios, se for mesmo ter tudo isso compreendo a falta de pressa dos produtores desse anime. Ainda assim, episódio lento e sem nada é um episódio lento e sem nada. Não deram nem um tratamento decente ao desmaio da Kaori. Ela foi para o hospital, para os amigos nega ter um problema de saúde mais grave (diz apenas que “sempre foi meio anêmica”) e nega que já tenha desmaiado antes: Kousei fez a pergunta que precisava ser feita. Há também uma cena dela no hospital onde fica claro que o problema é mais grave do que ela deixa transparecer, mas é só isso. Ela sai do hospital em seguida e já está tentando Kousei novamente como se nada tivesse acontecido. Assim realmente fica parecendo que ela e sua doença são apenas ferramentas de enredo para tirar o protagonista da inércia em que se encontra, e que ela será descartada quando não for mais necessária, de resto gerando efeito dramático.

Fanservice da semana: ela estava tomando banho

Fanservice da semana: ela estava tomando banho

De fato, o episódio inteiro e todos os demais personagens giraram ao redor do Kousei. O Watari estava lá para dizer, mais uma vez, que o Kousei deveria investir na Kaori, mesmo sendo ele o, sei lá, “ficante” dela. Já a Tsubaki parece que só agora percebeu ou aceitou que gosta do Kousei. Sério? Eu achei que desde o começo ela gostasse dele e soubesse disso, embora se comportasse de forma um pouco passiva com relação à Kaori, e agora, no quinto episódio, me dizem que ela não estava certa ainda disso. Tá bom, agora as ações dela fazem mais sentido e tudo o mais, mas teria sido melhor se isso estivesse claro desde o começo. Ela tem uma longa cena em que, depois de um dia inteiro meio distraída, enquanto volta para casa com outra amiga essa lhe pergunta se houve algo entre ela e Kousei e ela surta. Depois um ex-colega de classe, aparentemente noutro colégio agora, vem se declarar para ela. Ela pensa consigo mesma que já gostou dele mas que ele chegou tarde, não vemos a rejeição mas é óbvio que ela ocorreu, com direito a trem passando no fundo e tudo o mais. O que tem demais no trem? Normalmente a passagem de um trem marca a passagem do tempo ou a separação. No caso, Tsubaki estava deixando o antigo amor para trás.

Kaori mente sobre seu real estado de saúde

Kaori mente sobre seu real estado de saúde

Falando sobre simbologias, outra que volta a aparecer são as penas. Ligadas às aves e a sua liberdade, capacidade de voar, etc, é normalmente símbolo de algo que se quer alcançar, mas frequentemente é impossível ou se enxerga como impossível. Naturalmente, é Kousei quem enxerga Kaori dessa forma, por vários motivos. Ou talvez por um só: porque ela está com o Watari, e todo o resto é desculpa que ele inventa pra se afastar dela. Mas acho que não, no final desse episódio fiquei com a impressão sincera que ele gostaria de ser tão livre quanto ele acredita que a Kaori seja. Alguém que não está amarrado a um trauma de infância e consegue viver sua vida ao máximo. Pouco sabe ele que talvez ela talvez não seja realmente livre, já que por causa da doença seu tempo pode ser limitado. Mas ela quer viver ao máximo sim, como dá a entender, e quer viver para sempre nas memórias das outras pessoas através de sua música. É por isso que ela pergunta a ele se um dia irá se esquecer da performance que os dois tiveram juntos no palco. A Kaori é um personagem bastante interessante, e não posso deixar de me frustrar com todo esse destaque ao Kousei e, principalmente, com o fato da história pessoal dela só ser contada à medida em que colabora com a história do próprio Kousei.

Mais imagens:

Discussão