Estamos recrutando redatores, clique aqui e se candidate, vagas limitadas!

Que reviravolta hein? O Musashi que estava seguindo no sentido leste em direção às Filipinas deu um cavalo de pau no meio do caminho e virou para o norte, em direção ao Japão! Outra coisa que aprendi sobre o mundo futuro de Haifuri: não existem satélites, aviões-espiões ou qualquer forma de rastreamento de navios segura que não seja a própria auto-identificação dos navios para os centros de comando de tráfego. Ainda bem que as Blue Mermaids estão lá para salvar o dia né?

O grande conflito desse episódio foi a indecisão da Misaki. Ela queria loucamente ajudar o Musashi e Moeka, sua amiga de infância, mas estava morrendo de medo que sua tripulação no Harekaze se ferisse – ou coisa pior. A garota perdeu toda a auto-confiança que ela tinha, e é compreensível: o Harekaze não teve escolha nas primeiras batalhas e simplesmente reagiu, e depois sempre puderam contar com a ajuda da Wilhelmina, que voltou para o seu navio. Agora ela está “sozinha” e precisa decidir jogar o seu navio contra outro muito mais poderoso. Mas ei, quem disse que ela está mesmo sozinha?

Ler o artigo →