Estamos recrutando redatores, clique aqui e se candidate, vagas limitadas!

Teria sido legal se Hannibal Lecter tivesse aparecido nesse último episódio para fritar literalmente os cérebros de todos os personagens de Psycho-Pass 2, mas muita coisa teria sido legal em Psycho-Pass 2 se não tivesse sido tão ruim. Quem fritou cérebros (literalmente, ou cozinhou, derreteu, enfim) foi Sybil. Parte de seus próprios cérebros. Olha, se o sistema tinha mentes criminosas tinha mais é que se livrar delas mesmo, e me impressiona não tê-lo feito antes. Mas os cérebros usados para a matriz de Sybil não são todos criminosos para começo de conversa? E incorruptíveis, apesar disso?

Ler o artigo →