Estamos recrutando redatores, clique aqui e se candidate, vagas limitadas!

O dia dos pais foi no domingo passado, mas o blog ainda está em clima de comemoração! Portanto, não poderíamos deixar de recordar e homenagear as marcantes figuras paternas presentes nos mais diversos tipos de animes. Como a arte imita a vida, nos animes os pais também não seguem nenhum padrão de personalidade ou de aparência para serem considerados bons pais. Existem muitos personagens que se tornaram marcantes por conseguirem fazer seus filhos felizes, independentemente se sua personalidade é de uma pessoa que pode ser considerada exemplar ou não. Outros, nem sequer possuem vínculos sanguíneos com aqueles que decidiram chamar de filhos, mas certamente são capazes de desenvolver lições de vida tão belas quanto a de qualquer outro tipo de família.

Foi pensando nessa variedade que essa lista foi feita. Veja se conhece todos os pais citados e compartilhe conosco quais foram os mais marcantes para você! Lembrou de algum que considera tão memorável quanto os que estão na lista e acha que ele merecia ter sido homenageado também? Então não se esqueça de deixar a sua opinião nos comentários! Confira os sete paizões do mundo dos animes na lista abaixo:

Curta o anime21 no facebook:

Soichiro Yagami, de Death Note

Soichiro Yagami, Death Note.

Soichiro Yagami, Death Note.

Soichiro, pai de Light Yagami, ocupa a posição de chefe do departamento de polícia japonesa. Apesar de sua aparência formal, ele é um pai muito dedicado, gentil e amoroso. Seu forte senso de justiça o fez insistir na investigação para encontrar Kira, mesmo sem a cooperação da maioria da equipe com quem trabalhava anteriormente. Soichiro possui plena confiança em seu filho e, por isso, se sente muito magoado ao vê-lo ser apontado como o principal suspeito do caso. Seus sentimentos como pai e o seu dever como profissional, o levam a pensar em uma maneira definitiva de provar a inocência de Light. Dessa forma, ele escolhe fazer algo que apenas um pai que ama o seu filho mais do que a sua própria vida poderia ter feito: sequestra Light e a namorada Misa, e arma uma situação de extrema tensão onde Light seria obrigado a matá-lo se realmente fosse Kira. É preciso ter, no mínimo, 200% de fé em uma pessoa para ser capaz de escolher entregar a sua própria vida como garantia de que o que ela diz é a verdade. Soichiro é, na minha opinião, um dos pais mais honrados que já tive o prazer de ver em um anime.

Akio Furukawa, de Clannad

Akio Furukawa, Clannad.

Akio Furukawa, Clannad.

Akio é o típico personagem que tenta passar uma imagem de pai intransigente, turrão, mas não consegue convencer a ninguém porque todo mundo sabe que na verdade ele é um poço de carisma e simpatia. O pai de Nagisa Furukawa conquista a todos com seu jeito infantil e transparente de ser, mas ele também sabe usar de seriedade quando é necessário e demonstra muita sabedoria em seus conselhos de vida. No decorrer da história, é revelado que seu grande sonho era ser ator. Sonho que nunca se tornou realidade porque ele e a esposa tiveram que abandonar as profissões que estavam seguindo para investir em uma padaria e, assim, poder cuidar da saúde de Nagisa em casa. Isso não fez com que ele se tornasse uma pessoa amargurada, nem nada do tipo. Pelo contrário, seu “sacrifício” o fez descobrir que sua maior felicidade consiste em ver Nagisa realizando os próprios desejos. Akio é um grande exemplo de pai, de marido, de avô, de sogro… Seu personagem jamais será esquecido.

Kiritsugu Emiya, de Fate / Zero

Kiritsugu Emiya, Fate / Zero.

Kiritsugu Emiya, Fate / Zero.

Kiritsugu não é, nem de longe, tão nobre ou bondoso quanto os outros pais já citados. Ele teve uma infância extremamente traumática e cresceu passando por situações que o obrigaram a agir sempre de forma fria e calculista, se tornando um assassino mercenário. Porém, é justamente por ter um passado tão imperfeito e sombrio que sua transformação como pessoa, que teve como ponto de partida a adoção de Shirou, se tornou um fato tão marcante. Kiritsugu já era pai de Illyasviel, mas Shirou foi quem lhe proporcionou o seu grande momento de redenção. Encontrá-lo vivo no meio do grande incêndio causado pela quarta Guerra do Santo Graal, deu a Kiritsugu a motivação necessária para querer mudar completamente de vida. Isso prova que não é preciso ser uma pessoa considerada perfeita pela sociedade, para conseguir ser um bom pai e servir de inspiração para os seus filhos.

