Ahn, na verdade, vai acreditar sim. Não é nada excepcional ou sequer inesperado. Eu só escrevi o título desse jeito porque estou treinando para ser redator do Buzzfeed e outros sites cujo manual de redação obriga a escrever títulos caça-clique. Mas eu nem quero entrar para o Buzzfeed ou qualquer site desse tipo. Pensando bem, não tenho uma boa explicação para isso. Enfim, não fique nervoso comigo. Você pode acabar perdendo a cabeça!

Título caça-clique que não corresponde exatamente ao conteúdo, enrolação e piada ruim, eu realmente poderia ir para o Buzzfeed, hein? Enfim, a parte sobre eu ter lido esse trecho do anime no mangá é verdadeira. Fiquei curioso e fui ler, e já quero esse mangá lançado aqui. Parei de ler no exato ponto em que o episódio acabou, então não poderia dar spoiler nem se eu quisesse, fique tranquilo quanto a isso. Quero dizer, poderia, o mangá tem todo um arco desenvolvido e que foi totalmente pulado nesse episódio. É possível que coisas ignoradas sejam relevantes no anime mais tarde, ou que contem o que aconteceu no mangá ainda, de outra forma. Mas vou evitar as informações mais sensíveis, então relaxe e leia esse artigo!

Ainda bem que não tinha alma viva no caminho entre a loja e a casa do Kyouma, né

Ainda bem que não tinha alma viva no caminho entre a loja e a casa do Kyouma, né

Primeiro o que o episódio contou. A Mira ganhou uma nota sozinha porque fez todo o trabalho de descobrir como o Loser hackeava o sistema de comunicação e capturar suas pombas e ficou toda cheia de si. Aproveitou a oportunidade para pedir um quarto alugado para o Kyouma, que recusou e arranjou um trailer velho para ela ao invés disso. Só restava mobiliar, o que foi fácil para a Mira com toda a grana que tinha. No final, treta envolvendo as crianças, que o Kyouma trata com a rabugice que a cara dele sugere mas nunca as expulsa de verdade, e a Mira que ao salvá-las de um acidente no ferro-velho ao lado da casa do Kyouma acaba sendo decapitada. Felizmente tudo acabou bem, o Koorogi consertou a Mira e a toda-poderosa da usina da New Tesla local tirou o Kyouma da cadeia para onde ele foi enviado sem razão aparente. Quero dizer, mandaram prender ele porque ele não alertou as crianças que o terreno vizinho, que não é dele, que não tem nada a ver com ele, poderia ser perigoso? Que droga é “responsabilidade moral”? Mas a tal dona toda-poderosa de quem falei era avó de uma das crianças que a contou que ele as alertou sim, então ela foi legal com ele e ligou pra polícia esclarecendo tudo. Por que uma garota de família tão poderosa estava lá? Porque sim. Tá bom. E um cara aparece morto ou morrendo aparentemente sufocando com água por culpa de seu próprio robô, fim.

Agora como isso é no mangá. Até a parte da Mira comprar móveis é igualzinho. Só mostra o Kyouma interagindo um pouco mais com as crianças e explica que ele não pode alugar um quarto porque ele não tem quarto sobrando, e essas coisas juntas dão a entender que ele no fundo é um cara legal. O anime julgou desnecessário fazer isso porque quer que simplesmente acreditemos que ele é um cara legal, e eu acredito que ele seja sim, mas com o desenvolvimento do mangá fica mais legal e mais crível. E, isso é vital no mangá porque todo um arco se desenvolve sobre isso, ele explica como e porque as crianças estão ali. Elas são todas ricas. Nata da nata, estudam em um dos melhores colégios. E o sistema educacional evoluiu para um modelo onde tudo o que as crianças fazem pode render pontos positivos ou negativos, e não importa quanto dinheiro você tenha, com pontuação ruim não pode ficar nas melhores escolas. “Tudo o que as crianças fazem” inclui, naturalmente, sair das rotas pré-programadas ou ir para onde não deveriam ir em geral – o comunicador que elas usam no pulso, e ele foi exibido em destaque em pelo menos uma cena no anime, tem um localizador.

"Você já 'fez' com o Kyouma?" - A garotinha é mais sabida que a Mira. Bom, é mais velha também

“Você já ‘fez’ com o Kyouma?” – A garotinha é mais sabida que a Mira. Bom, é mais velha também

Como elas estão ali então? Bom, a casa do Kyouma é quase embaixo da auto-estrada elevada que faz parte da rota das crianças entre suas casa e a escola. Elas descobriram que podem ir até ali e não acusa nada porque o sistema considera que estão em trânsito. O Kyouma não denuncia isso porque não quer prejudicar as crianças e porque não concorda com esse modelo. Viu, ele é um cara legal de verdade, o mangá não quer que apenas acreditemos que ele é um cara legal. E o acidente não foi de verdade um acidente: foi um plano complexo para extorquir o pai de uma das crianças. Não entro em detalhes sobre isso porque tem informações que podem vir a ser usadas no anime, constituindo o tal spoiler que quero evitar. Recomendo que leia o mangá se estiver curioso. O importante é que o Kyouma, cara legal que é, descobre o plano e vai atrás do homem que o engendrou, expondo-o. Ele nunca foi preso, seu encontro com a avó da Shiora acontece porque ele estava invadindo algum outro lugar que não entendi direito onde era para cobrar outro cara pelo que havia acontecido, mas a velha já havia chegado antes e resolvido o assunto.

Li por aí que enquanto a Mira seria uma humana em corpo de robô, o Kyouma é um robô em corpo humano. Metaforicamente, ok? Bom, no anime talvez ele esteja parecendo isso mesmo, e é um tema interessante. No mangá ele é um cara legal demais e impulsivo demais para eu poder considerá-lo um robô. Ele é apenas um cara rabugento – o que é esperado de um veterano de guerra com Transtorno de Estresse Pós-Traumático. Claro que o segundo maior mistério da história é o passado do Kyouma, depois apenas do objetivo do falecido Dr. Yurizaki e toda a verdade sobre as bobinas. Como o mangá ainda está em andamento suponho que não será revelada toda essa verdade, o que transforma o passado do Kyouma na linha de enredo mais importante do anime, justificando esse contraste criado entre ele e a Mira. Ele fez parte de uma unidade especial quando ninguém mais usava seres humanos em campos de batalha, e ele presenciou algo terrível que exterminou sua unidade. Das Bestas de Grendel, como eram conhecidas, quase todas morreram. O que as matou em si parece óbvio – deve ter sido um acidente (ou não?) dimensional como o visto no episódio anterior. As circunstâncias são menos óbvias. E pelo menos mais uma pessoa dessa unidade sobreviveu. O anime não está fazendo muito esforço para esconder quem ela é, e o mangá a essa altura já entregou, mas não vou contar mesmo assim. Leia o mangá! Eu, por minha vez, aguardo ansioso o próximo episódio.

O loiro que vive perseguindo o Kyouma e a chefe local da New Tesla

O loiro que vive perseguindo o Kyouma e a chefe local da New Tesla

Discussão