O episódio 11 de Trickster foi tudo o que eu previ: clichê com conclusão clichê, um verdadeiro combo de clichês. Em si, o episódio não teve altos, apenas baixos, talvez tenha sido o pior até então, e olha que 70% dos episódios de Trickster são ruins. Com uma conclusão mais sem sal que margarina light, a nova e mesquinha trama de Hanasaki já se “encerrou”.

Novamente o episódio dessa semana não teve muita coisa, os anteriores costumavam apresentar várias coisas ao mesmo tempo, mas de um tempo para cá o anime tem diminuído um pouco a velocidade. Por conta disso, talvez este artigo, assim como o último, não fique tão extenso.

No início do 11º episódio de Trickster, Akechi, sozinho e fortemente armado, partiu para “resgatar” Hanasaki, mas impediu que os demais o acompanhassem. Entretanto, após a saída do detetive-mor, Inoue, desobedecendo a “sugestão” de Akechi, iniciou um “plano reserva de emergência” (que não existe). Na verdade, não tem plano algum, eu acabei de inventar isto, o máximo que fizeram (Inoue, Noro, Kobayashi e Katsuda) durante todo o episódio, foi rastrear Akechi e segui-lo até ele notar que estava sendo rastreado e enganar todo mundo. Se não fosse por Ootomo, que invadiu a casa de Noro para dar pitaco, ninguém suspeitaria que Akechi, Hanasaki e o Vinte Faces estariam “brincando” em um shopping.

Também no início do episódio, podemos ver onde o Vintes Faces estava mantendo Hanasaki, e por incrível que pareça, o local não é nada mais nada menos que uma nave espacial gigante (?). Eles estão em 2030, mas a tecnologia é tão avançada a ponto de “qualquer um” conseguir um meio de transporte assim? Certamente bastante curioso.

Como eu já citei logo acima, o local onde os protagonistas e o Vinte Faces estão “brincando” é em um shopping. Graças ao pai de Hanasaki, que aparentemente está preocupado com a seguraça de seu filho, o Vinte Faces conseguiu o controle TOTAL do shopping. Então, utilizando robôs de segurança, Hanasaki fez todos de refém e começou sua “batalha” com Akechi assim que ele adentrou no shopping.

Após uma sucessão de acontecimentos horríveis que só podem ser encontrados em filmes de ação um tanto quanto horríveis, tais como uma chuva de balas que não atinge o Akechi, etc, finalmente, o detetive foi encurralado, mas ele percebeu que quem estava por trás daquilo tudo era na verdade Hanasaki e não o Vinte Faces. Aparentemente, a desculpa que foi usada para ele descobrir isto foi que o robô de segurança se movimentou igual Hanasaki, sendo que na minha concepção, o robô se movimentou como um robô, apesar de estar sendo controlado por Hanasaki.

No fim, desesperado por ser descoberto, Hanasaki jogou um míssil em si mesmo (???) e com isso Akechi descobriu onde o garoto estava. Após um discurso ruim e sem emoção alguma, o rapaz aparentemente se convenceu que aquilo que estava fazendo era errado. Entretanto, é engraçado ver que Hanasaki não queria mais ser um brinquedo para Akechi, mas aceitou de boa ser um brinquedo do Vinte Faces.

Após o discurso ruim, Akechi e Vinte Faces apontaram armas para ambos, porém, como Hanasaki foi feito refém, Akechi teve que abandonar sua arma, mas assim que isso aconteceu, Kobayashi invadiu o shopping e o episódio se encerrou.

Serei curto e direto nesta conclusão, o episódio foi horrível. Se resumiu a acontecimentos clichês e nenhuma reviravolta. Foi apenas um episódio sem emoção que se focou na burrice e infantilidade de Hanasaki. A animação foi a mesma de sempre e a trilha sonora não existiu, apenas no início, onde a música utilizada na abertura foi usada junto das imagens iniciais. Trickster é um anime ruim que não faz muito para melhorar, entretanto, eu ainda tenho fé. Espero que o anime em sua segunda parte, que deve começar em duas semanas, se desenvolva de forma melhor, pois se continuar assim, será um fracasso do início ao fim.

  1. O episódio foi péssimo. Sinceramente, torna-se difícil acreditar que existam tantas falhas em um único episódio. À cena inicial, ouso dizer, foi à melhor cena apresentada durante o episódio. Acompanhado de cenas de ação de diretores amadores e um sermão sem nexo dado por Akechi, o episódio foi puro clichê mal construído. Espero uma completa melhora nos episódios que virão.

    Fora isto, parabéns pelo ótimo e sincero post. Até!

Discussão