Maes Hughes, de Fullmetal Alchemist

Maes Hughes, Fullmetal Alchemist.

Maes Hughes, Fullmetal Alchemist.

Maes Hughes é considerado por muitos como a verdadeira definição de pai perfeito. Ele se enquadra no tipo “pai coruja”, que sempre carrega alguma foto de sua família em seus bolsos e adora demonstrar o quanto ama sua filha Elycia e sua esposa Gracia. Apesar de ser um profissional responsável e habilidoso, é frequentemente usado em situações cômicas. Isso faz com que se torne difícil não criar alguma afeição por sua personalidade. Maes é um personagem muito marcante, não apenas por cumprir de forma tão bela seu papel de pai, mas também por ser o tipo de amigo leal que todo mundo desejaria ter por perto algum dia na vida.

Vegeta, de Dragon Ball

Vegeta, Dragon Ball.

Vegeta, Dragon Ball.

Por mais incomum que pareça, o Príncipe dos Saiyajins é sim um personagem paterno memorável. Ele não é carinhoso e nem sequer sabe demonstrar afeto, mas ele ama sua família e é idolatrado por seu filho Trunks. Vegeta tem todos os defeitos que um guerreiro orgulhoso, treinado durante longos anos para ser um assassino cruel poderia ter, porém ele conseguiu evoluir o suficiente para se tornar alguém capaz de construir laços familiares sólidos e já demonstrou várias vezes estar disposto a se sacrificar para manter a sua família em segurança. É claro que é importante demonstrar afeto, mas sabemos que esse tipo de personalidade que ele possui não é assim tão fácil de ser modificada. Então, o melhor caminho é saber lidar com suas limitações e aproveitar os sentimentos bons que ele pode oferecer (mesmo que tenhamos que procurar isso nas entrelinhas), e Bulma e Trunks aprenderam isso há muito tempo. Esse é o segredo que os mantém como uma bela família.

Genma Saotome, de Ranma ½

Genma Saotome, Ranma ½.

Genma Saotome, Ranma ½.

Eu poderia tentar florear e poetizar algum fato para justificar a presença do Genma Saotome nessa lista, mas… poxa… Ele é um pai e é um panda! Eu preciso mesmo dar alguma explicação além dessa para incluí-lo na lista? Na verdade, como eu poderia deixá-lo de fora?? Pandas são incríveis! Tudo bem que o Ranma foi amaldiçoado por culpa dele, vive sofrendo gozações por causa disso e passa pelas situações mais constrangedoras possíveis, mas eles formam uma dupla incrivelmente divertida. Eles provam que família é algo que vai muito além de apenas conviver com outra pessoa; fazer parte de uma família é ter paciência para continuar por perto mesmo com todos os defeitos que o outro apresenta.

Makarov Dreyar, de Fairy Tail

Makarov Dreyar, Fairy Tail.

Makarov Dreyar, Fairy Tail.

Makarov é o terceiro e o sexto mestre da Fairy Tail, e é também um dos personagens mais amados. Ele sempre tratou os membros da guilda como se fossem seus filhos e o sentimento é recíproco. De todas as pessoas com quem convive, o único que faz parte de sua família de sangue é Laxus Dreyar, seu neto. Mesmo assim, por causa de problemas de conduta, Makarov se vê obrigado a expulsá-lo para puni-lo e fazer justiça. Makarov é um mestre muito honrado, sábio e bondoso. Apesar de ouvir constantes reclamações do conselho mágico, por causa da destruição que os magos da Fairy Tail costumam causar, ele sempre os incentiva a continuar fazendo o que seus corações mandarem. Ele pode ser considerado um paizão, não só pela profundidade dos sentimentos que conseguiu criar com todos os membros de sua guilda, mas também por estar sempre disposto a usar seus poderes contra qualquer um que ousar ameaçar suas amadas “crianças”.

Comentários