Estamos recrutando redatores, clique aqui e se candidate, vagas limitadas!

Olá, pessoal! Aqui estou eu outra vez, Tamao-chan, trazendo mais um artigo sobre Sangatsu no Lion!

E este anime está chegando em sua fase final. Embora o mangá esteja com mais de 100 capítulos, o anime está conseguindo captar toda a sua essência, e isso também aconteceu com a obra anterior de Umino Chika, Honey & Clover. O anime foi sabiamente dividido em partes, cada episódio com 2 ou 3, mostrando todos os detalhes de cada uma. O mangá tendo capítulos com 16 páginas cada(apenas um teve 30 páginas) está sendo bem adaptado, e com certeza o reverei futuramente. Atualmente, o anime está no “capítulo 42”, na parte em que Shimada vai com sua dor de estômago e com Kiriyama para Quioto enfrentar o “filho de Deus”, Souya, e podemos ver a diferença gigantesca que há entre os dois.

Este anime conseguiu passar toda a apreensão do mangá. A começar por um sonho que Shimada teve, onde mostrava o que talvez tivesse acontecido se ele tivesse desistido do Shogi. Mesmo assim, tanto durante o seu sono, quanto em sua vida real, o destino terminava sendo o mesmo: ficar em frente a um tabuleiro de 81 casas onde todos os profissionais jogam Shogi. Mas apenas no sonho ele conseguiu ver pessoas pelas quais sente muita falta, e que tinha certeza que não as veria por um tempo, já que não havia chances de ganhar de Souya, e sabia disso.

E, por causa de algumas confusões, incluindo um resfriado, tiveram que mudar algumas pessoas de lugar. Smith ficou sendo o observador oficial e Kiriyama ficou sendo o observador e comentarista da partida. Como ninguém estava preparado para algo repentino, foi uma proposta assustadora para ambos, porque não tinham muita escolha, principalmente para o protagonista já que, apesar de todo o seu pessimismo, ele acreditava que Shimada venceria, embora o seu “parceiro” de Classe A dizia o contrário(e com razão), e Rei ficou totalmente intimidado.

E a única vez em que o estômago de Shimada doía foi nessa partida. Embora Kiriyama soubesse de sua condição de saúde, foi advertido a não contar para Nikaidou, o “irmão” completamente desesperado, que iria levá-lo de limusine com uma cama embutida, e que uma vez pousou de helicóptero em um local para buscá-lo e acabou saindo no jornal. Mesmo sabendo que poderia perder e que não havia uma luz no fim do túnel, o protagonista da vez não desistiu, persistiu até o final e perdeu a sua quarta partida. Mesmo que Rei torcesse para ele, isso não foi o suficiente para que o mesmo vencesse, e Souya em momento algum se sentiu intimidado com a vivacidade que Shimada trazia com seus movimentos e toda sua dor. Acabou mesmo que este não conseguiu ir para Yamagata, sua cidade natal, e ele e Kiriyama foram para casa.

E aqui termina a análise da “saga” de Shimada contra Souya. Foram episódios muito interessantes, mostrando um foco totalmente diferente perante os olhos de um jogador de Shogi de Classe A. Como é um mundo totalmente assustador e diferente aos olhos de um jogador de Classe C, a autora e o diretor Shinbou conseguiram captar todos os movimentos e o desespero dos jogadores naquela hora, além de nos mostrar como é que funciona a mente de alguém de Classe mais alta, e o porquê de muitos ficarem doentes.

Muito obrigada para quem acompanhou até aqui, e nos vemos no próximo artigo!

Sangatsu no Lion está disponível no Crunchyroll.

Comentários